Sarcófago preto encontrado no Egito pode pertencer a Alexandre, o Grande

(dr) Ministério de Antiguidades do Egito

O maior sarcófago já descoberto na cidade de Alexandria, no Egito, será aberto nos próximos dias, depois de permanecer totalmente intacto mais de dois milênios. Os especialistas têm esperanças que o artefato preto encontrado possa pertencer ao lendário Alexandre, o Grande.

O túmulo de granito – de 2,65 metros de comprimento, 1,65 metro de largura e 1,85 metro de altura – foi encontrado durante escavações de rotina realizadas na cidade egípcia antes de ser autorizado a construção de um edifício no lugar.

Ao lado da tumba, os arqueólogos encontraram também uma cabeça de alabastro,  rocha semelhante ao mármore, que provavelmente retrava a personalidade no interior do sarcófago.

O arqueólogo egípcio Ayman Ashmawy disse, em entrevista ao Telegraph, que o fato de o sarcófago ter sido construído em granito mostra a importância social do seu proprietário, principalmente porque Asuan, a cidade de onde a rocha foi possivelmente extraída, se situa a mais de mil quilômetros de Alexandria.

No entanto, sem abrir a tumba, restam poucas informações sobre a identidade do homem que foi enterrado, já que a cabeça em pedra está irreconhecível devido à ação da erosão ao longo dos séculos.

Além disso, o túmulo não contém qualquer palavra ou frase gravada que possam ajudar a identificar o dono. Os arqueólogos estimam que o sarcófago pertença a um cidadão nobre que viveu no Egito ptolomaico, que começou após a morte de Alexandre, o Grande, entre 323 e 30 a.C.

“Quando abrirmos o sarcófago, esperamos encontrar objetos intactos, que nos ajudem a identificar essa pessoa e sua posição”, Ayman Ashmawy, funcionário do Ministério de Antiguidades do Egito.

Mundo procura tumba de Alexandre

Durante centenas de anos, arqueólogos e exploradores por todo o mundo têm procurado encontrar o sarcófago do rei da Macedônia. No entanto, até agora, todas as tentativas para encontrar o túmulo de Alexandre, o Grande, foram mal sucedidas.

Os arqueólogos estimam que foram realizadas, pelo menos, 140 tentativas sem sucesso para encontrar o túmulo de Alexandre. No entanto, esse misterioso sarcófago preto encontrado no Egito sugere que algo de importante pode estar para ser desvendado – ou até mesmo seus restos mortais.

“O mundo inteiro está à procura da tumba de Alexandre. Temos a certeza de que foi enterrado em Alexandria. E a descoberta do sarcófago demonstra que um dia, quando se estiver demolindo uma vila ou uma casa, pode se encontrar sua tumba”, disse Hawass.

No entanto, abrir pela primeira vez o sarcófago vai exigir muito trabalho preliminar. “É arriscado abri-lo de imediato, temos que nos preparar”, indicou Ashmawy.

Ashmawy explicou ainda o motivo de o túmulo ser aberto no próprio lugar onde foi encontrado. “É difícil movê-lo e abri-lo depois em um museu. O artefato está a 5 metros de profundidade e pesa mais de 30 toneladas. Só a tampa pesa mais de 15 toneladas”, sustentou.

Nas próximas semanas, uma equipe de engenheiros vai visitar o local para fornecer equipamentos pesados e suportes estruturais de forma a remover a tampa do sarcófago. Depois de retirar a tampa, serão chamados especialistas em mumificação e restauração para garantir que o conteúdo se mantém preservado, uma vez que é exposto pela primeira vez em milênios.

Alexandre, o Grande – também conhecido como Alexandre Magno ou Alexandre III –, viveu no século 4 a.C e foi um importante rei da Macedônia. Em apenas 33 anos de vida, o rei construiu um enorme império, que ia desde o sudeste da Europa até a Índia. E, por isso,  é considerado o maior líder militar da Antiguidade.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aumento do Judiciário compromete orçamento de 13 Estados

Metade dos 26 estados ligou o alerta orçamentário: o aumento que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) concederam a si mesmos – ainda depende de aprovação no Senado – pode inviabilizar a folha de …

Universidade de São Paulo abre inscrições para curso gratuito sobre Harry Potter

O universo de Harry Potter continua conquistando gerações. Desde o lançamento do primeiro romance em 1997 (A Pedra Filosofal), foram mais de 450 milhões de cópias vendidas, traduções para 73 idiomas e o surgimento de …

Polícia catalã abate homem que invadiu delegacia aos gritos de “Alá é grande”

O homem de 29 anos, de origem argelina, foi abatido, na manhã desta segunda-feira (20), depois de ter tentado invadir uma delegacia catalã armado com uma faca aos gritos de “Allahu Akbar”. Segundo o El País, …

Juiz solta empresário filmado agredindo a esposa; imagens fortes

O juiz Fabiano Ribeiro abriu mão da fiança e permitiu que o empresário Giorgio Alan Bortolin dos Santos, preso em flagrante após ser filmado por uma câmera de segurança agredindo a própria mulher, responda ao …

“Bola de fogo” 40 vezes mais brilhante que a Lua cheia atravessa os EUA

Uma bola de fogo cruzou o céu do estado norte-americano do Alabama durante a noite de sexta-feira (17). A NASA divulgou um vídeo, no qual mostra o objeto sobrevoando a cidade, com um feixe de …

Com curso gratuito, USP quer meninas cientistas

Meninas que sonham ser cientistas contam agora com o incentivo de um grupo de pesquisadoras e cientistas de São Paulo. É o projeto “Meninas com Ciência-2ª edição SP: de mulheres cientistas para meninas que sonham”, …

Ministra neozelandesa pedala até hospital para dar à luz

Titular do Ministério para Mulheres que estava grávida de 42 semanas brincou que escolheu bicicleta porque não havia "espaço suficiente no carro”. A ministra para Mulheres da Nova Zelândia deu à luz ao seu primeiro bebê …

Japão terá robôs "inteligentes" nas salas de aula para ensinar inglês

O Governo de Japão planeja introduzir nas salas de aula robôs com inteligência artificial (IA) capazes de falar inglês durante as aulas desta matéria, para ajudar as crianças a melhorar sua destreza oral, uma das …

Empresário britânico doa R$ 5 milhões para campanha contra o Brexit

O empresário britânico Julian Dunkerton, cofundador da marca de roupas Superdry, anunciou neste domingo (19) que apoia financeiramente a organização People's Vote, que milita pela realização de um novo referendo sobre o Brexit. A doação do …

Cientistas afirmam ter evidências de um universo anterior ao nosso

Cientistas afirmam que as evidências de universos passados ​​podem existir mesmo no céu noturno - sendo restos de buracos negros de outro universo. De acordo com a New Scientist, a ideia é baseada na Cosmologia Cíclica …