China constrói campos de refugiados na fronteira com a Coreia do Norte

United Nations / Flickr

Xi Jinping, o presidente da China

A China, que sempre defendeu uma solução pacífica para a crise da Coreia do Norte, pode estar se preparando para um eventual conflito militar ou para a queda do regime de Kim Jong-un. Isto numa altura em que surgem versões contraditórias quanto à estratégia dos EUA para o problema.

Vários órgãos de informação internacional afirmam que a China está construindo campos para refugiados próximo à fronteira com a Coreia do Norte. O jornal britânico The Guardian cita um “documento interno” de uma empresa de telecomunicações, contratada para instalar internet nos tais campos, que menciona, pelo menos, cinco instalações.

“Devido a tensões transfronteiriças, o comitê do partido comunista e o governo do estado de Changbai propuseram a instalação de cinco campos de refugiados no país”, refere o documento que teria circulado pela internet.

Oficialmente, a China não confirmou os dados, mas também não os desmentiu.

Analistas internacionais veem as movimentações chinesas como um possível sinal de que o país está se preparando para uma guerra, ou para a queda do regime de Kim Jong-un.

“As tensões estão altas na península coreana. Está à beira da guerra”, avisa o especialista na questão norte-coreana da Universidade Renmin, em Pequim, Cheng Xiaohe, citado pelo The Guardian. “Como uma grande potência e um país vizinho, a China deve fazer planos para todas as eventualidades”, diz também Xiaohe.

Nesta semana, durante uma coletiva em Washington, o Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, admitiu conversas adiantadas com os chineses, para a análise de “cenários conjuntos” quanto à questão norte-coreana.

Tillerson revelou também que os EUA já se comprometeram a se afastar das fronteiras entre a China e a Coreia do Norte, prometendo intervir apenas no processo das armas nucleares.

Administração Trump desmente Secretário de Estado

O Secretário de Estado dos EUA abriu igualmente a porta ao “diálogo direto” e “sem condições prévias” com a Coreia do Norte. A posição seria uma reviravolta na estratégia levada a cabo, até agora, pelos norte-americanos, mas foi já desmentida pela Casa Branca e pelo Departamento de Estado.

“A política não mudou”, destaca a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, citada pela CNN. “Continuamos abertos ao diálogo quando a Coreia do Norte estiver disposta a conduzir um diálogo credível sobre uma desnuclearização pacífica da península coreana”, diz a responsável.

A assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, reafirmou a posição, em e-mail enviado à CNN.

As declarações são uma espécie de desautorização pública do Secretário de Estado, cuja continuidade no cargo vem sendo posta em causa. A ABC News dá conta de um suposto “plano” da Casa Branca para substituir Rex Tillerson pelo diretor do FBI, Mike Pompeo.

Enquanto decorrem estas divergências no seio da administração Trump, a China tem se desdobrado em conversas diplomáticas com a Rússia, a propósito da questão norte-coreana. Chineses e russos trocaram perspectivas quanto a “passos conjuntos”, revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, citado pela Reuters.

O tema também vai estar no centro da conversa entre o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, e o presidente chinês, Xi Jinping. Na primeira visita oficial do presidente sul-coreano a Pequim, Jae-In falou do desejo de que comece “uma nova era” nas tensas relações entre os dois países, conforme cita o Financial Times.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dormir muito é tão prejudicial quanto dormir pouco

Um novo estudo descobriu que dormir muito pode ter consequências tão prejudiciais para a saúde quanto dormir pouco, reduzindo igualmente as capacidades cognitivas.  Um grupo de cientistas da Universidade norte-americana de Ontário conduziu em junho de …

Contra desperdício alimentar, França debate aumento de prazos de validade dos produtos

16 de outubro é o Dia Contra o Desperdício Alimentar na França. Para lutar contra o problema, a ONG francesa France Nature Environnement realizou uma campanha de informação aos consumidores, enquanto um grupo de ambientalistas …

Queimaduras solares? Os dinossauros são os culpados

Sempre que apanhamos sol, uma preocupação emerge de imediato: queimaduras. Por que somos tão vulneráveis à luz solar? Um estudo recente procura responder ao enigma evolutivo, apontando os dinossauros como principais culpados. O sol emite radiação …

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Em um novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os pesquisadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O …

Criança "vampiro" é descoberta em cemitério na Itália

Arqueólogos encontraram em um cemitério na Itália os restos mortais de uma criança de 10 anos com uma pedra na boca, um antigo ritual funerário de vampiros praticado durante a Idade Média, que visava prevenir …

Está na hora: Elon Musk quer construir um robô gigante

O mais recente plano do fundador da Tesla e da SpaceX é construir um “mecha”, um robô ou veículo mecanizado gigante de ficção científica com braços e pernas móveis. Elon Musk revelou no Twitter ser fã …

Celebridade da internet chinesa é presa por "desrespeitar" o hino do país

A Lei do Hino chinesa, aprovada no ano passado, prevê detenções de até 15 dias ou prisão de até três anos para quem cantar a Marcha dos Voluntários de forma “distorcida ou desrespeitosa”, em público. Uma …

Sauditas vão assumir morte de jornalista: foi um interrogatório que "não correu bem"

As autoridades sauditas, que negaram ter dado ordens para matar o jornalista Jamal Khashoggi, estão elaborando um relatório em que admitem a morte do jornalista e a justificam como resultado de um interrogatório que "não …

Startup brasileira oferece curso gratuito sobre estratégias do Vale do Silício

Um novo curso à distância promete ajudar os empresários brasileiros a descobrirem os segredos do sucesso do Vale do Silício. Oferecido pela Qulture.Rocks, startup de tecnologia para gestão de desempenho empresarial, o curso sobre OKRs (Objectives …

Se não pararmos de comer carne, vamos acabar com o planeta

Cada cidadão deverá reduzir em 75% o seu consumo de carne de vaca, 90% de carne de porco, comer metade da quantidade de ovos e triplicar o consumo de sementes e frutas secas. Segundo um estudo, …