Rússia diz ter provas de que a Ucrânia abateu avião da Malaysia Airlines em 2014

romanboed / Flickr

Memorial às vítimas do voo MH17, no Amsterdam Schiphol Airport

A Rússia assegura que tem provas de que a Ucrânia foi a responsável pela queda do avião da Malaysia Airlines, o voo MH17, em 2014, em uma região controlada pelos separatistas pró-russos, que matou 298 pessoas.

“Temos gravações das conversas telefônicas de militares ucranianos feitas em 2016, e sua análise corrobora as conclusões sobre a implicação direta da parte ucraniana na queda do Boeing malaio”, declarou à imprensa o porta-voz do Ministério da Defesa russo, o general Igor Konashenkov.

Segundo os russos, Kiev é responsável, não apenas pela tragédia, mas também pela “manipulação da investigação internacional“, destacou o general.

A Equipe Conjunta de Investigação formada após o desastre indicou que o sistema de mísseis antiaéreos, que derrubou o avião malaio, pertencia a uma unidade militar russa, que o deslocou de Kursk (Rússia) para Donetsk (Ucrânia) um mês antes do ataque.

Segundo os militares russos, o míssil com que o avião foi atingido quando sobrevoava o território da Ucrânia foi entregue a Kiev em 1986, e em 2014 estava a serviço da unidade ucraniana número 223 que participava na operação contra as milícias separatistas no leste do país.

A Defesa russa disse ainda aos jornalistas que o vídeo da suposta transferência do míssil é “uma montagem animada de uma foto”.

Konashenkov se declarou esperançoso de que os investigadores internacionais vão ter em conta as provas apresentadas pela Rússia e que “não duvidarão da sua autenticidade”.

Toda a informação sobre o suposto envolvimento da Ucrânia na queda do avião será divulgada em breve na página do Ministério da Defesa da Rússia, segundo os militares russos.

No dia 17 de julho de 2014, 298 passageiros e tripulantes de um voo da Malaysia Airlines, que fazia a ligação entre Amsterdã e Kuala Lumpur, morreram depois de o avião em que viajavam ter sido atingido por um míssil terra-ar, disparado da zona leste da Ucrânia controlada por separatistas pró-russos.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …