YouTube é denunciado por coletar dados de crianças com fins comerciais

Um grupo de organizações de defesa das crianças apresentou nesta segunda-feira às autoridades dos Estados Unidos uma denúncia que exige que o Google seja punido pela coleta ilegal, com fins comerciais, de dados pessoais de crianças através do site YouTube.

A coalizão, formada por 23 grupos de defesa dos direitos das crianças, denunciou à Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) que o Google recolhe informações pessoais de menores de 13 anos – incluindo a localização, identificadores de dispositivo e números de telefone – e os rastreia sem consentimento.

“O Google, proprietário do YouTube, obtém lucros consideráveis recolhendo informações pessoais de crianças que usam o YouTube para seguir a pista do usuário ao longo do tempo”, escreveram os denunciantes na queixa formal, à qual a Agência Efe teve acesso.

O diretor-executivo do Centro para a Democracia Digital (CDD), Jeff Chester, que faz parte da coalizão, acusou o Google de coletar essas informações “sem primeiro proporcionar um aviso direto aos pais e obter seu consentimento”, tal como estabelece a Lei de Proteção da Privacidade Online para Crianças (COPPA, na sigla em inglês).

A demanda alega que o YouTube, utilizado nos EUA por cerca de 80% das crianças com entre 6 e 12 anos, segundo estudos recentes, usa esses dados para dirigir os anúncios aos menores através de sua plataforma e assim obter rendimentos econômicos.

“Está na hora de a Comissão Federal de Comércio responsabilizar o Google por sua coleta ilegal de dados e práticas propagandistas”, disse Chester no documento.

O motor de busca mais famoso da Internet se defendeu das acusações alegando que a plataforma YouTube é somente para maiores de 13 anos, uma justificativa que os denunciantes não veem com bons olhos.

“Durante anos, o Google renunciou à sua responsabilidade para com as crianças e as famílias ao afirmar que o YouTube, um site infestado de desenhos animados populares, canções e rimas infantis, não é para menores de 13 anos”, diz a denúncia.

De fato, o Google tem um aplicativo dedicado exclusivamente às crianças chamado “YouTube Kids” que foi lançado em 2015 e que foi desenvolvido para exibir conteúdo e anúncios apropriados às crianças.

“Assim como o Facebook, o Google concentrou seus enormes recursos para gerar lucros ao invés de proteger a privacidade“, denunciou Chester na nota divulgada através de seu site.

A demanda apresentada à FTC, de 59 páginas, indica que o YouTube “tem conhecimento real de que muitas crianças estão em sua rede, como comprovam as declarações públicas de seus executivos e a criação do aplicativo YouTube Kids”, entre outras.

“O Google tem a responsabilidade de cumprir com a COPPA e garantir que as crianças possam ver de forma segura os programas desenhados e promovidos para elas. Essas práticas apresentam sérias preocupações que justificam a atenção da FTC“, acrescentaram os querelantes.

Este escândalo tecnológico veio à tona um dia antes de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, comparecer ao Congresso para responder aos legisladores sobre o polêmico vazamento de dados de milhões de usuários da rede social para a firma de consultoria política Cambridge Analytica.

Nesse caso específico, o Facebook reconheceu seus erros e, desde então, Zuckerberg e outros diretores tiveram que prestar esclarecimentos à imprensa em várias ocasiões sobre mudanças futuras em suas políticas referentes à transparência e à privacidade dos usuários e em relação às chamadas “fake news” (notícias falsas em inglês).

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preso pai de família que vivia isolada na Holanda

Ex-membro de culto de 67 anos viveu quase uma década recluso, com os seis filhos, numa zona rural. Polícia suspeita privação de liberdade. Antes fora detido um austríaco, presumível locatário do sítio. Está detido o pai …

"É muito provável que haja verdadeiros análogos da Terra", afirma novo estudo

Um novo método de análise geoquímica de planetas distantes sugere que os muitos exoplanetas semelhantes à Terra podem existir fora do Sistema Solar, de acordo com pesquisa. Há um traço comum entre rochas de asteroides, ou …

Equipe 100% feminina vai para o espaço pela primeira vez na história da NASA

As astronautas norte-americanas Christina Koch e Jessica Meir deixaram juntas nesta sexta-feira (18) a Estação Espacial Internacional (ISS) para fazer um reparo de controladores de energia, marcando a primeira vez em seis décadas da história …

Tratamento para tuberculose é recorde, mas 3 milhões não têm acesso

Em 2018, o número de pessoas que receberam tratamento para a tuberculose bateu um recorde histórico em grande parte devido a uma melhor detecção e diagnóstico da doença. Em todo o mundo, sete milhões de pessoas …

"Blob": o que é a misteriosa criatura com 720 sexos e sem cérebro

Ele não tem boca, estômago, olhos, tampouco pode detectar ou digerir alimentos. Também não tem braços ou pernas, mas consegue se locomover — e, em um único dia, dobrar de tamanho. É capaz de aprender e …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

Desgaste político e crise entre clã Bolsonaro e PSL minam nomeação do filho do presidente, que dificilmente seria aprovada pelo Senado. Caso ocorre após batalha pela liderança da legenda na Câmara. O Palácio do Planalto decidiu …

EUA aplicam tarifas punitivas sobre produtos da UE

Após aval da OMC, entram em vigor aumentos tarifários de 10% e 25%, afetando 7,5 bilhões de dólares em produtos do bloco europeu. Bruxelas poderá retaliar com sanções. As autoridades de comércio dos Estados Unidos confirmaram …

Polícia libera filho do chefe do narcotráfico El Chapo depois de emboscada

Alvos de uma violenta represália dos narcotraficantes, os policiais mexicanos foram obrigados a soltar Ovidio Guzmán López, um dos filhos do célebre El Chapo, do cartel de Sinaloa, pouco depois de prendê-lo, nesta quinta-feira (17) …

Pesquisa identifica quais as preferências musicais em cada região do Brasil

Ainda que a cultura brasileira tenha o hábito de importar, no bom e no mal sentido, tudo que pode de países estrangeiros – em especial dos EUA e alguns países da Europa – na hora …

Estudo descobre que humanos têm capacidade de regeneração como a salamandra

Infelizmente, seres humanos não podem se dar ao luxo de perder nenhum pedacinho do corpo, porque todos são insubstituíveis. Ou talvez não. Um estudo da Universidade Duke (EUA) descobriu que somos muito melhores em regenerar cartilagem …