Solidão faz mal ao coração; e provoca morte prematura

Uma pesquisa concluiu que a solidão faz mesmo mal à saúde, em especial ao coração, sendo um “forte indicador de morte prematura”. O fato de se sentir sozinho é mais relevante, em termos de “maus resultados”, do que viver só.

As conclusões foram retiradas de uma pesquisa apresentada neste mês de junho, no congresso anual de enfermagem da Sociedade Europeia de Cardiologia, em um evento designado EuroHeartCare 2018.

O estudo apurou: “se sentir sozinho é um indicador mais forte de maus resultados que viver só”, tanto em homens como em mulheres, cita o comunicado sobre a pesquisa.

“Estudos anteriores demonstraram que a solidão e o isolamento social estão associados com a doença coronária e o acidente vascular cerebral, mas isso não foi investigado em pacientes com tipos diferentes de doenças cardiovasculares”, salienta a pesquisadora que liderou o estudo, Anne Vinggaard Christensen, do Hospital Universitário de Copenhague, na Dinamarca.

A pesquisa conduzida por Christensen se debruçou precisamente sobre se manter uma rede social de ligações pobre estaria associado com piores resultados em 13.463 pacientes com doença cardíaca isquêmica, arritmia, insuficiência cardíaca ou doença valvular cardíaca.

Foram cruzados dados de registros nacionais com os do inquérito DenHeart que pediu a pacientes que tiveram alta de cinco centros cardíacos dinamarqueses, entre abril de 2013 e abril de 2014, que respondessem a perguntas sobre sua saúde física e mental, e sobre seu estilo de vida, designadamente sobre o apoio social que tinham.

A variável do apoio social foi medida tendo em conta se viviam sozinhos ou não, e se sentiam-se sós, porque “as pessoas podem viver sozinhas, mas não se sentirem sós, enquanto outras coabitam (com outras), mas se sentem sozinhas”, explica Christensen.

“Sentir-se sozinho foi associado com piores resultados em todos os pacientes, independentemente do tipo de doença cardíaca, e mesmo depois de fazer ajustamentos para a idade, nível de educação, outras doenças, índice de massa corporal, tabaco e consumo de álcool”, afiançam os pesquisadores.

“A solidão foi associada com um risco de mortalidade duplicado nas mulheres, e quase dobrou o risco nos homens”, considera ainda o comunicado sobre o estudo.

Tanto homens quanto mulheres que se sentiam sozinhos tinham “três vezes mais probabilidade de relatar sintomas de ansiedade e depressão” e tinham “uma qualidade de vida significativamente inferior do que aqueles que não se sentiam sós”, constatam ainda os autores da pesquisa.

“A solidão é um forte indicador de morte prematura, pior saúde mental e menor qualidade de vida em pacientes com doença cardiovascular, e um indicador muito mais forte do que viver sozinho, tanto nos homens quanto nas mulheres”, conclui Christensen.

Isso pode ser explicado pelo fato de as pessoas que têm uma rede social de apoio menor terem tendência a piores hábitos de saúde, a terem menos propensão para o tratamento e a serem mais afetadas pelo estresse. Mas, apesar disso, a solidão por si só é um fator que piora a saúde, como constata a pesquisadora.

“Vivemos em um tempo em que a solidão está mais presente e os profissionais de saúde devem ter isso em conta quando avaliam o risco”, reforça Christensen, em alerta aos médicos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …