Áustria é condenada a pagar milhões por casa onde nasceu Adolf Hitler

Michael Kranewitter / Wikimedia

A casa onde nasceu Adolf Hitler, no nº 15 da Salzburger Vorstadt, em Braunau am Inn, Áustria

A Justiça austríaca ordenou o governo a pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6,3 milhões) para a dona da casa onde Adolf Hitler nasceu em uma disputa sobre a desapropriação do imóvel.

O tribunal do distrito de Ried im Innkreis decidiu que o Estado precisa “aumentar substancialmente” o valor que pagou pela casa, em Braunau, “levando em consideração o fato de que o prédio foi o local de nascimento de Adolf Hitler”, segundo o jornal local Oberösterreichische Nachrichten.

Em 2016, o governo desapropriou o prédio de três andares pelo preço de 310 mil euros. Desde então, a dona, Gerlinde Pommer, tem brigado na Justiça para ser compensada pela perda da propriedade.

O valor de 1,5 milhão de euros que ela conseguiu é exatamente o preço que seus advogados diziam que o prédio e o estacionamento em frente valiam. O governo da Áustria ainda não disse se pretende entrar com um recurso.

A disputa judicial começou há oito anos, quando Pommer encerrou um contrato de décadas com o Ministério do Interior para manter no local um abrigo para pessoas com deficiência.

Pommer rejeitou planos do governo para tornar o prédio mais acessível para cadeiras de rodas e depois recusou todas as ofertas do governo para comprá-lo. Um plano para tornar o local em um centro de refugiados em 2014 também acabou frustrado.

Após idas e vindas, o governo comprou o prédio por uma ordem de desapropriação, e a Justiça rejeitou a argumentação de Pommer de que isso violava seus direitos.

Mas a propriedade está “no limbo” desde então, porque as autoridades não conseguem decidir o que fazer com o edifício.

O ministro do Interior da época, Wolfgang Sobotka, disse ao jornal Die Presse que queria demolir a casa para que “nada mais sobrasse a não ser o porão” e construir no lugar uma instituição de caridade.

O objetivo é impedir neonazistas de peregrinarem ao local todo ano no aniversário de Hitler – o líder nazista nasceu ali em 1889. O problema é que a casa é protegida pelo Departamento de Patrimônio, com algumas partes construídas no século 17, e sua demolição é altamente controversa.

Alguns austríacos veem o plano de demoli-la como uma tentativa de apagar a ligação desconfortável do país com o nazismo.

Questões envolvendo o passado do país ganharam proeminência nos últimos anos graças ao sucesso eleitoral do Partido Liberdade, de extrema-direita, que é parte do governo de coalizão de Viena desde 2017.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …