96% dos brasileiros falam mais do que devem e expõem dados na web

Nesta terça-feira (30), a Kaspersky Lab divulgou os resultados de uma pesquisa sobre o compartilhamento de informações e imagens por plataformas digitais. De acordo com a companhia, 96% dos brasileiros compartilham dados pessoais pela internet, sendo que 66% dos usuários publicam imagens de seus filhos e 45% vídeos e fotografias confidenciais de outras pessoas.

O estudo revela, ainda, que esses comportamentos são mais comuns entre os jovens, fazendo com que enormes quantidades de informações se tornem acessíveis para estranhos.

“O compartilhamento excessivo de dados pessoais com pessoas e empresas é um hábito realmente perigoso para entrar”, alertou Andrei Mochola, diretor de negócios e consumo da Kaspersky Lab.

“No mundo online de hoje, o compartilhamento de informações com outras pessoas nunca foi tão fácil e, de muitas maneiras, foi para isso que a internet foi criada, mas ao divulgar informações importantes e sensíveis com outras pessoas com o simples toque de um botão, você renuncia o controle sobre isso, porque você não pode ter certeza de onde esses dados estão indo, e como eles serão usados”, explicou.

“Os usuários estão literalmente colocando seus dados preciosos, e até mesmo os dispositivos que o armazenam, nas mãos de outros”, completou.

Conforme apontado pelo estudo, 49% dos usuários da web deixam suas informações públicas e 3% compartilham dados confidenciais com estranhos. Com isso, as pessoas ficam vulneráveis a roubos de identidade e prejuizos financeiros.

Acredite se quiser, 37% dos usuários expõem detalhes de pagamento, 35% de documentos pessoais e 30% de senhas.

Como se não bastasse, a pesquisa descobriu, ainda, que as pessoas estão não só compartilhando informações, mas também os próprios dispositivos que armazenam seus dados.

De acordo com a Kaspersky, 6% dos brasileiros deu acesso ao seu PIN para acessar o aparelho com um estranho e 22% das pessoas deixam seus dispositivos desbloqueados entre grupos de pessoas.

“Embora seja completamente irreal esperar que os usuários da Internet deixem de compartilhar fotos, detalhes pessoais e outras informações uns com os outros, pedimos às pessoas que pensem duas vezes antes de compartilhar informações importantes publicamente online”, disse Andrei Mochola.

“Também incentivamos todos os usuários da internet a implementar medidas de segurança para protegerem seus dados e sua privacidade, como o Kaspersky Internet Security multidispositivos, caso seus dispositivos ou dados acabem em mãos erradas”, finalizou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …