Cidade perdida de 4 mil anos que “sobreviveu” ao Estado Islâmico é descoberta no Iraque

UGZAR / Darek Piasecki

Rio Grande Zab, em cujas margens foi encontrada a cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Rio Grande Zab, em cujas margens foi encontrada a cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Uma equipe de arqueólogos desenterrou os vestígios de uma antiga cidade perdida da Mesopotâmia, com 4 mil anos, no Curdistão iraquiano, e que conseguiu resistir intacta às profanações do Estado Islâmico (EI).

A cidade milenar de Xarab-I Kilashin situa-se nas imediações do Grande Zab, um rio afluente do Tigre, e tem cerca de 300 metros de diâmetro, dimensão que surpreendeu os arqueólogos.

Até agora, nenhuma outra cidade deste tamanho, datando de antes da Idade Média, tinha sido descoberta nesta zona do mundo.

“O que é surpreendente é o tamanho deste assentamento. Todos os assentamentos precedentes evidenciados na área são muito pequenos em tamanho, raramente excedendo um hectare. O mesmo se pode dizer de assentamentos contemporâneos a Xarab-i Kilashin, o nosso local urbano, que eram meras vilas”, nota Rafal Koliński, pesquisador da Universidade Adam Mickiewicz, na Polônia, em declarações à IBTimes UK.

Estruturada em um semicírculo em torno da margem norte do rio, em uma zona que pertencia à Mesopotâmia no fim do terceiro milênio antes da era cristã, os arqueólogos acreditam que Xarab-I Kilashin era uma cidade administrativa, governada por algum senhor.

Nas escavações foram ainda, encontradas mais de 12 mil peças de cerâmica e selos decorativos que ficaram a salvo dos roubos e da destruição cometida pelo EI.

UGZAR / Darek Piasecki

Selo decorativo de terracota encontrado na cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Selo decorativo de terracota encontrado na cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Os jihadistas do EI profanaram vários espaços históricos no Iraque e na Síria, como a lendária Palmira. Xarab-I Kilashin teria ficado fora de seu alcance por estar enterrada, o que poderia acontecer com várias outras cidades antigas ainda não descobertas.

Os arqueólogos estudam a zona, em uma área de 3 mil metros quadrados no chamado Crescente Fértil, desde 2012, no âmbito do projeto UGZAR – Upper Greater Zab Archaeological Reconnaissance (Reconhecimento Arqueológico do Grande Zab Superior).

A análise dos artefatos encontrados permite afirmar que na cidade se realizava a produção intensiva de cerâmica. “Os selos de terracota usados para decorar tecidos sugerem oficinas de tecelagem, indústria típica das cidades do sul da Mesopotâmia”, destaca Koliński.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …