Plásticos também produzem gases de efeito estufa

Provavelmente, nunca passou pela sua cabeça, mas o plástico é uma fonte importante de gases de efeito estufa – especialmente os sacos plásticos, que produzem metano enquanto se degradam.

Essas emissões que, em especial, os sacos plásticos produzem, de metano e etileno, não têm sido levadas em conta nos cálculos dos cientistas sobre a influência nas mudanças climáticas da liberação de gás de efeito estuda na atmosfera, indica o estudo, publicado no dia 1º deste mês na PLOS One.

Os pesquisadores fizeram testes em todos os tipos de produtos, como garrafas de água, sacos, embalagens e produtos industriais, e concluíram que o polietileno, o polímero mais utilizado, era o emissor “mais prolífico”.

Ainda que não tenham sido determinadas as quantidades de gases liberadas, os cientistas advertem que é urgente fazê-lo, tendo em conta as 8 bilhões de toneladas de plástico no planeta, e uma produção que deve duplicar nas próximas décadas.

Citada pela BBC, Sarah-Jeanne Royer, pesquisadora da Universidade do Havaí, explicou que a descoberta foi completamente acidental. Os cientistas mediam o gás metano proveniente da atividade biológica da água do mar, quando perceberam que as garrafas de plástico que usavam com as amostras produziam mais metano do que os insetos aquáticos.

“Foi uma descoberta totalmente inesperada”, afirmou Royer, explicando que membros da equipa de pesquisa utilizavam frascos de polietileno para estudar a produção biológica de metano e estranharam as concentrações muito maiores do que o esperado, descobrindo então que parte das emissões vinha da própria garrafa.

Além disso, a equipe descobriu que o plástico mais usado, o que serve para fazer os tradicionais sacos de supermercado, é o que produz maior quantidade de gases de efeito estufa, que aumenta com a temperatura do planeta. Depois de 212 dias ao sol, esse plástico emitia 176 vezes mais metano do que no início da experiência.

Ao atuar na superfície do plástico, a radiação solar acelera a produção de gás, que acontece mesmo no escuro, explicam os pesquisadores no artigo científico. Até agora, a ligação entre os plásticos e as mudanças climáticas se concentrava no uso de combustíveis fósseis para produzir esses plásticos.

Segundo Ashwani Gupta, cientista da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, o polietileno de baixa densidade emite etileno, metano e propano, mesmo a baixas temperaturas, o que contribui para as emissões de gases de efeito estufa.

Ainda que as quantidades de metano e etileno produzidas a partir do plástico sejam pequenas, Royer fez questão de advertir que à medida que o plástico se rompe, mais superfície fica exposta, aumentando a quantidade de gases que chega à atmosfera.

“Se olharmos para todo o plástico produzido desde 1950, ele está quase todo ainda no planeta, apenas se decompõe em pedaços cada vez menores”, detalhou.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estão são as atividades mais e menos arriscadas para espalhar Covid-19

Quando falamos em pegar Covid-19 cada atividade traz um risco diferente. É o que nos mostra esse admirável infográfico (que traduzimos a seguir) recentemente compartilhando pelo Twitter do Information is Beautiful (Informação é linda, em …

Android gerou receitas equivalentes a 2% do PIB brasileiro em 2019, diz estudo

Um levantamento feito pela consultoria Bain & Company apontou que o Android gerou receitas estimadas em R$ 136 bilhões ao mercado brasileiro. Isso aconteceu a partir de empresas diretamente envolvidas no ecossistema do sistema operacional móvel …

Eleições regionais na Itália são um teste para governo diante de avanço da Liga de Salvini

Apesar do novo avanço de contaminações de Covid-19, a Itália organiza neste domingo e segunda-feira eleições municipais e regionais. Os eleitores também são convocados para se pronunciar em um referendo nacional sobre a redução …

Documentos secretos dos EUA expõem grandes bancos

Arquivos do Departamento do Tesouro americano revelam que algumas das maiores instituições financeiras do mundo facilitaram por anos lavagem de dinheiro. Valor suspeito movimentado chega a 2 trilhões de dólares. Milhares de documentos secretos do governo …

Estudo confirma que animais e humanos podem transmitir SARS-CoV-2 entre si

Cientistas neerlandeses examinaram grupos de animais e humanos de 16 fazendas de martas nos Países Baixos, descobrindo que houve infeção entre eles. Um estudo realizado em 16 fazendas de martas nos Países Baixos confirma que o …

Uma imensidão de novos mundos podem conter vida após essa nova descoberta

Pesquisadores observaram um planeta gigante orbitando sua estrela, uma anã branca, pela primeira vez. É a mais forte evidência até o momento de que planetas conseguem sim sobreviver a morte violenta de suas estrelas-mãe. A estrela …

Covid-19 vira “oportunidade" para golpistas na internet

Incertezas sobre os sintomas, alta contagiosidade, milhares de mortes no mundo. Ao atingir em cheio o medo das pessoas, o coronavírus se tornou uma “oportunidade" para golpistas na internet, que se aproveitam da ansiedade …

Trump ofereceu perdão a Assange em troca de fonte de e-mails vazados, diz advogada

Advogada de Assange afirmou que administração Trump ofereceu liberdade para o fundador do WikiLeaks caso ele revelasse a fonte por trás dos vazamentos de e-mails do Partido Democrata dos EUA. A oferta teria sido feita através …

Estudo mostra material especial que pode ser usado em construções em Marte

A NASA planeja levar humanos novamente à Lua com o programa Artemis a partir de 2024, que irá contribuir para a realização de futuras visitas a Marte. E Elon Musk é um entusiasta da ideia …

YouTube, Facebook: redes sociais bloqueiam contas de pesquisadores de maconha medicinal

No final do ano passado o uso medicinal da maconha foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e legalizado no Brasil. A lei, que beneficia a saúde de milhares de pessoas que sofrem com …