Agência europeia aprova vacina Pfizer/BioNtech; Europa quer começar vacinação no dia 27

PAHO / WHO

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou “sob condições” nesta segunda-feira a vacina contra a Covid-19 da Pfizer-BioNTech. Os países da União Europeia pretendem começar a imunização no dia 27 de dezembro.

“Eu estou feliz em anunciar que o comitê científico da EMA se reuniu hoje e foi favorável à autorização para a venda condicional na União Europeia da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech”, afirmou Emer Cooke, diretora geral da agência reguladora.

O anúncio da aprovação foi feito após uma reunião antecipada do Comitê de Medicamentos de Usos Humanos. O encontro estava previsto para 29 de dezembro, mas mudou de data após a pressão da Alemanha e de outros países europeus, que veem um aumento de casos de Covid-19 devido à chegada do inverno no Hemisfério Norte.

A Comissão Europeia deve agora aprovar esta decisão para dar início à campanha de vacinação em todo o bloco econômico, que conta quase 450 milhões de habitantes. A expectativa é de que as primeiras doses sejam aplicadas já no próximo domingo (27).

A vacina desenvolvida pela gigante americana Pfizer e a empresa alemã BioNTech demonstrou eficácia de 95% nos testes clínicos internacionais em que foram administradas duas doses com três semanas de intervalo.

O imunizante já está sendo administrado em outros países, como os Estados Unidos, Reino Unido e Israel, e centenas de milhares de pessoas já tomaram a vacina, com raros casos de reação alérgica.

Aprovação diante de nova linhagem do vírus

A aprovação é anunciada um dia após diversas nações europeias decidirem fechar suas fronteiras com o Reino Unido por conta da descoberta de uma nova linhagem de coronavírus que está circulando no país.

A variante do vírus poderia ser até 70% mais contagiosa, segundo afirmou o premiê britânico no último sábado.

A princípio, a vacina da Pfizer/BioNTech também funcionaria contra a Covid-19 desenvolvida a partir dessa nova mutação.

“Até o momento, não há qualquer prova sugerindo que a vacina não seja eficaz contra a nova linhagem”, garantiu a diretora da agência europeia Emer Cooke.

Demora para aprovação

Vários países reclamaram da lentidão do processo de decisão da agência europeia, incluindo Alemanha, Polônia e Hungria.

A agência europeia afirma ter feito uma “análise contínua” dos dados procedentes das análises dos laboratórios e testes clínicos à medida que eram enviados. Em um período normal, a agência só examina os dados após o envio de todas as informações.

A Pfizer/BioNTech apresentou no dia 1° de dezembro uma solicitação de autorização. Desde então, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá aprovaram o uso emergencial e iniciaram campanhas de vacinação.

Após antecipar a decisão para a primeira vacina contra a Covid-19, a agência também deverá tomar uma decisão antecipada em relação à vacina do laboratório Moderna, já aprovada nos Estados Unidos. O Comitê europeu deve se pronunciar sobre o imunizante na primeira semana de janeiro.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …