Polêmicos anúncios da Saint Laurent na França são retirados

ysl / Instagram

-

Os polêmicos anúncios da marca Saint Laurent, que segundo críticos transmitiam uma imagem degradante da mulher, foram retirados, informou a Autoridade de Regulação Profissional da Publicidade (ARPP) da França à Agência Efe nesta sexta-feira.

A entidade havia solicitado na segunda-feira passada que a marca abandonasse essa campanha após o órgão independente Júri da Ética Publicitária ter recebido mais de cem reclamações.

Este último prevê divulgar veredicto sobre as imagens na segunda-feira, mas a ARPP pediu a retirada do material antes dessa sentença por considerar que as posturas das modelos “coincidem com a sensação de uma mulher objeto, sugerem uma ideia de submissão sexual, criam estereótipos sexistas e são suscetíveis de impactar a sensibilidade pública”.

Em um dos polêmicos anúncios, cuja divulgação coincidiu com a Semana da Moda de Paris, uma modelo com meia-calça quadriculada, casaco de pele e sapatos de salto com rodas, como se fossem patins, aparecia deitada no chão com as pernas dobradas abertas.

Em outro, uma jovem com as pernas esticadas, vestida com body e também usando saltos com rodas, repousava a parte superior do corpo inclinada em um banco.

Bravo, Yves Saint Laurent, pelas vossas campanhas misóginas. Muito bom gosto para celebrar o dia 8 de Março“, ironiza um utilizador no Twitter.

Para a ARPP, essas fotografias violavam “gravemente” as normas sobre a imagem e o respeito da pessoa contidas no Código de Regulações da Publicidade na França. Os cartazes, segundo explicou à agência Efe o diretor desse órgão, Stéphane Martin, foram retirados na noite da quarta-feira.

Martin não detalhou a duração original prevista da campanha nem se a retirada foi uma iniciativa própria da casa ou dos distribuidores, que foram aconselhados a levar em conta as reações do público e a falar com seu cliente “para mudar o ângulo” da ação.

As críticas se disseminaram pelas redes sociais e contaram com o reforço da ministra francesa dos Direitos da Mulher, Laurence Rossignol, que disse à emissora “France 2” que a campanha colocava a mulher em uma postura “humilhante” e mostrava modelos “quase anoréxicas”.

Esta não é a primeira vez que a Saint Laurent se envolve em polêmica por campanhas. Há dois anos, a autoridade reguladora britânica proibiu um anúncio da marca devido à extrema magreza de uma modelo.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …