Tempestades de poeira podem explicar perda de água em Marte

Goddard Space Center / NASA

Fortes tempestades elevam as moléculas de água no ar do Planeta Vermelho, onde podem ser facilmente perdidas no espaço.

Cientistas procuram entender como as partículas de poeira, que geralmente preenchem a atmosfera, poderiam impactar os astronautas e seus equipamentos. E é por isso que pela primeira vez os humanos possuem oito naves espaciais orbitando Marte ou itinerantes em sua superfície.

Para os pesquisadores, as fortes tempestades de poeira, como a que eliminou a sonda Opportunity da NASA, podem ter contribuído para eliminar parte da água de Marte. O fato aconteceu em 2018, quando uma tempestade de poeira bloqueou a luz solar na superfície do planeta, evitando que a sonda recarregasse suas baterias por semanas.

As tempestades de poeira são comuns na superfície de Marte, especialmente na primavera e verão do Hemisfério Sul marciano, que ocorrem por dias e podem cobrir regiões do planeta do tamanho dos EUA. Entretanto, as tempestades que circundam o planeta são imprevisíveis e algumas vezes podem durar meses.

A NASA avistou as tempestades em ocasiões como em 1971 e posteriormente, em 1977, 1982, 1994, 2001, 2007 e 2018, sendo que a última foi a mais poderosa de todas.

Bilhões de anos atrás, Marte possuía uma atmosfera com muita água líquida, inclusive, deixando evidências de que lá havia rios, lagos e até mesmo oceanos, que cobriam aproximadamente 20% da superfície do planeta.

Marte perdeu sua barreira protetora, ou seja, o campo magnético, permitindo que as partículas solares removessem a maior parte de sua atmosfera, resultando na perda de capacidade de suportar água líquida, conforme publicação da NASA.

O cientista da NASA Geronimo Villanueva trabalhou com cientistas da ESA (Agência Espacial Europeia) e Roscosmos (Corporação Estatal de Atividades Espaciais da Rússia) para confirmar o poder das tempestades de poeira, que parecem elevar as moléculas de água a 80 quilômetros ou mais de sua altitude na superfície, onde o ar rarefeito e a radiação solar separam as moléculas de água em seus átomos constituintes de hidrogênio e oxigênio com facilidade.

“Quando você leva água para partes mais altas da atmosfera, ela evapora facilmente“, afirmou Geronimo Villanueva.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Manaus suspende campanha de vacinação contra covid-19

Segundo prefeitura, medida visa redefinir a prioridade dentro de grupo que deve receber primeiras doses. Paralisação temporária ocorre em meio a suspeitas de desvios do imunizante para parentes de empresários. A vacinação contra a covid-19 foi …

"Estupendamente grandes": cientistas descobrem buracos negros maiores que os supermassivos

Estudo sugere a possível existência de "buracos negros estupendamente grandes", ainda maiores do que os buracos negros supermassivos já observados no centro das galáxias. Os astrônomos já estudam há algum tempo os buracos negros supermassivos (SMBHs, …

União Europeia quer acelerar vacinação contra Covid-19 em todo o bloco

Líderes europeus se reúnem em videoconferência nesta quinta-feira (21) para discutir como acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19 nos países-membros. Na agenda, os dirigentes da União Europeia também devem debater a cooperação …

Britânico não pode entrar na Holanda com sanduíche e ouve: ‘Bem-vindo ao Brexit’

Um simples sanduíche de presunto, feito em casa e devidamente embrulhado em papel alumínio, foi motivo suficiente para que um motorista britânico fosse parado, interrogado e por fim perdesse o alimento na alfândega localizada na …

Inclinação de Saturno pode ser explicada pela migração de suas luas; entenda

Em um novo estudo, cientistas do French National Centre for Scientific Research (CNRS) e da Sorbonne University perceberam que a inclinação de Saturno pode ser causada pela influência da migração de suas luas — principalmente …

A verdade sobre as pessoas que "ouvem" os mortos: estudo

Cientistas identificaram os traços que podem tornar uma pessoa mais propensa a afirmar que ouve as vozes dos mortos. De acordo com novas pesquisas, uma predisposição a altos níveis de absorção em tarefas, experiências auditivas incomuns …

OMS diz não ter conhecimento de mortes relacionadas ao uso da vacina da Pfizer

A OMS não tem conhecimento de qualquer morte relacionada ao uso da vacina contra a COVID-19 produzida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech, disse hoje (20) a diretora-geral adjunta da organização, a brasileira Mariângela Simão. "Temos uma …

QAnon ganha cada vez mais força na Alemanha

O ataque ao Capitólio nos EUA ilustrou o perigo que teorias da conspiração podem representar. Na Alemanha, o movimento tem cada vez mais adeptos – que se mantêm fiéis ao agora ex-presidente americano Donald Trump. A …

Coronavírus em Manaus: "Meu irmão morreu de covid em hospital particular, e a conta é de R$ 180 mil"

A tragédia familiar vivida pelo advogado Amaury Andreoletti ilustra o impacto emocional e também financeiro do colapso no sistema de saúde de Manaus (AM). Andreoletti, que chegou a ficar quatro dias internado e se recuperou, viu …

Biden reverte medidas de Trump e volta ao Acordo do Clima de Paris; entidades comemoram

Horas depois de assumir a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu a promessa de reverter uma série de medidas tomadas pelo antecessor, Donald Trump. No total, foram 17 decretos assinados …