Austrália pode ser o primeiro país a eliminar o câncer do colo do útero

USACE Europe District / Flickr

A Austrália pode vir a ser o primeiro país a eliminar o câncer do colo do útero, de acordo com um novo estudo que mostra que o programa nacional de prevenção está tendo muito bons resultados.

Segundo o Science Alert, uma equipe de cientistas do Cancer Council NSW explica que, nos próximos dois anos, a incidência de câncer do colo do útero na Austrália será tão baixa, que será considerado um câncer raro.

De acordo com o estudo, publicado esta semana no The Lancet Public Health, isso significa ter apenas seis novos casos por 100 mil pessoas em um ano. Até 2028, a equipe prevê que a taxa irá cair ainda mais, para menos de quatro novos casos pelo mesmo número de pessoas.

Além disso, não será apenas o número de casos a diminuir. Se o país continuar apostando no seu programa nacional de prevenção, que está tendo muito bons resultados, em 2034 haverá menos de uma morte por 100 mil pessoas anualmente.

Essas previsões são conseguidas através de um modelo no qual os cientistas utilizaram dados reais para prever a incidência do câncer no país entre 2015 e 2100, baseando-se em vários cenários.

Os resultados são particularmente animadores, tendo em conta os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS): esse é o quarto tipo de câncer mais frequente entre as mulheres e tem ainda uma alta taxa de mortalidade.

A boa notícia é que o câncer do colo do útero não tem que ser uma doença mortal, uma vez que existem as ferramentas necessárias para o combate, como a vacina contra o Papiloma Humano (HPV), vírus contagioso transmitido sexualmente.

Em 1991, a Austrália começou a encorajar todas as mulheres sexualmente ativas a fazer o exame de Papanicolau a cada dois anos. A medida mais radical chegou em 2007, quando o país introduziu um programa de vacinação contra o HPV para jovens adolescentes que, por ser tão eficaz, se estendeu aos rapazes em 2013.

Resta saber se a OMS irá aceitar essa definição de câncer “totalmente eliminado” em 2028, ano em que a Austrália se propõe a erradicar a doença. De qualquer forma, o país já lidera o caminho.

“Independentemente de qual seja o patamar onde situemos a potencial eliminação do câncer, é provável que seja a Austrália o primeiro país a consegui-lo devido à nossa baixa incidência da doença e aos nossos fortes programas de prevenção”, disse à BBC Megan Smith, uma das pesquisadoras envolvidas no estudo.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …

Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha

O norte de Espanha foi palco de uma nova descoberta paleontológica. Foram encontrados ovos de 68 milhões de anos atrás, que podem conter embriões desses enormes répteis. José Manuel Gasca estava fazendo jogging um dia no …

Uma cidade brasileira pode ter atingido imunidade de grupo ao Covid-19 a um terrível custo

Um surto explosivo de COVID-19 em Manaus pode ter contaminado pessoas suficientes para que a imunidade coletiva tenha se manifestado, sugerem estudos iniciais. Exames de anticorpos mostram que até dois terços da população pode ter contraído …

O raro pedido de desculpas de Kim Jong-un pela morte de sul-coreano na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, divulgou um raro pedido de desculpas pessoal pelo assassinato de um cidadão sul-coreano, segundo o governo da Coreia do Sul. Kim disse a seu colega sul-coreano, Moon Jae-in, …

Esses são os preparativos finais para a NASA coletar amostras do asteroide Bennu

A NASA já iniciou a contagem regressiva para o grande momento da missão OSIRIS-REx: a coleta de amostras do asteroide Bennu, que acontecerá no dia 20 de outubro. Será uma manobra complicada para a sonda …

Trump volta a lançar dúvida sobre processo eleitoral nos EUA

Após recusar comprometimento com transição pacífica de poder, presidente americano diz não saber se é possível um pleito "honesto". Líder republicano no Senado diz que transferência de mandato presidencial será ordenada. O presidente dos EUA, Donald …

Criador do Novichok aponta falta de principais sintomas da substância em Navalny

Leonid Rink não considera convincente a evidência apresentada pela Alemanha sobre o alegado uso do Novichok contra o opositor russo, pois, se isso tivesse acontecido, os efeitos teriam sido diferentes. Podem ter sido encontrados vestígios de …

Este pode ser o 1º planeta descoberto em outra galáxia, a 23 milhões de anos-luz

Astrônomos encontraram um candidato a planeta localizado em outra galáxia, bem longe da Via Láctea, em uma região de intensa atividade caótica. Este mundo distante parece ser um pouco menor do que Saturno e orbita um …

EUA: Trump causa alvoroço ao recusar transição pacífica caso perca as eleições

Donald Trump tensionou a classe política nos Estados Unidos ao se recusar a garantir uma passagem pacífica do poder se perder a eleição presidencial dos Estados Unidos para Joe Biden, em 3 de novembro. Bastou uma …