Rover Curiosity descobre que Marte tinha um oásis há 3,5 bilhões de anos

NASA/JPL-Caltech/MSSS

Rede de rachaduras pode ter se formado a partir de camadas úmidas que se secaram há mais de 3 bilhões de anos.

O rover Curiosity, que vem explorando o Planeta Vermelho desde 2012, pode ter proporcionado uma nova descoberta fascinante: há 3,5 bilhões de anos, a região onde hoje existe a Cratera Gale possivelmente abrigava um verdadeiro oásis.

Na bacia de 150 quilômetros de largura, haveria naquela época riachos que transbordavam e depois se secavam, num ciclo que provavelmente se repetia muitas vezes ao longo de milhões de anos.

A nova descoberta foi documentada na revista Nature Geoscience, e também divulgada pela NASA em seu site oficial. Os autores do estudo entenderam que as rochas enriquecidas com sais minerais (descobertas pelo Curiosity) seriam evidências de lagoas rasas e salgadas, que passaram por muitos episódios de transbordamento e secagem. Então, esses depósitos servem como uma espécie de marca d’água do que aconteceu no passado.

A Cratera Gale é o que restou de um enorme impacto ocorrido em Marte há muito tempo, e os sedimentos transportados pela água e pelo vento acabaram preenchendo o chão da cratera, criando várias camadas.

Então, depois que o sedimento endureceu, o vento acabou esculpindo a rocha em camadas, criando o Monte Sharp, que hoje está sendo escalado pelo Curiosity. Cada camada da região revela uma era diferente da história marciana, oferecendo pistas sobre as mudanças ambientais sofridas pelo Planeta Vermelho no passado.

“Entender quando e como o clima do planeta começou a evoluir é uma peça de outro quebra-cabeça: quando e por quanto tempo Marte foi capaz de suportar vida microbiana na superfície?”, indaga William Rapin, da Caltech e principal autor do estudo.

O documento revela uma descrição dos sais encontrados em rochas sedimentares de 150 metros de altura, na região chamada Sutton Island, visitada pelo Curiosity em 2017. A equipe já sabia que tal área mostrava a ocorrência de períodos mais secos e intermitentes, mas os sais encontrados ali sugerem que a água da região era uma salmoura concentrada.

A NASA explica que “normalmente, quando um lago se seca completamente, ele deixa pilhas de cristais de sal puro para trás, mas os sais da Sutton Island são diferentes: por um lado, são sais minerais, não sal de mesa, mas eles também são misturados com sedimentos, sugerindo que eles se cristalizaram em um ambiente úmido — possivelmente logo abaixo de lagoas rasas e evaporantes, cheias de água salgada”.

E, considerando que a Terra e Marte seriam parecidos em seus primeiros “dias”, Rapin imaginou que a região de Sutton Island poderia ser parecida com os lagos salinos que encontramos no Altiplano Andino, aqui na América do Sul, onde córregos e rios que fluem a partir das montanhas para o platô árido agem de maneira semelhante ao que foi observado em Marte.

“Durante períodos mais secos, os lagos do Altiplano Andino se tornam mais rasos e alguns podem secar completamente, e o fato de estarem livres de vegetação os faz parecer um pouco com Marte”, diz Rapin.

Contudo, o martelo ainda não foi batido quanto à existência de antigos oásis em Marte: a investigação continua, o que deverá acontecer nos próximos anos de atividade do Curiosity.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …

Astrônomos descobrem as maiores estruturas giratórias conhecidas no universo

Tentáculos de galáxias com centenas de milhões de anos-luz de comprimento podem ser os maiores objetos giratórios do universo, um novo estudo descobriu. Corpos celestes muitas vezes giram, planetas, estrelas e galáxias. No entanto, aglomerados gigantes …

Facebook implementa software de IA capaz de detectar fotos e vídeos falsos

Os deepfakes são arquivos de mídia, incluindo fotos, vídeos e áudio, editados através de inteligência artificial (IA), que fornecem alto realismo e muitas vezes causam confusão após serem compartilhados nas redes sociais. Na quarta-feira (16), os …

China envia três astronautas para sua estação espacial

Grupo deverá ficar três meses no espaço e colocar em funcionamento o módulo central da estação espacial Tiangong. China não participa da ISS por decisão dos EUA. A primeira missão tripulada enviada pela China para a …

Putin “não quer Guerra Fria com EUA”, diz Biden após encontro com presidente russo

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta quarta-feira (16) de uma esperada reunião bilateral. O encontro realizado em Genebra acontece em um contexto de forte tensão entre …

Variante lambda do coronavírus: o que se sabe sobre mutação que se espalha pela América do Sul e preocupa OMS

Os vírus usam técnicas diferentes para continuar infectando as pessoas. E o caso da covid-19 não é exceção. As versões atuais da doença estão se espalhando muito mais facilmente do que a original, que surgiu na …

Embaixadores da Rússia e dos EUA "regressam ao trabalho", diz Putin após cúpula com Biden

A Rússia e os EUA acordaram o regresso de seus embaixadores, informou Vladimir Putin. Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse, após conversas com seu homólogo americano Joe Biden, que os embaixadores russo e norte-americano voltam …

Cientistas desvendam segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo

Biólogos descobriram os segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo: os musaranhos aquáticos. Usando amostras de DNA para construir uma árvore evolutiva, cientistas revelaram em um estudo recente que o comportamento destes mamíferos comedores de …

Pandemia, tufões e inundações agravaram crise alimentar na Coreia do Norte

O líder norte-coreano Kim Jong-Un admitiu que o país enfrenta uma "situação alimentar crítica", informou a mídia estatal nesta quarta-feira (16). A Coreia do Norte, cuja economia sofre com os reflexos de várias sanções …

Israel ataca Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários

Bombardeios israelenses miram alvos do Hamas, testando cessar-fogo acertado em maio após 11 dias de conflito com militantes palestinos. Marcha de nacionalistas judeus em Jerusalém elevou tensão. Israel bombardeou alvos do Hamas na Faixa de Gaza …