Passagem do supertufão Mangkhut deixa pelo menos 29 mortos nas Filipinas

Um dia depois da feroz passagem do tufão Mangkhut pelas Filipinas, as autoridades confirmaram a morte de pelo menos 29 pessoas, enquanto se busca dez desaparecidos e à medida que as equipes de resgate conseguem chegar a áreas remotas castigadas pelo maior fenômeno da temporada.

O assessor Francis Tolentino, designado pelo presidente Rodrigo Duterte para supervisionar a resposta ao desastre nas regiões afetadas, confirmou hoje esses últimos números em entrevista à imprensa em Cagayan, província onde chegou o temporal, chamado de Ompong nas Filipinas.

A maioria destas mortes aconteceram por causa de deslizamentos de terra nas regiões montanhosas que receberam as fortes chuvas e fortes ventos trazidos pelo Mangkhut em sua passagem ontem pelo norte da ilha de Luzon, no extremo norte do país.

O presidente Rodrigo Duterte visitou hoje a província de Cagayan, onde realizou uma “inspeção aérea” para avaliar os danos, e se reuniu em sua capital, Tuguegarao, com seu gabinete para discutir os trabalhos de resposta imediata e de reconstrução.

Compartilho minhas condolências com quem perdeu seus entes queridos“, afirmou o presidente em pronunciamento ao vivo na televisão, no qual afirmou que o governo está fazendo de tudo o que tem em mãos para “o país voltar à normalidade o mais rápido possível”.

Está previsto que Duterte visite amanhã a região de Cordillera, onde, por enquanto, foram registradas mais vítimas, 24 mortos e 13 desaparecidos; enquanto na província de Nueva Ecija foram confirmados quatro mortos e em Ilocos um.

Em Cordillera uma família de seis membros morreu quando sua casa na cidade de Baguio foi soterrada por um deslizamento de terra; e em Nova Vizcaya um homem de 36 anos e três de seus filhos – um de dois anos e outro de oito meses – morreram nas mesmas circunstâncias enquanto o resto de sua família estava em um abrigo.

Segundo Tolentino, por enquanto não há notícias de vítimas nas províncias de Cagayan e Isabela, no litoral nordeste da ilha de Luzon, e que foram as primeiras a receber as chuvas do tufão.

O assessor do presidente ressaltou que deve se terminar hoje as tarefas de busca e resgate para poder começar amanhã os trabalhos de reconstrução nas áreas afetadas, com o objetivo principal de restaurar a energia eletricidade e as comunicações.

Mais de 130 mil pessoas permaneciam neste domingo ainda nos abrigos montados pelo Governo e cerca de 15 mil estavam refugiados em casas mais seguras de familiares, segundo os últimos dados divulgados pelo Centro Nacional de Redução de Desastres.

Apesar das dificuldades de acesso, a ajuda internacional já começou a fluir, precisamente 20 mil sacos de arroz do Programa Mundial de Alimentos; além de US$ 570 mil doados por Austrália em artigos de primeira necessidade para 25 mil pessoas, que serão distribuídos pela Cruz Vermelha.

A agência espacial norte-americana, NASA, publicou entretanto imagens do “interior” do supertufão, criadas a partir de dados obtidos esta sexta-feira por um satélite do observatório GPM – Global Precipitation Measurement, um projeto conjunto da NASA e da agência espacial japonesa JAXA.

NASA

NASA publica imagens do “interior” do supertufão Mangkhut

As imagens, montadas na animação acima, mostram a variação da quantidade de chuva por hora no interior do supertufão. A vermelho estão assinaladas as zonas de maior nível de precipitação.

A passagem do temporal, o pior que chega às Filipinas desde o supertufão Haiyan em 2013, afetou, por enquanto, mais de 250 mil pessoas de maneira direta, segundo a Cruz Vermelha, embora mais de 5 milhões de filipinos vivam nas áreas atingidas pelo Mangkhut. Antes do passagem do tufão, o Governo filipino designou mais de US$ 30 milhões para os trabalhos de emergência.

Após tocar terra na cidade de Baggao, no litoral nordeste do país na sexta-feira, o Mangkhut tinha ventos de até 305 km/h, fortes chuvas e provocou ondas de até seis metros.

Hong Kong emite alerta máximo

Em sua trajetória para o oeste, o tufão foi enfraquecendo aos poucos e saiu da área de responsabilidade das Filipinas no sábado por volta das 21h, rumo a Hong Kong (China) com ventos entre 120 km/h e 170 km/h.

O Observatório de Hong Kong emitiu neste domingo alerta máximo por causa da chegada do tufão Mangkhut, que apresenta uma grande “ameaça” para a cidade, assim como para várias províncias do sudeste de China.

O alerta permanecerá em vigor durante as próximas horas, quando se esperam ventos com velocidades de mais de 118 km/h.

Às 10h (horário local, 23h de sábado em Brasília), o Mangkhut estava a cerca de 150 quilômetros a sudeste de Hong Kong, com um deslocamento de oeste-noroeste a 30 km/h para o litoral da província de Guangdong.

Mangkhut continua se movimentando constantemente para a costa ocidental de Guangdong, aproximando-se cada vez mais de Hong Kong com uma grande ameaça”, alertou hoje a agência oficial de notícias “Xinhua”, que explicou que ao meio-dia é quando o fenômeno meteorológico impactará mais forte sobre a ex-colônia britânica.

As autoridades aconselharam os moradores a não sair de casa, manter-se afastados de janelas e portas exteriores e não se aproximar do litoral, enquanto a maioria dos voos no aeroporto internacional de Hong Kong foram cancelados.

Espera-se que o Mangkhut toque terra esta tarde nas regiões litorâneas entre Zhuhai e Zhanjiang, na província de Guangdong. O governo central pediu aos locais do sudeste do país que se preparem para possíveis desastres por causa dos fortes ventos e chuvas esperadas.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Analfabetismo funcional influencia a relação com as redes sociais no Brasil

Três entre cada dez brasileiros têm limitação para ler, interpretar textos, identificar ironia e fazer operações matemáticas em situações da vida cotidiana - e, por isso, são considerados analfabetos funcionais. Eles hoje representam praticamente 30% da …

Templo Satânico exige 150 milhões de dólares à Netflix por plágio de estátua

O Templo Satânico, instituição que fica em Massachusetts, abriu um processo contra a Netflix por plagiar uma estátua sua para a série "O Mundo Sombrio de Sabrina" e pediu US$ 150 milhões (R$ 560 milhões) …

Família cria marca de batons veganos e fatura R$ 1,8 milhão

Mãe e filha criaram batons veganos e já faturaram R$ 1,8 milhão desde 2017. Elza e Julia Barroso viraram sócias na empresa, em São Paulo. Os produtos da Face It não fazem testes em bichinhos, não …

DNA da múmia mais antiga das Américas revela a origem dos índios

Cientistas dinamarqueses decifraram o DNA da múmia mais antiga das Américas, encontrada há meio século no sul dos EUA. Durante muito tempo, especialistas acreditaram que os antepassados dos índios modernos tinham se deslocado para as Américas …

Impedido de ver a filha durante 8 anos após acusação de abuso sexual; agora, recebe indenização

Um espanhol, acusado de maus tratos à mulher e abusos sexuais de uma filha, esteve impedido de ver as duas filhas durante oito anos. Agora, vai receber 52 mil euros do Estado espanhol. Em 2007, uma …

Coreia do Norte tem locais secretos (e rudimentares) de armazenamento de mísseis

A Coreia do Norte mantém, pelo menos, 13 bases não declaradas que ocultam mísseis de capacidade nuclear, de acordo com um novo estudo norte-americano publicado esta semana. A revelação gera dúvidas sobre o acordo de …

Morre Stan Lee

O ilustrador Stan Lee, mítico criador da Marvel Comics e pai de alguns dos mais famosos super-heróis de todos os tempos, faleceu nesta segunda-feira (12), aos 95 anos. Segundo notícia divulgada pelo TMZ, uma ambulância …

Buracos negros podem ressuscitar mortos cósmicos (só para matá-los de novo)

Os buracos negros são incríveis fenômenos espaciais que não param de nos surpreender. Um grupo de cientistas descobriu agora que alguns buracos negros podem trazer de volta à vida estrelas “zumbis” – e destruí-las. Os buracos …

Código neuronal da ansiedade pode ter sido finalmente descoberto

Os cientistas podem ter descoberto a assinatura neuronal da ansiedade e da tristeza. De acordo com um novo estudo, esses sentimentos podem estar associados à “conversa” entre duas áreas do cérebro.  Para a descoberta, os cientistas …

Debaixo do gelo da Antártida estão escondidos restos de antigos continentes perdidos

De todos os continentes do planeta, sabe-se pouco sobre a massa gelada da Antártida. Agora, cientistas usaram imagens de satélite para estudar a tectônica da Terra, revelando as estruturas ocultas do continente. Devido à localização remota …