Pessoas mais altas têm maior risco de desenvolver câncer

Pessoas altas têm um risco maior de desenvolver câncer porque têm mais células para que a doença se espalhe, informa um estudo internacional recente.

O estudo, publicado na quarta-feira passada nos Proceedings of Royal Society B, sugere que o risco de desenvolver diferentes tipos de câncer é mais provável em pessoas altas. Por quê? A resposta é simples: pessoas altas têm mais células e, portanto, maior probabilidade de essas células se tornarem cancerígenas.

A pesquisa, que aponta para as mesmas conclusões de estudos anteriores, indica que, para um aumento de 10 centímetros acima da média da altura usada como referência (1,70m para homens e 1,60m para mulheres), há um risco 10% maior de a pessoa em questão desenvolver câncer.

Os dados foram recolhidos através de quatro estudos de grande escala. cada estudo tinha, pelo menos, 10 mil casos de câncer para cada sexo, tendo sido analisados 18 tipos de câncer distintos.

Entre os 18 tipos de câncer analisados, quatro – no pâncreas, no esófago, no estômago e na boca/faringe – não mostraram nenhum tipo de aumento com a altura. Já no que diz respeito aos tumores específicos de cada sexo, apenas um – o câncer do colo do útero – mostrou não ter qualquer relação com a altura das pacientes.

No fundo, esclarecem os cientistas, as pessoas de maior estatura têm um maior risco de desenvolver melanoma porque têm uma proporção maior de células e mais pele do que pessoas de estatura média.

Leonard Nunney, da University of California Riverside e principal autor do estudo, disse à AFP que “isso significa que o risco extra que essas pessoas têm não pode ser reduzido”.

Apesar de a altura ser determinada pelos genes, Nunney adianta, porém, que o ambiente durante a infância também tem um efeito e, assim, um impacto associado ao risco de câncer.

O ambiente e os fatores genéticos atuam durante a infância e ambos têm um forte efeito sobre a altura adulta. Não há razão para acreditar que seus efeitos sobre o risco de câncer sejam diferentes, já que o vetor é o número de células”, esclareceu.

A obesidade é também apontada como um fator que aumenta o risco individual de câncer, mas entre a obesidade e a altura há uma diferença. A obesidade aumenta o tamanho das células, mas não cria muitas mais.

“Portanto, a causalidade de um aumento no risco de câncer relacionado à obesidade é diferente daquela do efeito da altura”, acrescenta o pesquisador.

Ainda assim, o cientista argumenta que as pessoas altas não devem ficar alarmadas porque a altura não é o único, nem sequer o principal fator para o desenvolvimento da doença. “O efeito é estatístico e relativamente pequeno para a maioria das pessoas.”

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Novo vírus infecto-contagioso explode na China e outros países já estão em alerta

O misterioso vírus que surgiu na China nos últimos dias de 2019 acaba de chegar aos Estados Unidos. As autoridades americanas confirmaram que um homem vindo da China está infectado com o vírus, que é …

Davos assiste choque entre Greta Thunberg e Trump sobre o clima

A 50ª edição do Fórum Econômico Mundial de Davos começou nesta terça-feira (21) na Suíça dominada pelos debates sobre as mudanças climáticas. Pelo segundo ano consecutivo, a jovem ativista sueca Greta Thunberg foi convidada a …

China proibirá plástico não biodegradável

País asiático quer reduzir o uso de produtos como talheres e sacolas descartáveis em 30% até 2025. Plano prevê proibições escalonadas em hotéis, restaurantes e serviços de entrega do comércio eletrônico em áreas urbanas. As autoridades …

Inteligência artificial está sendo usada para combater extinção de pinguins

Uma tecnologia de inteligência artificial está sendo determinante no combate à extinção de pinguins no mundo. A ferramenta está sendo utilizada pela Gramener, empresa membro Intel AI Builder, que, a partir de imagens de regiões …

Criaram um escape room baseado em La Casa de Papel

As empresas Fever Originals, Atresmedia e Enigma Exprés criaram um escape room na Espanha baseado em “La Casa de Papel“. Mais de 80 mil pessoas participaram da primeira temporada do desafio. Vestidos com os uniformes e …

Guaidó desafia proibição de deixar Venezuela e inicia giro internacional em busca de apoio

O opositor venezuelano Juan Guaidó voltou a desafiar a proibição de deixar o país. O autoproclamado presidente interino viajou para a Colômbia, antes de seguir para Bélgica e Suíça. Ele pretende participar do Fórum …

FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial

O Fundo Monetário Internacional reduziu nesta segunda-feira (20) sua expectativa de crescimento global para este ano. A instituição é mais otimista sobre a situação do Brasil, que deve crescer nos próximos anos. O FMI disse …

Harry diz estar triste por deixar deveres reais

O príncipe Harry falou neste domingo (19/01) de sua tristeza por ser obrigado a desistir de seus deveres reais em um acordo com a família real britânica, dizendo não haver outra opção se ele e …

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …