‘Bridgerton’ abre debate sobre avó negra de rainha Elizabeth que Windsor prefere esconder

Facundo Arrizabalaga / EPA

A Rainha Isabel II de Inglaterra

Disponível desde dezembro de 2020, a série Bridgerton, da Netflix, apresentou uma intérprete negra para viver a rainha Charlotte (1744 – 1818), a avó da rainha Elizabeth (1900 – 2002).

Apesar da falta de consenso geral sobre a etnia da esposa de George III (1738 – 1820), o serviço de streaming resolveu seguir a ampla corrente acadêmica que defende a descendência africana da soberana britânica.

Versão que não conta com o consentimento público da Casa de Windsor — a dinastia que reina até hoje no Reino Unido —, as origens negras dos antepassados de Charlotte ainda dividem os especialistas sobre o tema. Contudo, retratos antigos mostram a pele um pouco mais escura e o cabelo encaracolado da rainha do século 18.

Interpretada pela atriz Golda Rosheuvel, de 49 anos, a rainha Charlotte não aparece nos romances da escritora Julia Quinn, nos quais a adaptação da Netflix foi baseada. Logo, a escolha de Golda foi consciente e acordada entre a autora o serviço de streaming.

A árvore genealógica da rainha Charlotte

Responsável pelo estudo mais detalhado sobre a árvore genealógica de Charlotte, o historiador norte-americano Mario de Valdés y Cocom iniciou as pesquisas sobre a história da rainha britânica em 1967.

A investigação do pesquisador rastreou antepassados de Charlotte até chegar em Margarita de Castro e Souza, uma aristocrata do século 15 que descenderia do filho ilegítimo do rei Alfonso III, de Portugal, com sua amante Ouruana.

Para muito acadêmicos, Ouruana, por sua vez, teria sido uma moura de raça negra, originária do norte da África. Entre outras provas que sustentam a teoria, pode-se destacar o termo utilizado por um médico real da época para descrever a aparência de Charlotte (hoje, considerado racista) como “mulata”.

Da mesma forma, um primeiro-ministro da época teria seguido os estereótipos discriminatórios ao escrever “seu nariz [de Charlotte] é muito largo, e seus lábios, muito grossos”.

Por outro lado, outros estudiosos acreditam que a distância geracional é tanta que seria praticamente impossível que Charlotte tivesse herdado esses traços. Caricaturas da época preservadas no Museu Britânico também não refletem qualquer indício que leve a crer que a rainha fosse parda.

Sophia Charlotte de Mecklenburg-Strelitz foi filha de um duque e uma princesa alemães e se tornou rainha da Grã-Bretanha e Irlanda aos 17 anos, logo depois de se casar com George III, em Londres, como escreve o site da Família Real.

De qualquer forma, não se pode deixar esquecer dos esforços de nações brancas e aristocratas em embranquecer sistematicamente personalidades não brancas em registros históricos, como retratos, desenhos e pinturas, tais quais as feitas para representar Charlotte na época.

Posicionamento da família real Windsor

Na única ocasião em que a realeza britânica se posicionou sobre o assunto, um porta-voz oficial afirmou que a questão sobre as origens étnicas de Charlotte estão “cercadas de rumores há anos e anos, e é um assunto para a História”.

Sophia Charlotte de Mecklenburg-Strelitz foi filha de um duque e uma princesa alemães e se tornou rainha da Grã-Bretanha e Irlanda aos 17 anos, logo depois de se casar com George III, em Londres, como escreve o site da Família Real.

A série Bridgerton se tornou motivo de milhares de comentários nas redes e sociais e teve a segunda temporada confirmada pela Netflix nesta quinta-feira, 21/01.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …

Governadores pedem a Bolsonaro maior esforço por vacinas

Em meio ao pior momento da epidemia de covid-19 no Brasil, os governadores de 14 estados brasileiros enviaram nesta quinta-feira (04/03) uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo um maior esforço para a compra de …

Nova Zelândia lança alerta de tsunami e ordena retirada de habitantes da costa nordeste

Um alerta de tsunami foi emitido após um forte terremoto de magnitude 7,8 nas remotas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia, no oceano Pacífico. As autoridades determinaram a retirada de todos os habitantes do litoral …

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …

Afrouxar uso de máscaras é "pensamento neandertal", diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quarta-feira (03/03) a decisão dos estados do Texas e do Mississippi de suspender a obrigatoriedade do uso máscaras para conter a propagação do coronavírus. O democrata …

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre igualdade de gênero

A partir de março e 2021 quem quiser tirar carteira de habilitação na Argentina terá de estudar mais do que somente as leis de trânsito, o funcionamento do automóvel e a própria condução de um …

ONGs denunciam grupo Casino na Justiça francesa por desmatamento na Amazônia

Organizações de defesa do meio ambiente e dos povos indígenas denunciaram nessa quarta-feira (3) o grupo Casino na Justiça francesa. A empresa é acusada de responsabilidade no desmatamento da Amazônia através da venda de …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …