Manu? “Você deve me chamar de senhor presidente ou senhor”, responde Macron a adolescente

presidenciaperu / Flickr

O presidente da França, Emmanuel Macron

“Tudo bem, Manu?”, perguntou um adolescente, durante uma cerimônia oficial em homenagem aos veteranos de guerra, em Paris. Macron não gostou e repreendeu o jovem pela linguagem informal.

Nesta segunda-feira (18) foi marcada por uma cerimônia em Paris, o 78º aniversário da chamada de resistência do General Charles de Gaulle, em Suresnes, perto de Paris, uma cerimônia oficial em homenagem aos veteranos de guerra.

Um dos adolescentes que assistia à comemoração se dirigiu a Emmanuel Macron, tratando-o por “Manu”, o diminutivo do primeiro nome do presidente francês. Macron não gostou, e deu um “sermão” ao jovem.

“Não, você não pode fazer isso. Você está em uma cerimônia oficial, se comporte como tal. Não seja estúpido, mas hoje é a La Marseillaise (hino francês). Me chame de senhor presidente da República ou senhor, certo?”, respondeu.

“No dia em que fizer uma revolução, obter primeiro um diploma e aprende a se sustentar. Só depois dará lições aos outros”, concluiu o presidente, saudando os jovens que participavam da cerimônia, informa o Observador.

Emmanuel Macron não se esqueceu da represália e falou sobre o acontecido no Twitter. Na rede social, o presidente afirmou que “o respeito é o mínimo na República, especialmente no dia 18 de junho, na presença dos companheiros da libertação”.

Depois do sermão, o jovem pediu desculpas ao presidente francês. Esta não é a primeira vez que Macron é flagrado pelas câmeras dando lições àqueles que o desafiam e o desrespeitam.

Durante a campanha presidencial, no ano passado, um trabalhador em greve o acusou de ser um homem de terno e não passar disso. “A melhor maneira de conseguir pagar um terno é arranjar um emprego“, respondeu Macron.

Ciberia // Reuters / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Já poderíamos ter ido a Marte (nos anos 60)

O popular astronauta Chris Hadfield diz que a tecnologia que nos levou à Lua e nos trouxe de volta na década de 60 poderia ter nos enviado também a Marte. O canadense Chris Hadfield foi astronauta …

Jeff Bezos se torna a pessoa mais rica da história moderna

O fundador e diretor executivo da Amazon, Jeff Bezos, acaba de se tornar o ser humano mais rico da história moderna. Com patrimônio líquido estimado em US$ 150 bilhões, Bezos chegou ao topo da lista de …

A obesidade não causa risco maior de morte

Acreditamos normalmente que a obesidade está ligada a problemas de saúde, mas aparentemente isso pode não ser exatamente verdade. Segundo um novo estudo, publicado semana passada na revista Clinical Obesity, ser obeso por si só não …

Argélia expulsa 390 pessoas (incluindo grávidas e crianças); e as envia para o deserto

Neste domingo (15), a Argélia expulsou 391 pessoas em condições precárias, incluindo crianças e grávidas, para o deserto do Níger. A Organização Internacional para as Migrações (OIM) indicou que as pessoas expulsas, oriundas de países da …

Presidente eleito do México quer cortar o próprio salário pela metade

Andres Manuel Lopez Obrador, o presidente eleito do México, disse que quer receber cerca de metade do salário que seu antecessor recebia, assim que assumir o cargo em dezembro. “O que nós queremos é que o …

Mais de 3,3 milhões de contribuintes recebem restituição do IR

O crédito bancário para mais de 3,3 milhões de contribuintes contemplados no segundo lote de restituições do Imposto de Renda é feito nesta segunda-feira (16). A consulta ao segundo lote foi aberta no último dia …

STF suspende resolução da ANS sobre coparticipação em planos de saúde

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, suspendeu temporariamente nesta segunda-feira (16) a Resolução Normativa 433, de 28 de junho de 2018, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) da Agência Nacional de …

Trump e Putin na Finlândia: "Nosso relacionamento nunca foi pior"

Os presidentes dos EUA e da Rússia realizam, nesta segunda-feira (16), em Helsinque, sua primeira cúpula bilateral, sob o espectro da ingerência russa nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016 e ainda da situação na Ucrânia …

Após 25 anos em queda, mortalidade infantil volta a subir no país

O índice de mortalidade infantil voltou a aumentar no Brasil, pela primeira vez, desde 1990. Segundo dados do Ministério da Saúde, a taxa de mortalidade de 2016 ficou em 14 óbitos infantis a cada mil …

Cinco meses de intervenção no Rio: chacinas aumentam e apreensão de arma diminui

O Observatório da Intervenção, do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes, divulgou nesta segunda-feira (16) um balanço dos cinco meses de intervenção federal no Rio de Janeiro. A conclusão? “Muito …