Brasil ultrapassa marca de mil mortes por covid-19 em 24 horas

País registra 1.179 óbitos em apenas um dia. Número de casos também tem recorde diário, com 17.408 novos registros da doença. Brasil já é o terceiro mais afetado pelo novo coronavírus, atrás apenas de EUA e Rússia.

O Brasil voltou a bater seu recorde de registro de mortes por covid-19 em um período de 24 horas. Nesta terça-feira (19/05), o país contabilizou 1.179 óbitos, elevando o total para 17.971, segundo o Ministério da Saúde.

No mundo, apenas os EUA, Reino Unido, China e França chegaram a contabilizar mais de mil mortos em um dia, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins. Espanha e Itália chegaram a registrar números próximos de mil por dia em março e abril.

O recorde anterior no Brasil havia sido de 881 mortes em 12 de maio, também uma terça-feira. Normalmente, esse dia da semana costuma concentrar mais óbitos com a inclusão de dados do fim de semana anterior. Na segunda-feira, o país havia registrado 674 óbitos.

Mais de 10 mil das 17.971 mortes foram contabilizadas em maio. O país registrou sua primeira morte por coronavírus em 17 de março.

O número de casos confirmados da doença também saltou de 254.220 para 271.628, com 17.408 novos registros nas últimas 24 horas – outro recorde diário. O país vem registrando mais de 10 mil novos casos por dia desde 8 de maio. Ainda segundo o ministério, 106.794 pessoas já se recuperaram.

Os números brasileiros, no entanto, provavelmente são bem mais altos. Entre os dez países com mais casos confirmados da doença, o Brasil é o que, proporcionalmente, menos testa a população.

O crescimento acentuado de mortes nos últimos dez dias já havia levado o país a ultrapassar a Bélgica em número de mortes e passar a ocupar a sexta posição entre os países com mais óbitos por covid-19, atrás apenas dos EUA, Reino Unido, Itália, Espanha e França.

Nesta terça-feira, dois estados brasileiros também bateram recordes diários no número de mortes. São Paulo registrou 324 novas mortes em um dia e ultrapassou a marca de 5 mil óbitos. No Rio de Janeiro, foram registradas 227 mortes – o estado já conta mais de 3 mil mortes pela doença.

Já o total de casos registrados nos últimos dias também levou o país passar a ocupar a terceira posição mundial em número de testes com resultados positivos, atrás apenas dos EUA e da Rússia.

O novo pico diário no número de mortes coincide com a ausência de um titular no Ministério da Saúde. O posto está vago desde a última sexta-feira, depois do pedido de demissão de Nelson Teich, que permaneceu apenas 27 dias no cargo. Desde então, o posto vem sendo ocupado interinamente pelo general Eduardo Pazuello, que já ocupava a função de número dois do ministério.

Teich pediu demissão por discordar do presidente Jair Bolsonaro, que vem minimizando a pandemia, atacando medidas de isolamento social e defendendo a adoção ampla da cloroquina no tratamento da covid-19 – mesmo sem estudos que atestem sua eficácia.

No dia 12 abril, o presidente chegou a afirmar que o vírus parecia “estar começando a ir embora”. Naquele dia, o país registrava 1.223 mortes. “Parece que está começando a ir embora a questão do vírus”, disse.

Há exatamente um mês, Bolsonaro participou em Brasília de um ato antidemocrático de apoiadores que pediam o fechamento do Congresso. Na ocasião, a presença do presidente provocou aglomerações. Naquele dia, o país registrava 2.462 mortes por covid-19. No dia seguinte, ao ser questionado por um jornalista sobre o número de mortes, o presidente disse “eu não sou coveiro, tá certo?”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …