Cidade perdida de 4 mil anos que “sobreviveu” ao Estado Islâmico é descoberta no Iraque

UGZAR / Darek Piasecki

Rio Grande Zab, em cujas margens foi encontrada a cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Rio Grande Zab, em cujas margens foi encontrada a cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Uma equipe de arqueólogos desenterrou os vestígios de uma antiga cidade perdida da Mesopotâmia, com 4 mil anos, no Curdistão iraquiano, e que conseguiu resistir intacta às profanações do Estado Islâmico (EI).

A cidade milenar de Xarab-I Kilashin situa-se nas imediações do Grande Zab, um rio afluente do Tigre, e tem cerca de 300 metros de diâmetro, dimensão que surpreendeu os arqueólogos.

Até agora, nenhuma outra cidade deste tamanho, datando de antes da Idade Média, tinha sido descoberta nesta zona do mundo.

“O que é surpreendente é o tamanho deste assentamento. Todos os assentamentos precedentes evidenciados na área são muito pequenos em tamanho, raramente excedendo um hectare. O mesmo se pode dizer de assentamentos contemporâneos a Xarab-i Kilashin, o nosso local urbano, que eram meras vilas”, nota Rafal Koliński, pesquisador da Universidade Adam Mickiewicz, na Polônia, em declarações à IBTimes UK.

Estruturada em um semicírculo em torno da margem norte do rio, em uma zona que pertencia à Mesopotâmia no fim do terceiro milênio antes da era cristã, os arqueólogos acreditam que Xarab-I Kilashin era uma cidade administrativa, governada por algum senhor.

Nas escavações foram ainda, encontradas mais de 12 mil peças de cerâmica e selos decorativos que ficaram a salvo dos roubos e da destruição cometida pelo EI.

UGZAR / Darek Piasecki

Selo decorativo de terracota encontrado na cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Selo decorativo de terracota encontrado na cidade antiga de Xarab-I Kilashin, no Curdistão iraquiano

Os jihadistas do EI profanaram vários espaços históricos no Iraque e na Síria, como a lendária Palmira. Xarab-I Kilashin teria ficado fora de seu alcance por estar enterrada, o que poderia acontecer com várias outras cidades antigas ainda não descobertas.

Os arqueólogos estudam a zona, em uma área de 3 mil metros quadrados no chamado Crescente Fértil, desde 2012, no âmbito do projeto UGZAR – Upper Greater Zab Archaeological Reconnaissance (Reconhecimento Arqueológico do Grande Zab Superior).

A análise dos artefatos encontrados permite afirmar que na cidade se realizava a produção intensiva de cerâmica. “Os selos de terracota usados para decorar tecidos sugerem oficinas de tecelagem, indústria típica das cidades do sul da Mesopotâmia”, destaca Koliński.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ebrahim Raisi

Irã anuncia retomada de negociações sobre acordo nuclear

Conversas sobre salvação do pacto assinado em 2015 estão paralisadas desde a eleição do novo presidente iraniano, o ultraconservador Ebrahim Raisi, gerando preocupação internacional. O Irã anunciou nesta quarta-feira (27/10) que vai retomar até o final …

Polônia é multada em € 1 milhão por dia por desobedecer decisão judicial da UE

A Polônia foi condenada nesta quarta-feira (27) a pagar para a Comissão Europeia, órgão Executivo do bloco, uma multa diária de € 1 milhão por não ter encerrado as atividades da câmara disciplinar da …

Startup ajuda pequenas empresas a monitorarem vacinação dos funcionários

A startup brasileira White Tents lançou uma versão em formato freemium — isto é, gratuita mas com alguns recursos pagos — de sua plataforma digital para pequenas empresas que queiram monitorar a vacinação de até …

Argentina vacinará brasileiros na região de fronteira e turistas estrangeiros menores de 18 anos

O governo argentino anunciou uma nova flexibilização para a entrada de estrangeiros no país, a vacinação de turistas menores de 18 anos e de cidadãos de países vizinhos que atravessarem a fronteira por via …

CPI da Pandemia conclui trabalhos e pede o indiciamento de Bolsonaro

Senadores aprovam relatório sobre atuação do governo na crise do coronavírus que propõe punição de 78 pessoas e duas empresas, após seis meses de depoimentos, coleta de provas e repercussão na mídia. A CPI da Pandemia …

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …