Primeiro furacão espacial observado é uma “observação tão impressionante é incrível”

Qing-He Zhang / Universidade de Shandong

Pela primeira vez, os astrônomos detectaram um poderoso furacão de plasma de mil quilômetros de largura na atmosfera superior da Terra— um fenômeno que eles chamam de “furacão espacial”.

O furacão espacial se durou quase 8 horas em 20 de agosto de 2014, girando centenas de quilômetros acima do polo norte magnético da Terra, de acordo com um estudo publicado em 22 de fevereiro na revista Nature Communications.

Composto de um caos emaranhado de linhas de campo magnético e vento solar rápido, o furacão era invisível a olho nu — no entanto, quatro satélites meteorológicos que passaram sobre o Polo Norte detectaram uma formação não muito diferente de um típico furacão terrestre, escreveram os autores do estudo. O furacão espacial foi moldado como um funil com um “olho” silencioso no centro, cercado por vários braços espirais de plasma no sentido anti-horário (gás ionizado encontrado em todo o sistema solar, inclusive na atmosfera da Terra).

Em vez de chover água, o furacão espacial choveu elétrons diretamente na atmosfera superior da Terra.

“Até agora, era incerto se os furacões de plasma espacial sequer existiam, então provar isso com uma observação tão impressionante é incrível”, disse o coautor do estudo Mike Lockwood, cientista espacial da Universidade de Reading, no Reino Unido, em um comunicado. “Tempestades tropicais estão associadas a enormes quantidades de energia, e esses furacões espaciais devem ser criados pela transferência extraordinariamente grande e rápida de energia eólica solar e partículas carregadas para a atmosfera superior da Terra.”

Usando um modelo 3D do furacão, os pesquisadores criaram a hipótese que a formação resultou de uma interação complexa entre o vento solar de entrada (vendavais de alta velocidade de plasma periodicamente liberados pelo sol) e o campo magnético sobre o Polo Norte.

Embora este seja o primeiro furacão espacial observado, os pesquisadores pensam que esses sistemas “climáticos” poderiam ser eventos comuns em qualquer planeta com um escudo magnético e plasma em sua atmosfera.

“Plasma e campos magnéticos na atmosfera dos planetas existem em todo o universo, então as descobertas sugerem que furacões espaciais devem ser um fenômeno generalizado”, disse Lockwood.

Você deve temer o furacão espacial? Provavelmente não. O fenômeno da atmosfera superior representa pouca ameaça ao nosso planeta, observaram os pesquisadores, mas pode impactar os efeitos climáticos espaciais existentes, por exemplo, aumentando o arrasto em satélites, ou interrompendo sistemas de GPS e comunicações de rádio.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …