Rússia pode cortar a internet mundial, avisa general britânico

Nick Savchenko / Wikimedia

O contratorpedeiro Smetlivy, da Marinha de Guerra da Rússia

É uma nova ameaça à “nossa forma de vida” e à segurança e economia mundiais. O alerta é do general das Forças Armadas do Reino Unido, Stuart Peach, que teme que a Rússia corte os cabos submarinos por onde passam 97% das comunicações mundiais.

O aviso surge depois de navios de guerra da Rússia terem sido detectados, com regularidade, na zona onde se situam os cabos submarinos do Atlântico Norte.

Por estes cabos, que ligam a Europa à América do Norte, passam 97% das comunicações mundiais e transações financeiras diárias de 10 trilhões de dólares, segundo um relatório de um grupo de especialistas de centro-direita do Reino Unido, conforme cita o The Guardian.

Assim, o corte desses cabos teria um impacto “potencialmente catastrófico” para a economia mundial, e até para o modo de vida de milhões de pessoas, alerta o chefe militar durante o discurso anual no Royal United Services Institute, centro de reflexão britânico sobre segurança e defesa.

“Há um novo risco para a nossa forma de vida, que é a vulnerabilidade dos cabos que atravessam os fundos marinhos”, destaca Stuart Peach citado pelo Independent.

“Podem imaginar um cenário onde esses cabos sejam cortados ou interrompidos, o que afetaria imediatamente, e certo que catastroficamente, tanto a nossa economia como outros modos de vida, se fossem perturbados”, realça o chefe do Estado-Maior-General.

O homem que é apontado como o próximo líder do comitê militar da Otan também alerta para a “ameaça da modernização da marinha russa, tanto de submarinos e navios nucleares como convencionais”, e destaca que os russos continuam “aperfeiçoando as capacidades não convencionais e a guerra de informação”.

“Por isso, temos que continuar desenvolvendo nossas forças marítimas com nossos aliados, com os quais trabalhamos proximamente, para igualar e entender a modernização da frota russa”, conclui Stuart Peach.

O Independent cita um relatório elaborado por um deputado conservador britânico, Rishi Sunak, notando que os cabos submarinos do Atlântico podem ser facilmente danificados por um navio de pesca ou submarinos.

O mesmo documento também nota que em 2014, durante a anexação da Crimeia, a Rússia cortou com bastante facilidade as comunicações digitais na zona.

Ciberia // ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Os Humanos não nasceram na Terra, diz cientista

Há muitos cientistas que compartilham a teoria da panspermia, segundo a qual a vida no nosso planeta foi trazida por meteoritos, asteroides e outros corpos celestes. O pesquisador da raça humana Ellis Silver afirma que nossa origem …

48 políticos investigados na Lava Jato perderão foro privilegiado se não se reelegerem

Quarenta e oito políticos com foro privilegiado que estão sendo investigados ou foram denunciados na operação Lava Jato correm o risco de ter seus casos enviados à primeira instância caso não consigam se reeleger em …

Droga que recupera movimentos é testada em humanos no Rio

Pesquisadores brasileiros começam a selecionar pacientes para testar uma droga que seria capaz de recuperar movimentos, ou seja, regenerar nervos danificados em pessoas paralisadas. A ideia é aplicar a polilaminina em pacientes com lesões na medula …

Tribunal reacende polêmica da selfie do macaco Naruto

A 9ª Corte de Apelação, dos Estados Unidos, acaba de reacender a polêmica do processo da selfie do macaco Naruto. O órgão garante que ainda julgará uma decisão final sobre o assunto, mesmo que já tenha …

Monte de Saint-Michel é evacuado devido a alerta de segurança

O histórico Monte de Saint-Michel, no litoral oeste da França, foi evacuado neste domingo pela Gendarmaria, informou a imprensa local que apontar para a presença de um indivíduo com atitude ameaçante. O jornal regional "Ouest-France" afirmou …

Cientistas criam vidro que converte energia solar em eletricidade

Cientistas da Universidade de Berkeley, na Califórnia, criaram um painel de vidro fotovoltaico, capaz de absorver a luz solar, transformando-a em energia elétrica, que poderá substituir os tradicionais painéis solares. Uma equipe de cientistas que trabalha …

Ingressos para 1° filme em cinema na Arábia Saudita esgotam em 1 minuto

Os ingressos colocados à venda para a primeira projeção pública de um filme na Arábia Saudita desde os anos 80 esgotaram "em menos de um minuto", e além disso, somente 300 sortudos puderam estar presentes …

Países comemoram suspensão de testes nucleares pela Coreia do Norte

A Coreia do Sul, a China, os EUA e o Reino Unido foram algumas das potências mundiais que celebraram a decisão da Coreia do Norte de fechar seu centro de testes nucleares. A suspensão dos testes …

NASA começará a construir estação espacial lunar já no ano que vem

Na última quinta-feira (19), um porta-voz da NASA anunciou que a agência espacial já está entrando em contato com empresas parceiras para construir uma nave que será chamada de Lunar Orbital Platform-Gateway. Essa nave se tornará …

Segredo que alimenta o inferno explosivo de Yellowstone é desvendado

Simulações em supercomputadores ofereceram uma nova explicação para a geologia subjacente às atividades sísmicas recentes dos corpos de magma do Parque Yellowstone, nos Estados Unidos. O supervulcão de Yellowstone é o mais bonito barril de pólvora …