Troca de prisioneiros traz “esperança” para fim de conflito entre Rússia e Ucrânia

Bundesregierung / Kugler

A chanceler Angela Merkel com Emmanuel Macron (l.), Presidente da França, e Wladimir Putin, Presidente da Rússia, em uma entrevista conjunta na cúpula do

A Ucrânia e a Rússia realizaram neste sábado (7) uma troca de 70 prisioneiros, ato que foi qualificado pela chanceler alemã, Angela Merkel, como um “símbolo de esperança”.

Angela Merkel, chefe de governo da Alemanha, pediu para que os dois países continuem nesse sentido para “colocar em prática os acordos de Minsk”. Essa foi a primeira vez que os dois países chegam a um acordo desta magnitude, desde o início da crise em 2014.

Pelas redes sociais, a chanceler citou uma das liberações mais aguardadas, a do cineasta Oleg Sentsov. “Estou feliz pelos marinheiros ucranianos e por Oleg Sentsov, que podem finalmente voltar para casa”, disse pelo Twitter.

A liberação de Sentsov havia sido exigida pela comunidade internacional. Ele havia sido preso em 2014 na Crimeia, após ter protestado contra a anexação por parte da Rússia desta península ucraniana.

Também estavam entre os detidos liberados nesta manhã, 24 marinheiros da Ucrânia que foram presos em novembro do ano passado durante o mais grave embate direto entre os dois países nos últimos anos.

Segundo uma fonte do governo ucraniano, a liberação envolveu 35 detentos de cada lado.

Essa troca de prisioneiros entre a Ucrânia e a Rússia é um primeiro passo para o fim da guerra com os separatistas pró-russos, disse o presidente ucraniano Volodimir Zelenski. “Devemos dar os demais passos para acabar com essa guerra horrível”, que causou cerca de 13.000 mortes em cinco anos, disse ele depois de receber pessoalmente os 35 prisioneiros ucranianos no aeroporto de Kiev.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, havia anunciado na quinta-feira (5) uma troca em massa de prisioneiros entre os dois países, mas não havia especificado uma data. Esta medida, também disse ele, é “um grande passo em direção à normalização das relações bilaterais”, após a chegada de Zelenski ao poder da Ucrânia em maio.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …

Calheiros anuncia nome das 14 pessoas que passaram de testemunhas a investigados na CPI da Covid

Segundo senador, é preciso mudar o "patamar" da investigação pois já há provas e indícios concretos contra as pessoas inseridas na lista, que agora será encaminhada ao presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). Nesta sexta-feira (18), …

Turistas “madrugam” para visitar Disneyland Paris, que reabre após oito meses por causa da pandemia

Depois de oito meses de portas fechadas, o parque Disneyland Paris reabriu para o público nesta quinta-feira (17). A atração, um dos principais destinos turísticos da Europa, volta a funcionar, mas mantém medidas sanitárias …

Cientistas desvendam mistério de 'apagamento' de estrela gigante Betelgeuse

Astrônomos dizem que solucionaram o mistério sobre por que uma das mais conhecidas estrelas que iluminava o céu à noite começou a perder o brilho há cerca de um ano. Betelgeuse, uma supergigante vermelha da …

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …