Ruído branco pode danificar o cérebro

Um estudo recente sugere que o ruído branco, que tantas vezes nos incomoda na hora de adormecer, pode ser perigoso para o cérebro.

O barulho constante do ar condicionado ou o som da televisão quando ela não está sintonizada é o que chamamos de “ruído branco”, sinal sonoro que contém todas as frequências na mesma potência.

Os dispositivos eletrônicos emitem esse som que, de acordo com um estudo recente, publicado no JAMA Otolaryngology – Head & Neck Surgery, afeta o nosso cérebro.

“Nos últimos anos, os neurocientistas aprenderam muito sobre a plasticidade cerebral, de que forma os estímulos sensoriais alteram a química cerebral, estrutural e funcionalmente”, explica a cientista Mouna Attarha, pesquisadora da Posit Science Corporation.

Segundo a cientista, há cada vez mais evidências de que o cérebro reage de maneira negativa quando é alimentado com informações aleatórias, como o ruído branco. Neste artigo científico, Attarha e sua equipe da Universidade da Califórnia, em São Francisco, sugerem que o ruído de fundo do ruído branco pode ser prejudicial ao sistema auditivo central.

Embora os mecanismos biológicos por trás do zumbido sejam totalmente perceptíveis, os cientistas descobrem continuamente evidências de que os sintomas estão ligados a mudanças mensuráveis em várias partes do cérebro, que vão além da simples perda auditiva.

Embora não haja evidências significativas em humanos para sugerir que sons de baixo volume como o ruído branco possam causar esse tipo de alteração no sistema auditivo central, a equipe de cientistas cita estudos em animais que sugerem que a exposição prolongada em animais afeta seus cérebros.

“Uma experiência conduzida em animais mostrou que a exposição durante um longo período de tempo ao ruído não traumático é capaz de induzir uma reorganização plástica mal adaptativa do sistema nervoso auditivo central”, explicaram os autores.

“Essas mudanças foram observadas após a exposição aos níveis de ruído na faixa de nível de pressão sonora de 60 a 70 dB, típica dos geradores de ruído disponíveis no mercado e considerados seguros”, continuam.

Os efeitos neurais são significativos e incluem uma redução na inibição neural (a capacidade de filtrar informações sem importância), representações corticais menos precisas e uma extensão do tempo que o cérebro demora a processar sinais mutáveis.

Ainda assim, é muito cedo concluir que o ruído branco, essa combinação aleatória de diferentes ruídos, tem os mesmos efeitos nos cérebros humanos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

União Europeia quer acelerar vacinação contra Covid-19 em todo o bloco

Líderes europeus se reúnem em videoconferência nesta quinta-feira (21) para discutir como acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19 nos países-membros. Na agenda, os dirigentes da União Europeia também devem debater a cooperação …

Britânico não pode entrar na Holanda com sanduíche e ouve: ‘Bem-vindo ao Brexit’

Um simples sanduíche de presunto, feito em casa e devidamente embrulhado em papel alumínio, foi motivo suficiente para que um motorista britânico fosse parado, interrogado e por fim perdesse o alimento na alfândega localizada na …

Inclinação de Saturno pode ser explicada pela migração de suas luas; entenda

Em um novo estudo, cientistas do French National Centre for Scientific Research (CNRS) e da Sorbonne University perceberam que a inclinação de Saturno pode ser causada pela influência da migração de suas luas — principalmente …

A verdade sobre as pessoas que "ouvem" os mortos: estudo

Cientistas identificaram os traços que podem tornar uma pessoa mais propensa a afirmar que ouve as vozes dos mortos. De acordo com novas pesquisas, uma predisposição a altos níveis de absorção em tarefas, experiências auditivas incomuns …

OMS diz não ter conhecimento de mortes relacionadas ao uso da vacina da Pfizer

A OMS não tem conhecimento de qualquer morte relacionada ao uso da vacina contra a COVID-19 produzida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech, disse hoje (20) a diretora-geral adjunta da organização, a brasileira Mariângela Simão. "Temos uma …

QAnon ganha cada vez mais força na Alemanha

O ataque ao Capitólio nos EUA ilustrou o perigo que teorias da conspiração podem representar. Na Alemanha, o movimento tem cada vez mais adeptos – que se mantêm fiéis ao agora ex-presidente americano Donald Trump. A …

Coronavírus em Manaus: "Meu irmão morreu de covid em hospital particular, e a conta é de R$ 180 mil"

A tragédia familiar vivida pelo advogado Amaury Andreoletti ilustra o impacto emocional e também financeiro do colapso no sistema de saúde de Manaus (AM). Andreoletti, que chegou a ficar quatro dias internado e se recuperou, viu …

Biden reverte medidas de Trump e volta ao Acordo do Clima de Paris; entidades comemoram

Horas depois de assumir a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu a promessa de reverter uma série de medidas tomadas pelo antecessor, Donald Trump. No total, foram 17 decretos assinados …

Avião com vacinas contra covid-19 entra em rota de colisão com jato após curva errada

  Essa foi por pouco! Na manhã desta terça-feira (19), um avião monomotor com vacinas contra a covid-19 a bordo fez uma curva errada após a decolagem, e acabou entrando em rota de colisão com um …

Emaranhamento quântico é transmitido a drones separados por 1 km de distância

Fótons emaranhados foram transmitidos entre dois drones pairando a um quilômetro de distância um do outro, demonstrando tecnologia que poderia ser a base de uma internet quântica. Quando dois fótons são emaranhados quanticamente, você pode deduzir …