Depois de 10 tentativas, execução de condenado é suspensa nos EUA

(dv) ADOC

O advogado de Doyle Hamm, condenado à morte no Alabama, nos EUA, fala em “execução sangrenta, fracassada”: “Desistiram quando não conseguiram encontrar uma veia”.

Foram feitas mais de 10 tentativas durante duas horas e meia para a equipe médica encarregada de executar Doyle Hamm abortasse a sentença, depois de não terem encontrado uma veia para administrar a injeção letal.

De acordo com o Diário de Notícias, dias antes da execução, os advogados já tinham explicado que Doyle tinha câncer em fase terminal e um histórico de abuso de drogas que poderia comprometer as veias, o que resultaria em uma difícil execução.

Os advogados disseram ainda que o Alabama tentava acelerar um protocolo de execução especializado que aumentava as possibilidades de um procedimento defeituoso. O estado respondeu que sabia o que estava fazendo e que saberia lidar com a injeção letal.

Devido aos problemas em encontrar as veias de Hamm, o mandado de morte que tinha sido aplicado a ele expirou à meia-noite. Não foi divulgado se o Alabama pretende anunciar uma nova data para a execução.

Segundo a Reuters, os responsáveis do departamento prisional do Alabama não estiveram disponíveis para responder aos comentários do advogado de Hamm.

“Foi uma execução sangrenta e mal sucedida. Eles desistiram quando não conseguiram encontrar uma veia”, explicou Bernard Harcourt, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Colúmbia, que representa Hamm.

Doyle Hamm, de 61 anos, ficou com 12 feridas como resultado das abordagens sem sucesso, deixando para trás uma câmara de morte sangrenta. Segundo a descrição do advogado, o homem ficou com “cicatrizes nos tornozelos, na batata da perna e na virilha direita“, e está com “grandes hematomas” e um inchaço na virilha.

Hamm foi condenado por assassinar o recepcionista de um hotel durante um assalto em 1987, na cidade de Cullman, e passou mais de metade da sua vida no corredor da morte.

A injeção letal – que tem sido questionada nos 31 estados que aplicam a pena de morte, depois de outras execuções mal sucedidas no Oklahoma e no Arizona – é um procedimento de execução que consiste em aplicar por via intravenosa, e de forma contínua, uma quantidade letal de barbitúricos de ação rápida, combinados com produtos químicos que paralisam os músculos.

Segundo o Público, em 2014, Clayton Lockett, condenado à morte no estado do Oklahoma, levou 43 minutos para morrer de “um ataque cardíaco devastador”, como disseram seus advogados, depois de ter arrebentado a veia por onde foram injetados os químicos que o deveriam ter matado de forma “humana”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …