Sul-americanos representam 57% dos turistas estrangeiros no Brasil em 2016

Ricardo Stukert / Fotos Publicas

.

Sul-americanos foram os turistas estrangeiros que mais visitaram o Brasil em 2016. A conclusão é do Anuário Estatístico do Ministério do Turismo. Segundo o levantamento, divulgado ontem (3), dos 6,6 milhões de visitantes de outros países que vieram ao Brasil em 2016, 3,7 milhões saíram dos nossos países vizinhos.

De acordo com o levantamento, o volume de turistas internacionais registrado em 2016 foi recorde histórico e apresentou crescimento de 4,3% em relação a 2015. O resultado ocorreu no ano em que o Brasil sediou os jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

O continente sul-americano foi responsável por 56,7% desses turistas, seguido do europeu (24,4%) e do norte-americano (11,2%). Destaque para a Argentina, responsável pela emissão de 2,3 milhões desses viajantes, um crescimento de 10% em relação a 2015.

Turismo regional

Dos cinco países que mais enviaram turistas para o Brasil apenas um não integra o continente sul-americano: os Estados Unidos. O país enviou cerca de 570 mil turistas para o Brasil no ano passado, e ocupa o segundo lugar na lista, perdendo apenas para a Argentina.

A terceira colocação ficou com o Paraguai (316,7 mil), seguido do Chile (311,8 mil) e Uruguai (284,1 mil). O país europeu que mais contribuiu para a marca inédita de 6,6 milhões de estrangeiros foi a França, com 263,7 mil visitantes.

“Estamos investindo fortemente na melhoria da infraestrutura turística e qualificação profissional para recebermos cada vez melhor esses turistas. Nossa meta é colocar o Brasil em definitivo na prateleira dos grandes destinos mundiais e, para isso, devemos lançar em breve um conjunto de medidas para impulsionar a atividade no País”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O meio de transporte mais utilizado, por quem vem ao Brasil, foi o avião (4,4 milhões). Outros dois milhões de turistas preferiram chegar ao País pelas estradas. Ainda segundo o anuário, a via de acesso fluvial foi utilizada por 95,9 mil visitantes estrangeiros, seguido do meio náutico, que transportou 40,4 mil pessoas.

Rio 2016

Os meses de janeiro e fevereiro, no auge do verão brasileiro, foram os preferidos dos turistas, com 1,1 milhão e 810,5 mil dos visitantes, respectivamente. Apesar disso, os meses de agosto e setembro, período em que foram realizados os jogos olímpicos e paralímpicos Rio 2016, apresentaram uma movimentação bem acima do ano anterior.

Em agosto foram registradas as entradas de 542,9 mil estrangeiros, crescimento de 48% em relação ao ano anterior. Em setembro, o aumento foi de 74%, passando de 243,3 em 2015 para 422,2 em 2016.

No período olímpico, o Ministério do Turismo testou a iniciativa de dispensa de visto entre 1º de junho a 18 de setembro. Dos 163.104 turistas dessas quatro nacionalidades, que entraram no País nesse período, 74,06% usaram a dispensa do visto e mais de 85% disseram que a manutenção da isenção de vistos facilitaria um retorno ao Brasil.

Estes estrangeiros deixaram US$167,7 milhões na economia nacional, aproximadamente 8,68 vezes a mais que o valor que o Brasil deixou de arrecadar em taxas consulares.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Escolas de samba adiam desfile de Carnaval no Rio de Janeiro

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) decidiu adiar os desfiles das escolas de samba do grupo especial, que aconteceriam em fevereiro, devido à pandemia de covid-19. A decisão foi tomada, …

Governo brasileiro publica portaria sobre aborto retirando obrigatoriedade de informar polícia

Nova portaria publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial retira a obrigatoriedade de que a polícia seja avisada sobre a realização de abortos previstos em lei. O texto é assinado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. …

Asteroide passa ‘raspando’ pela Terra e chega mais perto de nós do que satélites de TV

Por pouco não tivemos a ‘visita‘ de um asteroide na manhã desta quinta-feira (24). O evento era, basicamente, a cereja do bolo do que está sendo o anos de 2020. Quase! O objeto, chamado de ‘2020 …

Sarcófago de 'supervisor dos tronos' é desenterrado no Egito

Um sarcófago de pedra calcária e várias estatuetas funerárias ushebti foram descobertas na cidade egípcia de Minya, por uma missão arqueológica do país, liderada por Mostafa al-Waziry, o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do …

Trump não se compromete com transferência pacífica de poder

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recusou-se a se comprometer com uma transferência pacífica de poder caso seja derrotado na eleição presidencial de 3 de novembro. "Vamos ver o que vai acontecer", disse Trump, ao …

TikTok impõe restrições em anúncios de emagrecimento para combater gordofobia

O TikTok anunciou nesta quarta-feira (23) uma série de novas regras que restringem a veiculação de anúncios de aplicativos e suprimentos de emagrecimento dentro da plataforma. Segundo o comunicado oficial da rede social, o objetivo das …

Volkswagen vai indenizar ex-trabalhadores que denunciaram ditadura militar no Brasil

A subsidiária da montadora alemã Volkswagen anunciou que vai indenizar ex-trabalhadores por violações de direitos humanos no Brasil. Como reconhecido pela própria empresa, seus serviços de segurança interna colaboraram com a ditadura militar brasileira …

Coreia do Sul acusa Norte de ter matado brutalmente um de seus funcionários desaparecido

A Coreia do Sul afirmou que um dos funcionários de seu Ministério dos Oceanos e Pesca foi morto e queimado após ter desaparecido durante o serviço no mar. O funcionário de 47 anos teria desaparecido nesta …

Pedaço de gelo quase do tamanho do Recife se descola da última plataforma do Ártico

Um pedaço de quase 110 quilômetros quadrados de gelo se desprendeu da última plataforma de gelo da Groenlândia, chamada de Nioghalvfjerdsfjorden ou 79N. A título de comparação, o tamanho da parte que se soltou equivale …

Blue Origin quer criar habitats espaciais comerciais já na década de 2020

Parece que a Blue Origin, empresa de Jeff Bezos focada em voos espaciais comerciais, está mesmo querendo entrar no novíssimo e vindouro mercado de habitats na órbita da Terra — e pode ter a NASA …