Patente revela planos para data centers submarinos da Microsoft

O Projeto Natick, da Microsoft, é daquelas empreitadas que se parecem demais com filmes de ficção, mas são totalmente reais.

Para lidar com a necessidade de data centers cada vez maiores e instalações a cada dia mais complexas, a empresa deseja construir centrais submarinas, que fiquem no fundo do oceano e funcionem de maneira autônoma.

Revelado pela primeira vez em 2016, o projeto ainda encontra em fases preliminares de desenvolvimento e não está nada próximo de uma aplicação real. Entretanto, um registro de patente realizado pela Microsoft mostra como a companhia pretende proteger os servidores de intrusões, pois, mesmo submersos, os dados ainda precisam estar protegidos.

Como as unidades estão sendo criadas para funcionarem de maneira autônoma, exigindo quase nenhuma manutenção, isso também significa que guardas e segurança convencional também não estarão presentes no local – que, nunca vamos cansar de repetir, fica no fundo do mar.

Entretanto, a Microsoft sabe que hackers podem tentar chegar ao local usando veículos submarinos, drones ou mergulhado pessoalmente até lá.

Por isso, ela trabalha em sistemas que detectariam qualquer tentativa de intrusão e invalidariam as informações dos servidores – o que inclui até mesmo o uso da água como forma de destruir o equipamento e evitar a obtenção dos dados. Em outros casos, a alta criptografia aplicada se intensificaria ainda mais de forma a tornar qualquer tipo de arquivo obtido completamente inútil.

A Microsoft se prepara até mesmo para a possibilidade de os criminosos usarem “mamíferos treinados” ou outros animais para acessarem o servidor. Nestes casos, e também para evitar que qualquer vida marinha curiosa transforme o data center em morada, a companhia deseja cobrir toda a estrutura com corais, não apenas de forma a ocultá-la mas também contribuindo para o ecossistema aquático.

Ao cobrir os data centers com corais, ainda, a empresa garantiria resfriamento adicional para os servidores e impediria os animais de chegarem ao local não apenas pela visão, mas também pelo bloqueio de temperatura.

Essa alternativa isola o calor das máquinas e dificulta na localização das estruturas, uma alternativa que também pode confundir sistemas de localização que utilizem essa métrica.

O Project Natick ainda está em fase de planejamento, com a Microsoft ainda estando a uns bons anos de distância do início de testes e eventual aplicação. A ideia de um data center submerso, entretanto, pode acabar sendo a solução para a empresa na medida em que as arquiteturas de cloud computing crescem a um ritmo insano, demandando mais investimentos em estruturas físicas e pessoal qualificado.

A ideia é tornar o caminho que os dados precisam trafegar menor, principalmente em zonas litorâneas. É uma medida que, se transformada em realidade, pode melhorar a qualidade de conexões em locais remotos e representar uma alternativa econômica para o futuro do cloud computing.

Quando falou pela primeira vez sobre o projeto, em fevereiro de 2016, a Microsoft comparou a iniciativa com o lançamento de um foguete — tudo precisa dar certo, pois uma vez que os servidores estão submersos, nada de errado por acontecer. Basta, agora, lidar com a possibilidade de mamíferos treinados para hackeamento de servidores.

DEIXE UMA RESPOSTA:

A fórmula do plástico mais resistente do mundo continua perdida

Uma invenção revolucionária que poderia deixar o mundo mais seguro. Assim foi definido o starlite, material resistente ao fogo e altas temperaturas, cuja fórmula é desconhecida. O material foi criado pelo britânico Maurice Ward, um ex-cabelereiro …

Australiano vítima de atropelamento em Copacabana continua em estado gravíssimo

O quadro de saúde das pessoas atropeladas na Praia de Copacabana na última quinta-feira (18), pelo motorista Antônio de Almeida Anaquim, de 41 anos, não sofreu alterações de ontem para hoje (21), informou a Secretaria …

NASA informa sobre asteroide de tamanho de arranha-céus voando em direção à Terra

Um "asteroide potencialmente perigoso" se dirige para a Terra a uma velocidade de mais de 122.000 quilómetros por hora, informou a NASA. O asteroide 2002 AJ129 se aproximará da Terra no próximo dia 4 de fevereiro. …

Arqueólogos encontram o túmulo congelado dos “dothraki” da Eurásia

Arqueólogos russos e suíços encontraram no sul da Sibéria os restos de um monumento que pode ser um dos mais antigos e ricos túmulos dos citas, os “dothraki” da Eurásia antiga. O túmulo Tunnug-1 foi descoberto …

Empreendedoras abrem espaço para vender alimentos veganos a preços acessíveis

Facilitar o acesso a alimentos cultivados sem o uso de agrotóxicos ou livres de ingredientes de origem animal é o propósito de um novo espaço que será inaugurado em 2018, na região do bairro Butantã, …

As plantas da sua casa podem ser tóxicas para os animais de estimação

Donos de cães e gatos de estimação devem ter cuidado com as plantas decorativas ou ornamentais que têm dentro de casa ou no jardim. Muitas delas são tóxicas e podem causar graves danos aos bichos, …

Família de bebê atropelada em Copacabana quer indenização de motorista

A família da bebê Maria Louize, de 8 meses, que morreu depois de ser atropelada no calçadão da Praia de Copacabana, na quinta-feira (18), entrará com ação na Justiça pedindo que o motorista do carro …

Hotel turístico fica sob ataque de insurgentes na capital do Afeganistão

O hotel da rede Intercontinental em Cabul, no Afeganistão, sofreu um ataque por parte de insurgentes neste sábado (20), tendo ocorrido um intenso tiroteio no local. Quatro atiradores invadiram o luxuoso Hotel Intercontinental de Cabul neste …

Presidente da Huawei multa a si mesmo em R$ 510 mil por má gestão

Direção e administração da empresa têm que pagar multas no valor de R$ 1,5 milhão. Foi a própria direção da Huawei que impôs à empresa um conjunto de multas no valor de R$ 1,5 milhão (3 …

Polícia Federal confirma caso de fraude no Enem em Salvador

A Superintendência da Polícia Federal (PF) na Bahia cumpriu nesta sexta-feira (19), em Salvador, mandado de busca e apreensão na casa de um estudante para apurar denúncia de fraude no Exame Nacional do Ensino Médio …