Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana.

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, por ampla maioria, uma resolução que condena a decisão do presidente Donald Trump de retirar as tropas americanas do norte da Síria.

A resolução é a primeira manifestação formal do Congresso à decisão de Trump, considerada pelos especialistas como o sinal verde de Washington à ofensiva militar lançada pela Turquia contra as milícias curdas no norte da Síria, que até pouco tempo atrás eram aliadas dos americanos.

A retirada ordenada por Trump vem sendo criticada tanto pela oposição democrata quanto por vários membros do Partido Republicano de Trump.

A Câmara “rejeita a decisão de acabar com certos esforços dos Estados Unidos para evitar operações militares turcas contras as forças curdas no nordeste da Síria”, assinala a resolução não vinculante, aprovada por 354 votos a 60. Entre os 197 deputados republicanos da Câmara, 129 votaram contra o presidente nesta quarta-feira.

O texto exorta o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, a “cessar imediatamente as ações militares unilaterais” na zona e defende a manutenção do apoio humanitário americano às comunidades curdas na Síria.

Pouco antes da votação, Trump minimizou a importância dos curdos aliados dos EUA na luta contra o Estado Islâmico (EI) avaliando que eles “não são anjos”.

O presidente ainda disse que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) é, provavelmente, uma “ameaça terrorista” maior que o Estado Islâmico, mas negou ter dado sinal verde a Erdogan para sua ofensiva.

Não lhe dei sinal verde. Quando alguém diz algo assim mente. Foi o contrário de um sinal verde. Para começar, quase já não tínhamos soldados lá. A maioria já tinha partido”, disse Trump, horas antes de o vice-presidente, Mike Pence, viajar à Turquia para tentar um cessar-fogo.

Trump decidiu enviar a Ancara Pence e o secretário de Estado, Mike Pompeo, para se encontrar com Erdogan nesta quinta e tentar convencê-lo a negociar um cessar-fogo.

Ainda nesta quarta-feira, a rede Fox News revelou o conteúdo de uma carta que Trump enviou para Erdogan na semana passada, pouco antes do início da ofensiva turca.

No documento, que tem uma linguagem pouco comum para um texto diplomático, Trump adverte Erdogan a não invadir o território curdo na Síria.”Vamos negociar um bom acordo. Você não quer ser o responsável por massacrar milhares de pessoas, e eu não quero ser responsável por destruir a economia turca”, disse Trump no documento. “Não seja um cara durão. Não seja um tolo.”

Na segunda-feira, o governo dos EUA anunciou sançõescontra três ministros turcos e afirmou que aumentará as tarifas ao aço da Turquia para 50%, além de ter fechado a porta para um acordo comercial entre os dois países.

Por enquanto, a Turquia vem ignorando as novas sanções dos Estados Unidos. O país tem prosseguido com sua ofensiva no norte da Síria. Do lado oposto, o exército do ditador Bashar al-Assad ocupou em uma das cidades mais disputadas do país, Manbij, com apoio da Rússia, preenchendo o vazio deixado pela retirada de tropas americanas. Segundo Moscou, os curdos permitiram que as tropas de al-Assad ocupassem a cidade.

Embora tenha sinalizado que pretende endurecer com Erdogan, Trump tem regularmente expressado desdém pelos seus ex-aliados curdos. Em uma mensagem no Twitter na terça-feira, ele chegou a sugerir que os curdos procurem a ajuda do antigo imperador francês Napoleão Bonaparte.

Qualquer um que queira ajudar a Síria a proteger os curdos está bem para mim, seja a Rússia, China ou Napoleão Bonaparte. Espero que fiquem bem, estamos a 12 mil quilômetros de distância!”, disse, no Twitter.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Este é o único restaurante possível em tempos de coronavírus

Um restaurante sueco encontrou uma maneira criativa de promover o isolamento social sem fechar as portas. No meio do campo, o estabelecimento serve apenas um cliente por vez em uma experiência que contrasta com opções …

'É cada vez mais difícil acreditar que Bolsonaro chegue ao final do mandato', vê historiador José Murilo de Carvalho

A gravidade da crise causada pelo novo coronavírus no Brasil ficou mais evidente quando o país atravessou pela primeira vez, na terça-feira (19/05), a barreira de mil mortes por covid-19 registradas em 24h, segundo dados …

Estudo indica razão bizarra para a existência de barba nos homens

Humanos são bastante diferentes dos outros grandes primatas no que se refere ao pelo corporal: de forma geral temos bem menos que eles, especialmente as mulheres. Os homens, por outro lado, conseguem produzir uma barba longa, …

EUA querem fechar brecha em regra que bloqueia fornecimento de chips para Huawei

Reguladores dos EUA querem fechar uma brecha na nova regra que bloqueia o fornecimento global de chips para a Huawei. Recentemente, a fabricante chinesa também teve a sua presença prorrogada por mais um ano na …

Objetos escondidos por prisioneiros são descobertos em Auschwitz

Talheres e outros itens encontrados num duto de chaminé de um dos blocos daquele que foi o maior campo de extermínio nazista podem revelar detalhes sobre a vida no local, onde mais de um milhão …

Troca de ministros é exemplo de 'simplificação da política' de Bolsonaro

Constantes mudanças de ministro feitas por Jair Bolsonaro têm "impacto político importante", mas "simplificação da política" praticada pelo presidente o "mantém no cargo", disse sociólogo à Sputnik Brasil. Para Dario Sousa e Silva, professor da Universidade …

Pinguins fazem tour exclusivo em museu fechado por causa do coronavírus

Por todo o mundo a pandemia do novo coronavírus e a quarentena fecharam as portas dos museus, deixando as obras de arte solitárias nos corredores esvaziados das instituições, que já há meses não recebem visitantes. Enquanto …

Esse pode ser o único sintoma de Covid-19 em alguns pacientes

De acordo com publicação da Universidade de Utah, o coronavírus pode causar conjuntivite em casos raros e não parece ser o único sintoma de Covid-19, sendo acompanhada de febre, tosse e falta de ar. Mas …

Spotify reforça ambição de expandir para além do streaming de música

O Spotify teve uma alta em suas ações nessa terça-feira (19), depois de anunciar que terá, com exclusividade, um dos maiores podcasters do mundo na sua plataforma. "The Joe Rogan Experience", um podcast no estilo …

Israel é alvo de ciberataques generalizados

Vários websites de Israel foram atingidos nesta quinta-feira (21) por um ataque cibernético coordenado, com suas páginas principais sendo substituídas por imagens da capital, Tel Aviv, e de outras cidades israelenses em chamas. De acordo com …