Agência Europeia de Medicamentos aprova uso da vacina da Moderna contra Covid-19

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou nesta quarta-feira (6) a vacina contra a Covid-19 da empresa farmacêutica americana Moderna. O imunizante se torna assim o segundo com uso autorizado na União Europeia (UE), após o produto da Pfizer-BioNTech.

“A EMA recomendou conceder uma autorização de comercialização condicional para a vacina contra Covid-19 da Moderna para prevenir a doença coronavírus 2019 em pessoas a partir dos 18 anos”, anunciou a agência com sede em Amsterdã em um comunicado. “Esta vacina nos proporciona outra ferramenta para superar a atual emergência”, disse a diretora-executiva da EMA, Emer Cooke, em nota.

A autorização para o uso da vacina da Moderna, anunciada menos de um mês após a aprovação do imunizante da Pfizer-BioNTech, ocorre em meio a críticas sobre a lentidão da campanha de vacinação na UE, muito distante do ritmo dos Estados Unidos, Reino Unido e Israel.

“Esta segunda recomendação de vacina ocorre apenas um ano depois de a OMS declarar a pandemia e é uma prova dos esforços e do compromisso de todos os envolvidos”, acrescentou Emer Cooke.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que a aprovação do imunizante da Moderna é “uma boa notícia para nossos esforços para levar mais vacinas contra a Covid-19 aos europeus”.

Vários países pressionaram a EMA para que autorizasse o quanto antes a vacina do laboratório americano, diante da propagação de uma nova variante do coronavírus e do aumento de casos da doença em toda Europa.

Mais fácil de estocar

A vacina da Moderna tem como vantagem o fato de poder ser estocada facilmente. O produto proposto pela Pfizer/BioNTech exige um armazenamento em condições bastante específicas e a uma temperatura de -70°C.

Já o da Moderna pode ser armazenado por até 30 dias em “um refrigerador médico ou doméstico”, cujas temperaturas costumam variar de 2°C a 8°C.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …

Suspeito de ataque na Noruega era fichado na polícia por radicalização

Convertido ao islã e conhecido da polícia, dinamarquês de 37 anos teria usado outras armas além de arco e flecha em ataque que matou cinco pessoas em Kongsberg. Ele está preso e reconheceu envolvimento no …