Véu islâmico para corrida à venda no site da Decathlon incendeia redes sociais na França

(cv) France 2

Runjab, o hijab para correr

Depois do burkini, o biquíni adaptado para uso das mulheres de credo islâmico, que causou furor no verão passado no sul da França, agora é a vez do hijab para running.

Isso mesmo, você leu direito: um véu islâmico em material sintético, o elastano, que “permite a evaporação do calor corporal durante a corrida” e a “adaptação a todo tipo de cabeças”.

O runjab vem em três tamanhos, P, M e G, e foi “testado por 20 mulheres que usam o véu e correm regularmente”. O anúncio causou polêmica e bate-boca entre personalidades nas redes sociais francesas, nesta terça-feira (26).

Primeiro, a Decathlon declarou que o produto, um hijab, véu islâmico, fabricado em material esportivo para corredoras, seria comercializado apenas no Marrocos, país de maioria muçulmana.

Mas com o anúncio estampado em seu site, disponível em todas as regiões da França, a marca teve que voltar atrás e admitiu nesta terça-feira, após uma reportagem do canal de televisão France 3, que o produto estava mesmo disponível para francesas em seu site.Foi o suficiente para dar início ao tsunami de reações nas redes sociais francesas.

“Decathlon também se submete ao #islamismo, que tolera mulheres apenas quando têm a cabeça coberta com um hijab para afirmar sua submissão aos homens. #Decathlon, portanto, nega os valores da nossa civilização no altar do mercado do marketing identitário”, declarou no Twitter a polêmica Lydia Guirous, porta-voz do partido de direita Os Republicanos, na França.

A marca respondeu à Guirous, também nas redes sociais: “Fique tranquila, não negamos nenhum dos nossos valores. Sempre fizemos tudo para tornar o esporte mais acessível em qualquer lugar do mundo. Esse hijab era uma necessidade de algumas praticantes de corrida, então respondemos a essa necessidade esportiva”, disse a loja, criando uma nova avalanche de acusações.

A Decathlon se lança na moda esportiva islâmica”, escreveu a porta-voz, que lançou até um comunicado oficial do partido, dizendo que “lamentar que as empresas francesas promovam a ideologia multicultural e sacrifiquem nossos valores no altar das considerações mercantis”.

Várias personalidades políticas da França se mobilizaram para criticar o véu islâmico para esportes nas redes sociais, alguns até pedindo um boicote à marca. “O esporte emancipa: ele não submete. Minha escolha de mulher e cidadã será não mais confiar em uma marca que rompa com nossos valores”, escreveu Aurore Bergé, porta-voz do partido A República em Marcha (LREM), do presidente francês Emmanuel Macron.

No canal de TV France 2, Nicolas Dupont-Aignan, presidente do partido de extrema-direita Débout la France (França de pé, em tradução livre), traçou um paralelo entre o “véu islâmico esportivo” com a situação das mulheres na Arábia Saudita.

“Eu tenho duas filhas e não quero que elas vivam em um país onde o lugar das mulheres na sociedade regride, como na Arábia Saudita. Peço um boicote da marca #Decathlon que comercializa este tipo de roupa! ”, declarou Dupont-Aignan.

Entrevistada nesta terça-feira (26) na rádio RTL, a ministra da Saúde, Agnès Buzyn, salientou que tal produto “não é proibido por lei. Mas é uma visão da mulher da qual eu não compartilho”.

“Como mulher é assim que entendo isso. Tudo o que pode levar à diferenciação de gênero me incomoda. Eu teria preferido que uma marca francesa não promovesse esse véu “, acrescentou. “Pessoalmente, não quero promover a diferenciação entre mulheres e homens”, afirmou a ministra francesa.

Vale lembrar que a marca norte-americana Nike já comercializa um véu islâmico para praticantes de esportes, em preto, cinza ou branco, a um preço de € 30. Já a Decathlon resolveu abaixar o preço para concorrer com a Nike: o acessório pode ser comprado por apenas € 8 no site francês.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Emaranhamento quântico é transmitido a drones separados por 1 km de distância

Fótons emaranhados foram transmitidos entre dois drones pairando a um quilômetro de distância um do outro, demonstrando tecnologia que poderia ser a base de uma internet quântica. Quando dois fótons são emaranhados quanticamente, você pode deduzir …

Joe Biden empossado 46.º Presidente dos EUA

Joe Biden tomou posse, esta quarta-feira, como Presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris foi empossada a primeira vice-presidente norte-americana. No seu discurso, Biden disse que "este é o dia da América, da democracia …

Covid-19: Brasil deve enfrentar pior fase da pandemia nas próximas semanas

Nos últimos dias, a pandemia no Brasil foi marcada por imagens de dor e de esperança. De um lado, a falta de oxigênio em Manaus mostrou a tragédia causada pela falta de coordenação contra a …

Após meses, Jack Ma reaparece publicamente via vídeo em evento no interior da China

Sem aparecer publicamente desde o fim de outubro de 2020, Jack Ma faz sua primeira aparição em evento de bem-estar social para professores em área rural da China. O bilionário cofundador do grupo Alibaba, gigante do …

Donald Trump perdoa Steve Bannon e outros aliados

Nas suas últimas horas no cargo, o presidente dos EUA concede perdão a vários aliados e também políticos condenados por corrupção. Entre os perdoados está seu ex-estrategista-chefe. O presidente dos EUA, Donald Trump, usou suas últimas …

Máscara com nariz de fora rende eliminação de exame e prisão de candidato

Um homem de 49 anos foi preso no Japão após se recusar a utilizar corretamente uma máscara facial durante um exame de admissão para faculdade. Ele foi desqualificado da prova e acabou tomando as notícias …

Esconderijo moedas de ouro medievais são descobertas em uma fazenda na Hungria

No século XVI, um ataque do Império Otomano pode ter levado húngaros em pânico a enterrar um estoque de valiosas moedas de prata e ouro. Agora, arqueólogos descobriram este tesouro enterrado em uma fazenda moderna …

Vacina covid-19. As respostas para as 10 perguntas mais procuradas sobre vacinação nas últimas 24 horas

A aprovação da CoronaVac (Sinovac/Instituto Butantan) e da CoviShield (FioCruz/Universidade de Oxford/AstraZeneca) representou um enorme avanço para conter a pandemia de covid-19, que já vitimou quase 210 mil brasileiros. Essas duas vacinas são as primeiras …

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação …

Sites de Apostas Legalizados no Brasil: fique atento

Com o crescimento dos sites de apostas esportivas, é preciso ficar atento a quais deles atuam de maneira legal no mercado e quais estão trabalhando ilegalmente. Infelizmente, os novatos no mundo das apostas podem acabar tendo …