Polícia libera filho do chefe do narcotráfico El Chapo depois de emboscada

Tbj15 / Wikimedia

Joaquin “El Chapo” Guzman

Alvos de uma violenta represália dos narcotraficantes, os policiais mexicanos foram obrigados a soltar Ovidio Guzmán López, um dos filhos do célebre El Chapo, do cartel de Sinaloa, pouco depois de prendê-lo, nesta quinta-feira (17) na cidade de Culiacán. O caso revela a impotência das autoridades diante dos criminosos.

A polícia foi vítima de uma emboscada em uma casa em Culiacan, onde Guzmán foi detido, nesta quinta-feira (17). Diante de dezenas de narcotraficantes, equipados com armas pesadas, os agentes se sentiram obrigados a deixar o local e libertar o prisioneiro, como explicou o secretário de Estado para a Segurança e a Proteção dos cidadãos, Alfonso Durazo, ao jornal mexicano l’Expresso.

O filho de um dos traficantes mais conhecidos do mundo foi detido com outras três pessoas durante uma operação após um ataque a um carro da Guarda Nacional, revelou o secretário de Segurança e Proteção Cidadã, Alfonso Durazo. O ataque partiu do interior de uma casa e a unidade da Guarda Nacional “repeliu a agressão e tomou o controle da residência, localizando em seu interior quatro pessoas, incluindo Ovidio Guzmán López“, também conhecido como Ivan, disse Durazo.

A ação fez com que “vários grupos de delinquentes cercassem a casa com uma força superior à da patrulha”, o que provocou o tiroteio. “Além disso, outros grupos realizaram ações violentas contra a população em vários pontos da cidade, gerando uma situação de pânico”, declarou Durazo. Segundo integrantes do governo de Sinaloa, o tiroteio começou às 16h00 (18h de Brasília) e alguns policiais ficaram feridos.

Segundo a imprensa mexicana, entre eles os canais Milenio TV e Televisa, diversos tiros foram trocados entre os civis e as forças de segurança mexicanas em Culiacan, no noroeste do país. Os confrontos ocorreram na parte da tarde nas ruas da cidade de 750.000 habitantes. Carros foram incendiados e os habitantes foram obrigados a se esconder dentro de casa. Em meio à confusão, vários presos fugiram da prisão local de Aguaruto.

Cartel dividido

O poderoso cartel de Sinaloa está dividido entre os filhos de El Chapo, condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos, e Ismael “El Mayo” Zamabada, antigo sócio do chefe do narcotráfico. Ovídio e seu irmão Alfredo teriam assumido a liderança de uma parte do cartel de Sinaloa, desde a extradição de seu pai para os EUA, em janeiro de 2017.

Em agosto de 2016, os dois irmãos escaparam de um ataque quando estavam em um restaurante de Puerto Vallarta, Jalisco, que as autoridades atribuíram ao Cartel Jalisco Nova Geração, um grupo adversário.

“El Chapo Guzmán”, que foi o narcotraficante mais poderoso do planeta, escapou em 2001 da prisão de Puente Grande, na primeira de suas fugas espetaculares. Foi recapturado em fevereiro de 2014, mas 17 meses depois protagonizou outra fuga, desta vez de uma prisão de segurança máxima. Ele foi preso pela terceira vez em janeiro de 2016 e, no ano seguinte, extraditado para os Estados Unidos.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bolsonaro chama manifestantes pró-democracia de "viciados" e "marginais"

Em live, presidente pede que seus apoiadores não participem de atos contra o governo, convocados por torcidas e movimentos sociais para o próximo domingo, e volta a classificar grupos "antifa" de terroristas. O presidente Jair Bolsonaro …

Mistério da química solucionado ao descobrir a estrutura do nitrogênio “negro”

Elementos leves da tabela periódica como carbono e oxigênio seguem a regra de ter estrutura similar aos elementos mais pesados da mesma família, quando em alta pressão. Mas, até agora, o hidrogênio tinha um comportamento …

SoftBank anuncia fundo voltado a empresas lideradas por negros

O SoftBank anunciou que fará um fundo de investimento voltado a empresas lideradas por negros. Segundo o TechCrunch, o comunicado foi feito em uma carta aos funcionários do banco de investimentos assinada pelo COO, Marcelo …

Madeleine McCann: a reviravolta que levou a polícia a crer que menina desaparecida há 13 anos está morta

A menina britânica Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal em 2007 em um caso de grande repercussão na Europa, está provavelmente morta, segundo promotores alemães que investigam o caso. Um alemão de 43 anos está sendo …

Globonews escala só jornalistas negros em programa após críticas por representatividade

Após receber críticas justas nas redes sociais por debater a pauta do racismo e os protestos gerados após o assassinato de George Floyd pelo policial branco David Chauvin em Minneapolis, Minessota, sem a presença de …

Paleontologistas descobrem 'última refeição' de dinossauro que viveu há 110 milhões de anos

Uma equipe de pesquisadores do Canadá reconstituiu o estômago de um dinossauro herbívoro, o melhor preservado de sempre. Uma equipe de paleontologistas canadenses conseguiu reconstruir o conteúdo do estômago de um dinossauro herbívoro que viveu no …

Estudo que desencoraja uso de hidroxicloroquina é alvo de investigações

Nesta quarta-feira (3), a Organização Mundial da Saúde anunciou que vai retomar os testes com o medicamento hidroxicloroquina, um dos mais cotados atualmente como possível auxiliar na luta contra a COVID-19. A notícia pegou muita gente …

Donald Trump diz por que estava em bunker subterrâneo em meio a protestos

Em meio aos protestos violentos e pacíficos que têm varrido os EUA após a morte do afro-americano George Floyd, surgiram relatos de que Trump se escondeu dos manifestantes em um bunker. Donald Trump atacou como "falsa" …

EUA: 4 policiais são acusados pela morte de George Floyd

O policial de Minneapolis que se ajoelhou sobre o pescoço de George Floyd provocando sua morte será acusado de assassinato em segundo grau. Seus três colegas também serão julgados, disse a senadora americana Amy …

Governo destina verba publicitária a canais de conteúdo inadequado

Em apenas 38 dias, o governo de Jair Bolsonaro publicou mais de 2 milhões de anúncios em canais na internet com "conteúdos inadequados", segundo mostrou um relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das …