Vida extraterrestre: empresa privada pode chegar a Saturno antes da NASA

NASA / JPL-Caltech

A NASA planeja enviar uma sonda a Encélado, uma lua natural de Saturno, dada a possibilidade de haver oceanos subterrâneos sob a sua crosta congelada – águas que poderiam ter temperaturas favoráveis à existência de algum tipo de vida. Mas uma empresa privada pode chegar a Encélado antes da NASA.

Se realmente for confirmada a existência de vida em Encélado, será algo à escala microbiana. Mas descobrir e confirmar a existência de vida fora da Terra seria um marco sem precedentes na história do Universo.

Desde os tempos do SETI, programa lançado nos anos 80, e das sondas gêmeas Voyager, que a NASA procura sinais de vida extraterrestre – e inúmeras missões da agência espacial norte-americana têm procurado desde então algum indício que nos permita descobrir se estamos ou não sozinhos no Universo.

Mas uma companhia privada poderá começar a procura por vida em Encélado antes mesmo da NASA: a Breakthrough Prize, fundação lançada em 2015 pelo milionário russo Yuri Milner, com a ajuda do astrofísico Stephen Hawking e do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, com o objetivo de procurar vida extraterrestre.

No ano passado, a fundação anunciou planos para construir a Breakthrough Starshot, um pequena nave espacial capaz de chegar a Alpha Centauri, a estrela mais próxima do Sistema Solar.

A Breakthrough Prize parece agora ter virado as atenções para Encélado, e sua abordagem na busca de sinais de vida no satélite de Saturno é um pouco diferente do que a NASA quer fazer.

Enquanto os projetos da NASA consideram a possibilidade de se perfurar a superfície do satélite até que as sondas atinjam a camada oceânica, o projeto de Milner irá analisar apenas o conteúdo da água “cuspida” para o espaço pelos gêiseres recentemente descobertos na superfície do satélite.

Em 2015, dados da sonda Cassini, da NASA, revelaram a presença de moléculas de hidrogênio no líquido expelido por estes gêiseres, e isso poderia ser um sinal de que as águas de Encélado seriam favoráveis à existência da vida como a conhecemos.

Tudo indica que a agência espacial norte-americana não conseguirá chegar à lua de Saturno na próxima década – caso em que o projeto de Yuri Milner poderia desbravar o caminho e ajudar a NASA em missões posteriores.

No entanto, a Breakthrough Prize ainda estuda a viabilidade do ambicioso projeto, e não descarta desenvolvê-lo mesmo em parceria com agências espaciais governamentais, como a NASA e a europeia ESA.

Porque, por muito grande que seja a fortuna dos milionários envolvidos, o tamanho do Universo a explorar à procura de vida é muito maior – até mesmo infinito, dizem.

Ciberia // CanalTech / ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É muito engraçada a ideia de que tudo que se conhece – e se pode conhecer – sobre o universo viria da NASA. Somente 1 fonte de informação. Se pode dizer qualquer coisa que 7 bilhões engolem com farinha….patético

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …