Aparente suicídio de Jeffrey Epstein suscita onda de desconfiança nos EUA

(h)

Foi suicídio ou assassinato? Para boa parte dos americanos, o suposto enforcamento do empresário Jeffrey Epstein foi forjado.

O magnata de 66 anos, amigo do presidente Donald Trump, aguardava por julgamento por abuso sexual de menores no Centro Correcional Metropolitano de Manhattan, onde foi encontrado morto no sábado (10).

“Acho que eles pensam que um país suficientemente idiota para eleger Trump é suficientemente estúpido para acreditar que Jeffrey Epstein cometeu suicídio. Ou não”, escreveu o cineasta americano Michael Moore em sua conta no Instagram.

O documentarista não é o único a duvidar da versão sobre o suicídio de Epstein. Diversas personalidades americanas se manifestam desde ontem sobre o suposto enforcamento.

“Se estivéssemos vivendo em um universo fantasioso e paranoico, eu suspeitaria do suicídio de Epstein, até mesmo se foi um verdadeiro suicídio. E querem saber? O caso Epstein mostra que estamos de fato vivendo em um universo fantasioso e paranoico”, escreveu no twitter o prêmio Nobel de economia Paul Krugman.

Nas redes sociais, centenas de publicações com hipóteses complotistas foram publicadas durante todo o fim de semana, acompanhada da hashtag #EpsteinMurder (assassinato de Epstein). Embora nada prove até o momento que o magnata não tenha se enforcado, o governo e o FBI iniciaram investigações imediatamente.

“Precisamos de repostas”

Políticos, funcionários da justiça e várias vítimas do empresário manifestaram surpresa por ele não estar sendo monitorado, duas semanas após uma tentativa fracassada de suicídio. “Precisamos de respostas. Muitas respostas”, tuitou a congressista democrata de Nova York Alexandria Ocasio-Cortez.

Já o senador Ben Sasse, do Estado do Nebraska, escreveu em carta aberta ao procurador-geral do país, William Barr, que “cabeças devem rolar” depois da morte de Epstein. Para o republicano, todos no Departamento de Justiça dos Estados Unidos sabiam que Epstein poderia se suicidar e “seus segredos obscuros não poderiam morrer com ele”.

Lisa Bloom, advogada de duas vítimas do magnata tuitou que, como Epstein não poderá ser condenado, as mulheres abusadas por ele nunca terão uma sensação de encerramento do caso. “Você roubou a grande ferramenta que precisávamos para seguir em frente com nossas vidas”, escreveu.

Mas o promotor federal de Manhattan, Geoffrey Berman, garantiu que, embora o aparente suicídio do empresário seja “outro obstáculo” para que suas vítimas obtenham justiça, o caso judicial vai continuar.

45 anos de prisão

Epstein, de 66 anos, era acusado de tráfico sexual de menores e de conspiração de tráfico de menores para explorá-los sexualmente – duas acusações passíveis de punição com um total de 45 anos de prisão.

Segundo a ata de acusação, ele teria levado menores de idade, algumas delas de 14 anos, para suas residências em Manhattan e Palm Beach, na Flórida, entre 2002 e 2005, pelo menos, “para participarem de atos sexuais com ele, depois dos quais lhes dava centenas de dólares em dinheiro”. “Também pagava algumas de suas vítimas para recrutarem mais meninas para serem abusadas”, apontou a acusação.

Os promotores alegaram que o magnata estava “consciente de que muitas das vítimas eram menores“, mas ele sempre negou as acusações. Antes de ser preso, um juiz federal rejeitou o pedido de liberdade condicional feito por sua defesa.

Os advogados do milionário propuseram que ele ficasse isolado em sua casa em Manhattan com um bracelete ou tornozeleira eletrônica, e com câmeras de vídeo que registrariam seus movimentos. A Justiça avaliou, porém, que Epstein representava um risco para a sociedade e poderia tentar fugir, já que tinha meios para isso.

O magnata, cujos amigos incluem o presidente Donald Trump, o ex-presidente Bill Clinton e o príncipe Andrew, da Grã-Bretanha, já havia sido condenado por pagar jovens por massagens sexuais.

Mas Epstein conseguiu evitar ser acusado criminalmente nestes casos, assinando um acordo controverso, no qual se declarava culpado do crime de solicitar prostituição a um menor e registrado como agressor sexual. Ele passou 13 meses em uma prisão, da qual poderia sair durante o dia e retornar à noite, antes de ser libertado, em 2009.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …