Braços dos polvos são capazes de tomar decisões sem passar pelos seus cérebros

Talvez você se lembre de quando os cientistas teorizaram (sem brincadeira) de que os polvos eram alienígenas. Isso por que sua evolução não se parece com a evolução de nenhum outro animal da Terra.

E as coisas acabaram de ficar ainda mais estranhas: os polvos mal precisam de um cérebro porque eles têm seus braços para fazer todo o trabalho por ele.

É isso mesmo que você leu: dois terços dos neurônios dos polvos são distribuídos por seus corpos, entre seus braços, e estes braços podem se comunicar uns com os outros e tomar decisões sem passar pelo cérebro. Foi isso que pesquisadores da Universidade de Washington, nos EUA, descobriram.

Os pesquisadores estudaram polvos-gigantes-do-Pacífico (Enteroctopus dofleini) e polvos-vermelhos (Octopus rubescens), nativos do Oceano Pacífico Norte.

Esses animais não possuem um sistema nervoso centralizado, como nós e os animais vertebrados. São 500 milhões de neurônios no total, sendo que cerca de 350 milhões ficam ao longo dos braços em “grupos” chamados de gânglios.

“Uma das grandes questões que temos é como um sistema nervoso distribuído funcionaria, especialmente quando se tenta fazer algo complicado, como se movimentar e encontrar comida em um complexo oceano. Há muitas questões abertas sobre como essas partes do sistema nervoso são conectadas umas às outras”, disse o neurocientista David Gire, da Universidade de Washington.

Para testar como os polvos reagiriam neuralmente a certas situações, os pesquisadores deram uma série de objetos aos animais, como rochas com textura, LEGOs e labirintos com comida dentro.

Em seguida, gravaram os movimentos para acompanhar o comportamento dos animais e registrar suas informações neurais, a fim de descobrir como a informação estava fluindo através do sistema nervoso, dependendo de como os seus braços estavam se movendo.

Por exemplo, se fosse em sincronia, isso sugeria controle centralizado. Se um braço se movesse sozinho, isso sugeria uma tomada de decisão independente.

Os cientistas concluíram que, quando os braços de um polvo recebem informações sensoriais e motoras de seu ambiente, os neurônios podem processá-las e iniciar uma ação sozinhos, sem que o cérebro precise fazer qualquer coisa.

“Você está vendo um monte de pequenas decisões sendo feitas por esses gânglios distribuídos, apenas observando o movimento do braço, então uma das primeiras coisas que estamos fazendo é tentar entender como esse movimento realmente se parece, de uma perspectiva computacional”, afirmou Gire.

“O que estamos vendo, mais do que foi visto no passado, é como as informações sensoriais estão sendo integradas nessa rede, enquanto o animal está tomando decisões complicadas”, acrescentou.

Os braços do polvo têm um anel neural que contorna o cérebro, e assim podem enviar informações um ao outro sem que o cérebro esteja ciente disso. Então, enquanto o cérebro não tem certeza de onde os braços estão no espaço, os braços sabem onde estão uns aos outros e isso permite que se coordenem durante ações como locomoção rastejante”, explicou o neurocientista Dominic Sivitilli, da Universidade de Washington.

Uma evidência desta habilidade de ficção científica dos polvos é que seus braços podem continuar a responder a estímulos mesmo depois de serem cortados e separados de um animal morto.

Logo, os cientistas consideram esses animais muito úteis para entender a inteligência na Terra. Veja só – procuramos tanto aliens pela galáxia inteira, enquanto eles estavam aqui debaixo de nossos narizes o tempo todo.

É um modelo alternativo para inteligência”, complementou Sivitilli. “Nos dá uma compreensão sobre a diversidade da cognição no mundo e, talvez, no universo”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …

Polícia do Rio perdeu imagens que poderiam identificar assassinos de Marielle

A Polícia Civil do Rio de Janeiro perdeu imagens do carro dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco gravadas no dia do homicídio, em 14 de março de 2018. A informação foi publicada neste domingo …

Protestos se espalham pela Catalunha após condenação de separatistas

Manifestantes bloqueiam principal aeroporto de Barcelona, além de ruas e uma via férrea, após nove líderes catalães serem condenados pela tentativa de independência da região. Confrontos com a polícia deixam feridos. A condenação de nove líderes …

Erdogan revela objetivos da operação turca na Síria

Nesta terça-feira (15), o presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que a operação militar no norte da Síria está progredindo com sucesso, tendo 1.000 km de território ao longo da fronteira sido libertados de terroristas. "Temos …

Cientista da NASA revela possível localização de vida extraterreste em Marte

Alfonso Davila, cientista da NASA, acredita que haja vida em Marte e afirma que a NASA elaborou um plano para realizar uma investigação do subsolo do planeta. O cientista também revela que há diversos desafios na …

Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens. Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem …

Enterros verdes: Paris inova e inaugura seu primeiro cemitério sustentável

O cemitério de Ivry-sur-Seine, no subúrbio de Paris, reservou uma área de 1.560 metros quadrados para enterros sustentáveis. A nova ala deverá ajudar a diminuir o impacto gerado pelos enterros tradicionais. A contaminação do solo e …

Microsoft quer levar internet a mais de 40 milhões de pessoas em 2022

A inicativa Airband, desenvolvida pela Microsoft, está sendo expandida com a meta de conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. Lançado em 2017, o programa visa o aprimoramento da internet …

Abandonados, curdos encontram em inimigo dos EUA um aliado

Regime sírio, um aliado russo, desloca tropas para a fronteira em apoio a milícias curdas, que estão sendo atacadas pela Turquia desde que perderam apoio de Trump. Nova aliança representa reviravolta no conflito. As Forças Armadas …