Bebida sagrada de tribos da Amazônia reduz risco de suicídio em pessoas com depressão “incurável”

Um estudo inédito do Imperial College London, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e da Universidade de São Paulo explorou o impacto da droga psicodélica ayahuasca nas taxas de suicídio e concluiu que a mistura pode ter um efeito positivo em pessoas com depressão grave que não têm respondido a outros tratamentos.

A ayahuasca é uma mistura de substâncias psicodélicas consumida por tribos indígenas da Amazônia há séculos. Um dos seus ingredientes é a poderosa droga dimetiltriptamina (DMT).

Uma vez que outros estudos já mostraram efeitos promissores de psicodélicos no tratamento de condições associadas ao suicídio, como depressão, os pesquisadores resolveram analisar que função a ayahuasca poderia ter no risco de suicídio.

Para isso, conduziram uma análise secundária dos dados de um estudo randomizado feito em 2019 e publicado na revista científica Psychological Medicine.

Nele, 29 indivíduos com depressão resistente a tratamentos e sem histórico de distúrbios psicóticos receberam uma dose de ayahuasca ou de placebo durante uma única sessão de terapia. Nenhum deles tinha provado um psicodélico antes. Um psiquiatra avaliou o risco de suicídio dos participantes antes da sessão, e depois de 1, 2 e 7 dias da sessão.

Os resultados do estudo indicam que a ayahuasca teve um efeito médio a grande na taxa de suicídio 7 dias após a intervenção no grupo que recebeu o tratamento, efeito que não visto no grupo do placebo. Apesar disso, os dados não são conclusivos porque podem não ser estatisticamente significativos.

“Nosso estudo é caracterizado por várias limitações importantes, incluindo um pequeno tamanho de amostra, exclusão de indivíduos que eram extremamente suicidas e acompanhamento de curto prazo (ou seja, 7 dias após a administração [de ayahuasca]). Por fim, será importante que pesquisas futuras usem amostras maiores, além de examinar a segurança e a eficácia da ayahuasca como uma intervenção para indivíduos com níveis agudos de suicídio”, afirmou Richard Zeifman, um dos autores do estudo.

Dado que a pesquisa não explorou o impacto direto da ayahuasca no suicídio, explicações alternativas para os resultados positivos são plausíveis. Contudo, os pesquisadores dizem que o tema merece atenção, uma vez que novas abordagens de prevenção do suicídio não necessárias.

Um artigo com os achados com publicado na revista científica Frontiers in Pharmacology.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …

O estudo que vacinará uma cidade inteira com a Coronavac

Serrana (SP), com 45 mil habitantes, se torna um dos laboratórios mundiais para analisar o coronavírus. Instituto Butantan quer avaliar impacto da imunização em massa na transmissão da covid-19. Wuhan é a cidade onde a pandemia …

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …