Vila na Nova Zelândia quer acabar com os gatos

As autoridades de Omaui, no sul da Nova Zelândia, querem erradicar os gatos da região para conseguirem proteger a biodiversidade local.

Os esforços da Nova Zelândia para proteger a biodiversidade estão indignando muitos donos de felinos. Depois de ter “declarado guerra” a criaturas como ratazanas e doninhas, agora as autoridades têm um novo alvo: os gatos.

De acordo com o Science Alert, que cita uma reportagem do New York Times, a ideia é que a medida, que ainda está em consulta pública, seja implementada na aldeia de Omaui, em Southland, no sul do país, habitada por 35 pessoas.

Apresentada na terça-feira (28), a proposta – que tem como alvo 72 predadores, incluindo gatos domésticos – faria com que, nos próximos seis meses, estes animais de estimação tenham que ser registrados, sendo também obrigatório que possuam microchips. Depois de o amigo felino morrer, o dono não estaria autorizado a substitui-lo por outro gato.

“Nós não odiamos gatos”, diz John Collins, do Omaui Landcare Charitable Trust, ao site Newshub, citado pelo jornal Público. “Mas esse não é o lugar ideal para eles”, acrescenta.

Como seria de se esperar, nem todos os residentes estão satisfeitos com a proposta, defendendo até que sem esse tipo de animal é que o problema dos roedores nas redondezas não terá fim.

“Não interessa quantos roedores apanho ou enveneno, vão continuar aparecendo mais e mais vindos do mato”, explica Nico Jarvis ao Otago Daily Times, uma residente de Omaui que tem três gatos e já começou uma petição para travar a proposta. “Se não posso ter um gato, quase não é saudável viver na minha casa”.

Jarvis acusa o conselho regional do ambiente de Southland, entidade responsável por esse plano, de se comportar como um “estado policial” e diz que a maioria da comunidade pensa que os benefícios que irá trazer para a vida selvagem da região serão insignificantes.

Ao mesmo jornal, John Collins, por sua vez, recorda que já viu pássaros nativos “feitos em pedaços” no jardim de casa. “A vida selvagem nativa está desaparecendo rapidamente por todo o país e lugares como este, onde as pessoas ainda desfrutam do som dos pássaros, já são provavelmente muito raros”, declara.

A Nova Zelândia tem a maior proporção de espécies ameaçadas no mundo, ao abrigar mais de 4 mil criaturas ameaçadas. Especialistas ambientais dizem que as raras espécies nativas do país têm sido aterrorizadas por invasores nos últimos 200 anos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …