Caso de violência doméstica denunciado com vídeo nas redes sociais choca o Peru

Arrastada pela rua pelo companheiro, em plena luz do dia, a jovem Micaela de Osma se tornou o trágico símbolo da violência contra as mulheres no Peru. Tudo porque seu caso foi registrado em vídeo e divulgado nas redes sociais.

A violência contra as mulheres é um tema recorrente no Peru, mas o caso de Micaela de Osma, de 23 anos, está chocando particularmente o país porque foi filmado por uma vizinha e divulgado nas redes sociais.

As imagens mostram a jovem sendo arrastada pelo parceiro no meio da rua, em plena luz do dia, no bairro de Miraflores na capital peruana, Lima. Trata-se de um bairro onde vivem pessoas de classe alta, o que torna o caso ainda mais midiático.

Micaela de Osma apresentou queixa contra o namorado, o que é mais um dado peculiar, já que, na maioria dos casos, as mulheres não recorrem à polícia por medo dos agressores.

Ela contou que, antes de ser arrastada pela rua, o namorado a ameaçou com uma faca, durante uma crise de ciúmes, porque queria que ela lhe desse a senha do seu celular, segundo relata a BBC.

Micaela ainda conseguiu fugir, mas ele a alcançou e a arrastou pela calçada de volta ao apartamento onde viviam.

Martín Forsyth, de 29 anos, acabou preso no mesmo dia da agressão e foi acusado de tentativa de feminicídio. Mas ficou detido por apenas 48 horas, o máximo permitido por lei para este tipo de caso, refere a BBC Mundo.

O jornal peruano La República apurou que Martín Forsyth já tinha se envolvido em outra agressão a Micaela de Osma, na rua, em 2015, em uma situação que levou à chamada da polícia. Mas, na época, como manifestou arrependimento, não foi alvo de qualquer sanção.

Jornalista acusa comentarista de agressões

O caso de Micaela de Osma gerou uma onda de indignação no Peru e a ministra da Mulher e dos Povos Vulneráveis (MIMP), Ana María Choquehuanca, já pediu penas mais duras para os agressores, criticando a legislação atual.

O país vive mais dois casos midiáticos de violência contra mulheres. Um deles é o de uma jovem que ficou desfigurada depois de ter sido agredida pelo companheiro. O outro é protagonizado pela jornalista Lorena Álvarez que acusou o ex-companheiro, o comentarista econômico e reconhecido acadêmico Juan Mendoza, de agressões físicas e psicológicas.

Juan Mendoza nega as agressões que Lorena Álvarez revelou publicamente, e de forma muito emocionada, em uma entrevista televisiva.

Entretanto, o movimento “Ni una menos Perú” (“Nem uma a menos”), plataforma digital que recebe denúncias de violência contra mulheres e que as reporta às autoridades, já anunciou que vai organizar uma marcha contra a violência de gênero, no próximo dia 25 de novembro.

O movimento já organizou outras manifestações com o mesmo objetivo, no passado, com grande adesão da sociedade peruana.

Entre janeiro e junho de 2017, 59 mulheres foram assassinadas no Peru e 123 foram alvo de tentativas de homicídio. E mais de dois terços (68%) das mulheres peruanas foram alvo de algum tipo de violência física, psicológica ou sexual por parte dos parceiros, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatísticas peruano.

O Peru tem o terceiro maior índice de casos de violência sexual do mundo, sendo, em paralelo, o país da América Latina com a mais elevada taxa de abandono escolar por causa de gravidezes precoces.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …

Alemanha quer exigir de viajantes teste de covid-19 feito antes de embarque

Ministro da Saúde alemão defende que passageiros vindos de territórios de risco, incluindo o Brasil, apresentem exame negativo realizado em país de origem para entrar na Alemanha. O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, defendeu nesta …