PGR: há risco de retrocesso na credibilidade do STF

Marcelo Camargo / ABr

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge,

Em nova manifestação sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse nesta terça-feira (3) que a eventual mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a autorização para prisão após fim dos recursos na segunda instância da Justiça representará retrocesso na credibilidade da sociedade perante a Justiça e o STF.

De acordo com a procuradora-geral, a mudança da jurisprudência representaria “tripo retrocesso”: na estabilidade das decisões do STF; na efetividade do processo penal; “e para a própria credibilidade da sociedade na Justiça e nesta Suprema Corte, como resultado da restauração da sensação de impunidade que vigorava” antes da decisão do Supremo que confirmou a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

A manifestação foi motivada pelo julgamento, marcado para esta quarta-feira (4), do habeas corpus protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão na ação penal do triplex do Guarujá (SP), condenação em um dos processos da Operação Lava Jato.

Em parecer enviado no início da noite aos ministros do Supremo, Dodge defendeu manutenção do entendimento da Corte, que, em 2016, autorizou a execução provisória da pena de condenados pela segunda instância que tiveram todos os recursos julgados. Para a procuradora, a eventual mudança no entendimento vai “favorecer a impunidade no país”.

“O entendimento resultante desse recente precedente era e continua sendo o eco de um sentimento, compartilhado pela sociedade civil e por atores da esfera jurídica, de que a exigência de se aguardar o trânsito em julgado da sentença penal condenatória para, só então, autorizar-se o recolhimento à prisão do réu condenado, é injusta e errada, basicamente por favorecer a impunidade no país”, argumenta Raquel Dodge.

Durante sessão do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), a procuradora-geral chamou de “exagero”, capaz de “aniquilar o sistema de Justiça”, a possível mudança de entendimento.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Espero que as forças armadas sejam realmente o porto seguro no qual toda a nação aflitamente espera e confia, pois se não houver justiça no julgamento de hoje restará aos militares uma atitude para que este País seja reconduzido a uma verdadeira democracia e não a um estado que exclui e massacra os cidadãos, pois hoje o que temos no País é um estado de exceção, com um executivo, um legislativo e um judiciário como verdadeiros TRIBUNAIS DE EXCEÇÃO. Chega de impunidade!!!.

  2. Quero lembrar a Sra. Carmen Lucia que a intolerância de que ela tanto fala não é em relação à pessoas, partidos ou coisa alguma que o valha, mas é a expressa indignação de toda a sociedade brasileira contra a impunidade, contra as vistas grossas aos crimes e criminosos do colarinho branco, contra a corrupção e principalmente contra as decisões de nossos TRIBUNAIS DE EXCEÇÃO, o STJ, STF e TSE, hoje autênticos portos seguros das quadrilhas, facções e criminosos, que disfarçados de partidos e de políticos, nos governam, ou melhor, nos escravizam.

    Uma pouca vergonha, que na verdade só vem evidenciar que somos governados por um MALDITO TRIUNVIRATO DO MAL: O legislativo, o executivo e o judiciário: O primeiro legisla em favor dos três, o segundo executa em favor dos três e o terceiro dá guarida e proteção aos três. E o povo, os simples mortais, para estes resta trabalhar para sustentar estes três cânceres que escravizam e exploram o País!

  3. Parabéns, companheiro.

    Faço minhas, as suas palavras, espero que as forças armadas do nosso
    Pais, tenham uma atitude de coragem para restabelecer ordem na socie-
    dade brasileira, já que o Supremo Tribunal, não funciona.

  4. OK! mas e o Ministério Público, também não está sendo maquiavélico, na medida em que não toma nenhuma medida contra o Demóstenes; Marcello Miller e Rodrigo Janot!? A velha estratégia de jogar pedra, reiteradamente, nos outros, visa esconder a sua própria vidraça.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …