Cientistas vão procurar vida extraterrestre na sexta maior lua de Saturno

JPL-Caltech / NASA

Esquema em camadas de Encélado com um oceano em profundidade e gêiseres a expelir material rico em minerais

Um grupo de cientistas irá utilizar uma técnica chamada microscopia holográfica digital, que usa lasers para gravar imagens tridimensionais, para detectar micróbios extraterrestres na sexta maior lua de Saturno.

Segundo a Caltech, nenhuma sonda desde o programa Viking da NASA, no final da década de 1970, procurou explicitamente a vida extraterrestre. Em vez disso, o foco tem sido encontrar água.

Encélado tem muita água, mas, mesmo que a vida exista de alguma forma microbiana, a dificuldade para os cientistas da Terra é identificar esses micróbios a 790 milhões de quilômetros de distância.

“É mais difícil distinguir entre um micróbio e um pedaço de pó do que pensávamos. É preciso diferenciar o movimento browniano, que é o movimento aleatório da matéria e o movimento intencional e autodirigido de um organismo vivo”, revelou Jay Nadeau, professora de pesquisa de Engenharia Médica e Aeroespacial.

Encélado é a sexta maior lua de Saturno, e é 100 mil vezes menos maciço do que a Terra, tendo uma velocidade de escape – a velocidade mínima necessária para que um objeto escape da superfície – de apenas 239 metros por segundo, quando essa mesma velocidade na Terra é de 11 mil metros por segundo.

A velocidade de escape minúscula de Encélado permite um fenômeno estranho: são expulsos vários gêiseres enormes, que ventilam o vapor de água através de fendas na superfície congelada da lua.

Desde que a sonda de Saturno Cassini voou perto de Encélado em 2005, os cientistas observaram mais de uma centena de gêiseres e afirmam que a água é usada para reabastecer o anel E de Saturno que, de outra forma, iria se dissipar rapidamente. Esta informação fez com que a NASA descrevesse Encélado como um “mundo oceânico” que poderia ter os ingredientes necessários para a vida.

Agora, para estudar o movimento de potenciais micróbios no sexto maior satélite natural de Saturno, Nadeau irá utilizar um instrumento chamado microscópio holográfico digital que foi modificado especificamente para a astrobiologia, revela o estudo publicado na Astrobiology.

Na microscopia holográfica digital, um objeto é iluminado com um laser e a luz que salta do objeto e regressa ao detector é medida. Esta luz dispersa contém informações sobre a amplitude da luz dispersa e sobre a sua fase, uma propriedade que pode ser usada para indicar quão longe a luz viajou após a dispersão.

Com esta informação, os especialistas poderão conseguir reconstruir em um computador uma imagem 3D de Encélado. “O microscópio holográfico digital nos permite ver e acompanhar até os mais minúsculos movimentos”, diz Nadeau.

Além disso, ao marcar os potenciais micróbios com corantes fluorescentes que se ligam a grandes classes de moléculas que provavelmente seriam indicadores de proteínas, açúcares, lipídios e ácidos nucleicos, os cientistas poderão descobrir “do que os micróbios são feitos”.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese …

Coronavírus empurra Cuba de volta à crise

Apesar de a covid-19 estar sob controle no país, os problemas econômicos têm se agravado, e a já difícil situação de abastecimento se torna mais crítica. Segundo semestre deve ser ainda pior na ilha caribenha. Cuba …

Boicote ao Facebook: como a debandada de grandes anunciantes pode afetar sobrevivência da rede social

Boicotes podem ser extremamente eficazes: é o que o Facebook está descobrindo. No final do século 18, o movimento abolicionista encorajou o povo britânico a ficar longe de bens produzidos pelos escravos. Funcionou. Cerca de 300 …

Cientista conta quais formas de vida os humanos podem encontrar em Marte

A humanidade tem cada vez mais chances de conhecer outras formas de vida, conforme desenvolve suas capacidades de exploração espacial. Em Marte, poderemos encontrar organismos introduzidos por veículos espaciais e modificados sob influência das condições no …

O coronavírus do ocidente é uma versão mais perigosa do que a original

Esforços são realizados para identificar se o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, passou por mutações em relação ao primeiro identificado em Wuhan, na China, em dezembro do ano passado. Em abril, um estudo não revisado pelos …

Missão indiana levará sonda para investigar efeitos do vento solar em Vênus

Em 2005, o Instituto Sueco de Física Espacial (IRF) enviou à órbita de Vênus a sonda ASPERA-4, através da missão Venus Express, da agência espacial europeia ESA. A sonda estudou o planeta até 2014, medindo …

O mistério das centenas de elefantes encontrados mortos em Botsuana

A morte “totalmente sem precedentes” de centenas de elefantes em Botsuana nos últimos meses está cercada de mistério. O biólogo e ativista Niall McCann afirmou que colegas no país do sul da África identificaram mais de …

Coronavírus na Coreia do Norte: Kim Jong-un declara 'sucesso brilhante' no combate à pandemia e zero casos

O líder norte-coreano Kim Jong-un elogiou o "sucesso brilhante" de seu país ao enfrentar a pandemia de covid-19, segundo a agência de notícias estatal KCNA. Falando em uma reunião do Politburo, Kim disse que o …

Bolsonaro veta uso obrigatório de máscaras em comércio, templos e repartições públicas

Presidente alegou que uso de máscaras em locais fechados pode ser classificado como "violação de domicílio" e vetou trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras para a população mais pobre. O presidente Jair Bolsonaro …

Novos hábitos devem fazer parte da vida das sociedades no pós-pandemia, dizem especialistas

Enquanto a vacina que poderá conter a disseminação do novo coronavírus não sai, o mundo seguirá lavando as mãos. exaustivamente, abusando do álcool gel (ou de desinfetantes poderosos), caprichando na limpeza de tudo o …