Smartphones estão reduzindo a nossa capacidade cerebral

Uma nova pesquisa realizada pela McCombs School of Business da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, aponta que os smartphones estão prejudicando o poder de raciocínio do cérebro de seus usuários.

Adrian Ward, professor adjunto da McCombs, em conjunto com outros pesquisadores, descobriu que apenas a presença do smartphone faz com que o nível de raciocínio dos indivíduos seja reduzido em atividades que necessitam de concentração absoluta.

Os pesquisadores realizaram testes de capacidade cognitiva, concentração e atenção em cerca de 800 pessoas.

Em um dos experimentos, os usuários de smartphones tiveram que se sentar em frente a um computador para realizarem uma série de testes que exigiam concentração total. Para começarem os testes, porém, eles foram orientados a colocarem seus smartphones no modo silencioso, seja com a tela voltada para baixo em cima da mesa ou com o aparelho em outro cômodo.

O resultado do experimento mostrou que os participantes que colocaram seus smartphones em outro cômodo superaram significativamente aqueles que tiveram seus aparelhos em cima da mesa.

Os pesquisadores sugerem que a mera presença de um smartphone é capaz de reduzir a capacidade cognitiva dos usuários, prejudicando a concentração e a habilidade cerebral de adquirir e processar dados mesmo em situações onde as pessoas sintam que estão totalmente concentradas em outras atividades.

“Nós vemos uma tendência linear que sugere que, à medida que o smartphone se torna mais visível, a capacidade cognitiva disponível dos participantes diminui. Sua mente consciente não está pensando no smartphone, mas o processo de exigir que você não faça algo pode usar parte dos seus limitados recursos cognitivos”, explicou Ward.

O professor responsável pelo estudo ainda afirma que não é o caso de os “participantes estarem distraídos porque recebiam notificações em seus celulares”, mas a simples “presença de seu smartphone era suficiente para reduzir sua capacidade cognitiva”.

Este não é o primeiro estudo que aponta que a dependência dos usuários por seus smartphones tem contribuído para alterações cerebrais. No final de 2014, o Instituto de Neuroinformática da Universidade de Zurique concluiu em um de seus relatórios que a utilização intensa de smartphones tem provocado mudanças no comportamento cerebral para se adaptar a operação repetida das telas de toque.

A pesquisa acrescentou, ainda, que os resultados obtidos apenas reforçam a ideia de que a onipresença dos smartphones tem resultado em um grande efeito na vida diária das pessoas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Polícia encontra 39 corpos dentro de caminhão em Essex na Inglaterra

Corpos de 39 pessoas foram encontrados na madrugada desta quarta-feira dentro de um caminhão em Essex, na Inglaterra. A polícia foi acionada pelo serviço de ambulância pouco antes de 1h40 (horário local), logo após a descoberta …

Experimento de fusão nuclear com armas de plasma está quase pronto

A montagem do Experimento de Revestimento de Plasma no Laboratório Nacional de Los Alamos tem bom andamento com a instalação de 18 das 36 pistolas de plasma previstas. Esta representa uma abordagem ambiciosa para conseguir …

Eduardo Bolsonaro desiste de ser embaixador nos EUA

Filho do presidente anuncia decisão após conquistar liderança do PSL na Câmara e em meio à incerteza sobre apoio de senadores à sua indicação à embaixada. Deputado diz que fica no Brasil para defender pauta …

Após coletes amarelos, Macron enfrenta crise e onda de suicídios no meio rural

Agricultores franceses protestaram nesta terça-feira em toda a França contra o que chamam de “agribashing”, ou, em tradução livre da expressão em inglês, uma "agressão violenta" (“bashing”) contra o setor. O fenômeno se repetiu na Alemanha, …

Sujar-se de terra é o mais moderno e eficaz antidepressivo de acordo com este estudo

Com a depressão já diagnosticada como a doença do século XXI, em um mundo cada vez mais tomado por medicamentos como a agomelatina, amitriptilina, escitalopram, mirtazapina e paroxetine – entre tantos outros – , a …

Patenteado material que permite ocultar objetos e é chamado capa de invisibilidade

A empresa canadense fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionado ao Quantum Stealth. O material também é chamado de “capa de invisibilidade”. O inventor dos quatro pedidos …

Netanyahu desiste de formar governo em Israel

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, renunciou, nesta segunda-feira (21), à tarefa de formar um novo governo. O presidente Reuven Rivlin informou que entregará a missão ao opositor Benny Gantz. O primeiro-ministro anunciou a decisão nas redes …

'Nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder', diz Joice sobre governo

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) declarou nesta segunda-feira (22) que "nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder" como existe no governo do presidente Jair Bolsonaro. Após ser retirada da função de …

"Táxis de cocaína" são problema crescente em Berlim

Aumento do número de veículos que entregam drogas diretamente na casa dos usuários preocupa a polícia berlinense. A cocaína perde apenas para a heroína como causa de mortes relacionadas a drogas na capital alemã. A polícia …

A casa da Barbie existe na vida real – e você pode se hospedar lá

Possivelmente a mais célebre e vendida boneca do mundo, a Barbie costumava sugerir uma vida de luxo e deleite ao imaginário da criançada que cresceu – e ainda cresce – inventando uma vida enquanto brinca …