“Luzes de terremoto” assustam Nova Zelândia (e ninguém sabe explicar o fenómeno)

CV YouTube

-

O terremoto de 7.8 que assolou a Nova Zelândia a 13 de Novembro causou duas mortes, muitos danos materiais e provocou também um estranho e inexplicável efeito secundário – uns misteriosos flashes de luz azul e verde que ninguém sabe explicar.

As chamadas “luzes de terremoto” que surgiram nos céus da Nova Zelândia na altura em que ocorreu o sismo que assolou a ilha do Pacífico esta semana assustaram e surpreenderam muitos dos locais, que se apressaram a filmar o fenómeno.

Estes flashes de luz misteriosos já se verificaram associados a outros sismos, noutros cantos do mundo, como por exemplo em Áquila, Itália, em 2009, e no terremoto de Sichuan, na China, em 2008.

Podem parecer “chamas crepitantes” saindo do chão, “relâmpagos, globos fantasmagóricos ou brilhos azuis e verdes”, conta o Live Science, que nota que só recentemente foram encaradas seriamente pelos sismólogos.

Existem várias teorias quanto à sua origem, não havendo nenhuma ideia consensual na comunidade científica.

E se há versões para todos os gostos, há até especulações de que são sinais de vida extraterrestre.

Em 2014, um estudo avançou com a ideia de que são causadas por propriedades elétricas de determinadas rochas em circunstâncias concretas.

“Quando a natureza pressiona certas rochas, são ativadas cargas elétricas, que funcionam como se se ligasse uma bateria na crosta da Terra“, explica o co-autor do estudo, Friedemann Freund, professor de Física e pesquisador de um dos centros de pesquisa da NASA, em declarações divulgadas pela revista National Geographic.

Assim, quando uma onda sísmica atinge estas rochas, são libertadas cargas elétricas das mesmas que “podem combinar e formar uma espécie de estado tipo plasma que pode viajar a muito altas velocidades e explodir na superfície, fazendo descargas elétricas no ar“, dizia ainda Freund.

O efeito colorido e misterioso no céu será, de acordo com esta tese, provocado por essas descargas.

Só o tempo e novas investigações vão dizer se esta é a explicação certa ou não, mas é seguro dizer que o fenómeno é muito raro e só ocorre em “0,5% dos terremotos”.

No estudo de Freund, fala-se ainda da ideia de que as “luzes de terremoto” podem aparecer várias semanas antes de grandes sismos ou já em plena manifestação dos mesmos.

O pesquisador salienta ainda que estes flashes poderiam vir a ser usados para prever sismos, mas até agora não há sinais claros, nem dados novos que confirmem que tal seja possível.

Ciberia

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …

Presidente russo Vladimir Putin anuncia registro de 1ª vacina contra COVID-19

Nesta terça-feira (11), o presidente Vladimir Putin anunciou o registro da primeira vacina russa contra a COVID-19. "Tanto quanto sei, nesta manhã foi registrada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra a COVID-19", disse o …

O planeta anão Ceres é um Oceano, afirmam cientistas

O planeta anão Ceres — há muito considerado uma estéril rocha espacial — é um mundo oceânico com reservatórios de água marinha sob sua superfície, descobriu uma grande missão de exploração que divulgou seus resultados …

Líder da oposição de Belarus deixa o país

Ministro da Lituânia afirma que Svetlana Tikhanovskaya "está em segurança” no país vizinho. Regime de Alexander Lukansheko, no poder desde 1994, vem reprimindo protestos que acusam governo de fraudar eleições. O ministro das Relações Exteriores da …