Ataque nuclear norte-coreano causaria, de imediato, 1,5 milhão de mortos

Um estudo divulgado na última semana pela 38 North, que analisa a situação na península da Coreia, calculou que um ataque nuclear norte-coreano contra Seul e Tóquio poderia causar a morte de mais de 2 milhões de pessoas.

Segundo o estudo divulgado pelo 38 North, no caso de a Coreia do Norte decidir lançar todo o seu arsenal nuclear sobre Seul e Tóquio, capitais dos seus “inimigos de estimação”, Coreia do Sul e Japão, haveria 2,1 milhões de mortos e 7,7 milhões de feridos em resultado direto dos impactos.

De acordo com o relatório do 38 North, gabinete de análise geopolítica da Johns Hopkins School of Advanced International Studies, nos Estados Unidos, há inúmeras variáveis e diversas combinações para levar em conta ao fazer uma estimativa do número de vítimas de um eventual ataque nuclear norte-coreano.

Para simplificar o estudo, a equipe de analistas da 38 North realizou simulações de computador com 7 locais de impacto das 20 a 25 ogivas nucleares que se estima que a Coreia do Norte tenha capacidade de montar em mísseis balísticos e detonar em território sul-coreano ou japonês.

Em qualquer das simulações, que tiveram em consideração a densidade populacional das cidades, o alcance das ogivas norte-coreanas e sua capacidade destrutiva, um ataque nuclear norte-coreano bem sucedido seria devastador.

Uma única ogiva nuclear norte-coreana que atinja uma das duas cidades, que se encontram entre as mais densamente povoadas do mundo, provocaria milhões de vítimas – e deixaria a cidade completamente arrasada.

De acordo com o estudo, 1,5 milhão de pessoas morreriam nos primeiros minutos após o impacto, enquanto ferimentos devastadores causariam em poucas horas a morte aos que não fossem vitimados pelo impacto das ogivas.

No caso extremo de impacto de uma ogiva de 250 quilotoneladas, as cidades de Seul e Incheon, com uma população combinada de 24 milhões de habitantes, teriam 783 mil mortos e 2,7 milhões de feridos.

Uma ogiva semelhante, detonada em Tóquio e Yokohama, cidades com uma população combinada de 37,9 milhões de habitantes, causaria de imediato 697 mil mortos e 2,4 milhões de feridos.

A Coreia do Norte lançou 98 mísseis balísticos desde 2011, entre os quais 19 este ano. Alguns dos mísseis foram testados com cargas, em testes da nova bomba H norte-coreana, e detonados no Oceano Pacífico.

Nem todos os mísseis norte-coreanos, famosos por explodirem frequentemente poucos segundos após o lançamento, falharam nos testes. E a porcentagem cada vez maior de lançamentos bem sucedidos causa preocupação aos os sul-coreanos e japoneses que não querem apostar a vida na supostamente duvidosa capacidade nuclear de Pyongyang.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …

Mais humanos estão evoluindo para ter três artérias nos braços; entenda porquê

Não se engane ao achar que o corpo humano não está em constante evolução. Pesquisadores australianos descobriram recentemente que o nosso organismo parece estar, aos poucos, desenvolvendo uma nova artéria no braço: a artéria mediana. Esse …

Tesla supera expectativas e apresenta quinto trimestre consecutivo de lucros

A Tesla divulgou nesta quarta-feira (21) seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre de 2020. E as notícias foram boas: além de apresentar lucros pelo quinto trimestre consecutivo, a montadora elétrica apresentou os três meses …

Bitcoin alcança valor máximo anual após anúncio do PayPal

Nesta quarta-feira (21), o PayPal anunciou que vai lançar um sistema que permite efetuar compras e vendas em moedas digitais. Nesta quarta-feira (21), o bitcoin alcançou seu valor máximo neste ano, acima de US$ 13.200 (R$ …

Papa Francisco defende união civil homossexual

Pela primeira vez desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, pontífice se manifesta a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. "Gays têm direito a ter família, são filhos de Deus", diz …

Obama faz campanha para Biden e tenta ganhar votos republicanos com evento drive-in na Pensilvânia

Em seu primeiro evento presencial do ano, o ex-presidente Barack Obama vai participar de uma campanha drive-in na noite desta quarta-feira (21) na Pensilvânia. A expectativa é que Obama conquiste eleitores negros no sul …