Tempestades de poeira podem explicar perda de água em Marte

Goddard Space Center / NASA

Fortes tempestades elevam as moléculas de água no ar do Planeta Vermelho, onde podem ser facilmente perdidas no espaço.

Cientistas procuram entender como as partículas de poeira, que geralmente preenchem a atmosfera, poderiam impactar os astronautas e seus equipamentos. E é por isso que pela primeira vez os humanos possuem oito naves espaciais orbitando Marte ou itinerantes em sua superfície.

Para os pesquisadores, as fortes tempestades de poeira, como a que eliminou a sonda Opportunity da NASA, podem ter contribuído para eliminar parte da água de Marte. O fato aconteceu em 2018, quando uma tempestade de poeira bloqueou a luz solar na superfície do planeta, evitando que a sonda recarregasse suas baterias por semanas.

As tempestades de poeira são comuns na superfície de Marte, especialmente na primavera e verão do Hemisfério Sul marciano, que ocorrem por dias e podem cobrir regiões do planeta do tamanho dos EUA. Entretanto, as tempestades que circundam o planeta são imprevisíveis e algumas vezes podem durar meses.

A NASA avistou as tempestades em ocasiões como em 1971 e posteriormente, em 1977, 1982, 1994, 2001, 2007 e 2018, sendo que a última foi a mais poderosa de todas.

Bilhões de anos atrás, Marte possuía uma atmosfera com muita água líquida, inclusive, deixando evidências de que lá havia rios, lagos e até mesmo oceanos, que cobriam aproximadamente 20% da superfície do planeta.

Marte perdeu sua barreira protetora, ou seja, o campo magnético, permitindo que as partículas solares removessem a maior parte de sua atmosfera, resultando na perda de capacidade de suportar água líquida, conforme publicação da NASA.

O cientista da NASA Geronimo Villanueva trabalhou com cientistas da ESA (Agência Espacial Europeia) e Roscosmos (Corporação Estatal de Atividades Espaciais da Rússia) para confirmar o poder das tempestades de poeira, que parecem elevar as moléculas de água a 80 quilômetros ou mais de sua altitude na superfície, onde o ar rarefeito e a radiação solar separam as moléculas de água em seus átomos constituintes de hidrogênio e oxigênio com facilidade.

“Quando você leva água para partes mais altas da atmosfera, ela evapora facilmente“, afirmou Geronimo Villanueva.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Suécia suspende investigações de estupro contra Julian Assange

Autoridades da Suécia anunciaram nesta terça-feira (19) que vão desistir das investigações de estupro contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks, que segue preso em Londres. Depois de terem sido suspensas em 2017, as investigações foram …

Novo mapa de Titã revela que a lua de Saturno é coberta por material orgânico

Cientistas montaram o primeiro mapa geológico global de Titã, uma das principais luas de Saturno, graças aos dados fornecidos pela sonda Hyugens — lançada em 1997 com a missão Cassini. Além de ser a única lua …

Desmatamento na Amazônia atinge maior nível desde 2008

Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o desmatamento da Floresta Amazônica cresceu 29,5% em comparação com os 12 meses anteriores. Ao todo, a floresta perdeu uma área de 9.762 km² (equivalente a sete …

Conheça a vodka feita de ‘nada’, produzida a partir de energia solar, água e CO2

Bebida originária da Europa Oriental, a vodka é um destilado que pode ser obtido a partir do arroz, cevada, milho, trigo, centeio e até ervas. E se a gente te contasse que um grupo de empreendedores …

EUA mudam posição histórica e afirmam que colônias de Israel não são ilegais

Os Estados Unidos afirmaram nesta segunda-feira (18) que não consideram mais os assentamentos de Israel na Cisjordânia ocupada uma quebra do direito internacional. A mudança foi anunciada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que …

Trump poderá depor no inquérito sobre seu impeachment na Câmara dos Representantes

O presidente Donald Trump anunciou nesta segunda-feira  que poderá testemunhar no comitê de investigação da Câmara dos Representantes, que avalia a possibilidade de pedir seu impeachment. O pedido foi feito pela líder dos democratas, Nancy …

Buraco negro supermassivo disparou estrela em altíssima velocidade

Há cerca de cinco milhões de anos uma estrela foi lançada do buraco negro supermassivo que fica no centro da Vial Láctea, Sagittarius A. Os cientistas imaginam que a velocidade inicial era de milhares de …

Ataque a tiros deixa mortos em festa de quintal na Califórnia

Quatro pessoas morreram e ao menos seis ficaram feridas neste domingo em um novo ataque com arma de fogo no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Familiares e amigos assistiam a um jogo de futebol no …

Jovem norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais para evitar suicídios

Ingebjørg Blindheim tem 22 anos e já ganhou o apelido de “salva-vidas”. A norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais buscando identificar usuários que possam estar próximo de cometer suicídio. Quando percebe uma situação de …

NASA pode ter encontrado pistas sobre Planeta X

O suposto Planeta X segue repleto de mistérios e a única coisa que se sabe é que há algum objeto grande e massivo na região do cinturão de Kuiper. O grande objeto estaria causando uma grande …