Trump anuncia fim das sanções contra a Turquia

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Decisão ocorre após governos turco e russo acertarem criação de “zona de segurança” no nordeste da Síria. Presidente americano diz que acordo é “um sucesso” e declara permanente o cessar-fogo na região.

O presidente Donald Trump anunciou nesta quarta-feira (23/10) que os Estados Unidos levantarão as sanções impostas contra a Turquia na semana passada em retaliação à ofensiva militar turca no norte da Síria. Ao anunciar o fim das medidas, Trump mencionou o cessar-fogo temporário ao longo da fronteira turca com a Síria, que disse considerar “um sucesso”.

“No início desta manhã, o governo da Turquia informou a meu governo que interromperia o combate e sua ofensiva na Síria e tornaria o cessar-fogo permanente“, disse ele em um discurso televisionado na Casa Branca.

Na noite de terça-feira, a Turquia anunciou que não retomaria a sua ofensiva militar contra as forças curdas. A trégua foi acertada junto com a Rússia e prevê ainda que a milícia curda Unidades de Proteção do Povo (YPG) deixe a fronteira entre a Síria e a Turquia em até 150 horas. Depois disso, militares russos e turcos patrulharão em conjunto uma faixa de dez quilômetros junto à fronteira.

“Portanto, instruí o Secretário do Tesouro a suspender todas as sanções impostas em 14 de outubro em resposta aos movimentos ofensivos originais da Turquia contra os curdos na região da fronteira nordeste da Síria”, acrescentou. “As sanções serão levantadas, a menos que aconteça algo com que não estejamos felizes.”

Trump disse ainda que um “pequeno número” de tropas americanas permanecerá nos campos de petróleo da Síria, apesar de uma retirada mais ampla dos americanos do país. “Nós garantimos o petróleo e, portanto, um pequeno número de tropas americanas permanecerá na área onde eles têm petróleo”, enfatizou.

“O anúncio de hoje valida nosso curso de ação com a Turquia, que apenas algumas semanas atrás foi desprezado, e agora as pessoas estão dizendo: uau, que ótimo resultado, parabéns”, acrescentou.

Trump sugeriu ainda que seu encontro com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, previsto para 13 de novembro na residência oficial em Washington, vai mesmo ocorrer. Em uma mensagem no Twitter, ele também disse que a criação de uma zona de segurança entre os turcos e curdos é um “sucesso”.

Grande sucesso na fronteira entre a Turquia e a Síria. A zona de segurança foi criada! O cessar-fogo foi respeitado, e as missões de combate terminaram”, escreveu.

A ofensiva turca foi desencadeada após o anúncio da retirada militar americana do nordeste sírio, que foi denunciada em diversos círculos internos e internacionais como um abandono dos curdos, que haviam sido aliados de Washington na luta contra o grupo jihadista “Estado Islâmico” (EI).

Após o início da ofensiva, os EUA desempenharam um papel por vezes contraditório. Trump expressou várias vezes desdém pelos seus antigos aliados, chegando a sugerir que os curdos deveriam procurar a ajuda do antigo imperador francês Napoleão Bonaparte.

Por outro lado, o governo americano impôs sanções contra três ministros de Erdogan, além de anunciar uma alta de até 50% sobre as tarifas de importação do aço produzido pela Turquia. A Casa Branca também chegou a fechar momentaneamente as portas para a negociação de um possível acordo comercial entre os dois países.

Apesar de as sanções terem sido levantadas nesta quarta-feira, o Congresso dos EUA segue debatendo um pacote de sanções contra a Turquia, e pode implantá-las mesmo que Trump não esteja de acordo.

A decisão de abandonar os curdos também teve impacto na política interna americana. Na semana passada, a Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou, por ampla maioria, uma resolução que condena a decisão de Trump de retirar as tropas americanas do norte da Síria.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Biden pedirá a americanos para usarem máscara por cem dias

Em entrevista à CNN, presidente eleito afirma que medida pode ajudar a reduzir números da pandemia e garante que Anthony Fauci continua como conselheiro-chefe de saúde em seu governo. O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, …

Taxas de mortalidade por câncer de pulmão têm redução acentuada a cada ano devido a novos tratamentos

As taxas de mortalidade do câncer de pulmão mais comum caíram drasticamente nos Estados Unidos nos últimos anos (desde os anos 1990 para homens e desde os anos 1980 para mulheres). A avaliação é de um …

'TikTok foi feito para ser viciante': o homem que investigou as entranhas do aplicativo

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e que já …

Vacinação contra COVID-19 será facultativa em Portugal; especialistas divergem sobre o tema

Portugal anunciou seu plano nacional de vacinação contra COVID-19 nesta quinta-feira (3). As vacinas serão distribuídas em 1.200 centros de saúde pública a partir de janeiro, de forma gratuita e facultativa. Especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil …

Nosso sistema solar será destruído antes do que pensávamos

Embora o solo sob nossos pés pareça sólido e reconfortante (na maioria das vezes), nada neste Universo dura para sempre. Um dia, nosso sol morrerá, ejetando uma grande proporção de sua massa antes que seu núcleo …

Mãe em Estocolmo não é mais suspeita de aprisionar filho

Promotores suecos estão retirando seu caso contra uma mulher acusada de prender o filho por vários anos. De acordo com as últimas informações, não há provas suficientes de que ele havia sido detido contra sua …

Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado

As observações astronômicas apontam para forças de "maré" e comportamento "canibal" de uma galáxia vizinha, que explicariam a escassez deste componente invisível. Se alguma galáxia é pobre em matéria escura, pode ser devido a uma interação …

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …