Terremoto na Nova Zelândia rachou o país em 6 pontos

Recente terremoto na Nova Zelândia levou à formação de seis novas falhas na zona norte da Ilha do Sul, mudando completamente o “equilíbrio” das forças tectônicas nesta parte do arquipélago.

“Parece que o terremoto elevou toda a costa norte da ilha, do cabo Campbell até os arredores da cidade de Kaikoura. As rochas da costa se moveram a uma distância significativa, cerca de um metro para cima e três para o lado”, diz Nikola Litchfield, geólogo da empresa GNS Science.

“Esta costa da Nova Zelândia é estruturada de forma extremamente difícil e agora estamos desesperadamente tentando descobrir se o terremoto libertou todos os pontos de tensão ou se ele criou novas fontes potenciais”, acrescenta Litchfield, citado pelo Live Science.

Na segunda-feira de manhã, a Ilha do Sul foi palco de um dos terremotos mais poderosos da sua história, que teve uma magnitude de 7,8 na escala de MMS e causou centenas de novos tremores, tsunamis, deslizamentos de terra e uma série de outros cataclismos.

Como resultado da tragédia, duas pessoas morreram e no norte da Ilha do Sul foi declarado estado de emergência relacionado com a destruição maciça de infraestrutura e entupimento de rios.

Os efeitos deste terremoto, ao contrário do desastre no Nepal, em abril do ano passado, que teve uma magnitude e mecanismo de natividade parecidos, foram poucos já que, no Nepal, mais de sete mil pessoas morreram e cerca de 6 mil nepaleses ficaram gravemente feridos.

Litchfield e vários outros geólogos sobrevoaram a ilha de helicóptero tentando avaliar a escala dos danos e descobrir como mudou a situação geológica no interior da Terra. Com a ajuda de fotos tiradas a uma grande altura da ponta norte da ilha, os pesquisadores compararam imagens de antes e depois do terremoto que atingiu a Ilha do Sul.

Verificou-se que esta série de abalos mudou fundamentalmente a estrutura do interior da Terra nesta parte da ilha.

De acordo com Litchfield, a ilha parecia desfigurada com seis novas “cicatrizes” — grandes falhas, quatro se deslocam para o mar e duas estão sobre a terra.

(dr) GNS Science

Um novo mapa revela as 6 "cicatrizes" do terremoto de dia 14 de novembro na Nova Zelândia

Um novo mapa revela as 6 “cicatrizes” do terremoto de dia 14 de novembro na Nova Zelândia

Em todas essas falhas, camadas de rochas se deslocaram em relação uma à outra por muitos centímetros, tanto para cima, quanto para baixo e também para os lados, mudando significativamente a forma de como as antigas “cicatrizes” tectônicas pressionavam umas contra as outras.

Agora, os cientistas estão explorando ativamente as novas falhas, tentando descobrir onde e quando o próximo terremoto pode ocorrer. Os geólogos estão planejando realizar uma expedição no mar perto da costa da Ilha do Sul, onde tencionam iluminar o fundo do Oceano Pacífico com a ajuda de sonares.

Os dados, que os cientistas esperam coletar, ajudarão a compreender o quão longe no mar seguem as quatro novas falhas e como elas afetam o “equilíbrio de forças” da quebra de Marlborough, localizada no centro da Nova Zelândia.

A quebra de Marlborough é um dos sistemas tectônicos mais complicados da Terra, onde as quatro grandes falhas são conectadas, ao longo das quais movem as placas tectônicas da Austrália e do Pacífico.

O estudo dos efeitos desse terremoto, como Litchfield espera, vai nos ajudar a entender como se comportará essa falha no futuro e qual ameaça ela representa para os moradores da Nova Zelândia.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …