Cientistas criaram a “pílula do exercício”

Cientistas surpreendem o mundo ao criarem uma pílula que dá resistência e queima gordura sem atividade física.

Uma droga capaz de oferecer os mesmos benefícios proporcionados por uma corrida, por exemplo, é o sonho da maioria das pessoas, e nos últimos anos várias equipes de pesquisadores geraram polêmica com a promessa de uma pílula do exercício físico.

Mas agora esse sonho parece ter se tornado realidade, segundo cientistas do Instituto Salk para Pesquisas Biológicas, na Califórnia, que dizem ter criado a “pílula do exercício“. A descoberta foi apresentada em um artigo publicado nesta terça-feira na revista científica Cell Metabolism.

O impacto positivo de exercícios aeróbicos — como a caminhada, corrida ou passeio de bicicleta — são bem conhecidos pela ciência, mas estão, grosso modo, fora do alcance de pessoas com dificuldade grave de locomoção, muito idosas ou extremamente obesas.

Esse problema fez com que pesquisadores se questionassem se seria possível “reproduzir” os efeitos de uma corrida — maior resistência muscular e queima de gordura — com o simples uso de uma droga.

O objetivo foi alcançado com a utilização de um composto químico chamado GW1516, que foi dado em doses elevadas a camundongos durante oito semanas.

Tanto os animais que receberam o composto como aqueles que não o receberam — para servir como grupo de controle — eram tipicamente sedentários, mas todos foram submetidos a testes de esteira para ver quanto tempo eles poderiam correr até se esgotarem.

Os camundongos no grupo de controle conseguiram correr cerca de 160 minutos antes da exaustão. Já os que receberam a droga foram capazes de correr 270 minutos, um aumento de cerca de 70%.

Isso aconteceu porque a resistência dos animais aumentou, em consequência do fortalecimento muscular e de uma maior queima de gordura.

Para entender o que ocorreu em nível molecular, 975 genes tiveram sua expressão alterada em resposta ao fármaco — alguns deles tiveram expressão suprimida, e outros, aumentada.

Os genes cuja expressão aumentou foram aqueles que regulam a quebra e a queima de gordura. E os genes que foram suprimidos estavam relacionados com a decomposição de carboidratos para obter energia — por meio da transformação dos carboidratos em açúcar.

Isso significa que a droga impede que o açúcar seja uma fonte de energia no músculo durante o exercício, possivelmente para preservar o açúcar para o cérebro, o que normalmente acontece durante períodos de atividade física intensa.

A ativação da queima de gordura leva mais tempo do que a queima de açúcar, razão pela qual o corpo geralmente usa a glicose, a menos que tenha uma razão convincente para não fazê-lo — como manter a função cerebral durante períodos de alto gasto energético.

“Este estudo sugere que queimar gordura não é um mecanismo que gera resistência, e sim um mecanismo compensatório para conservar a glicose” diz Michael Downes, cientista sênior do Instituto Salk e coautor do estudo.

Curiosamente, os músculos dos animais que tomaram a droga não exibem as mudanças fisiológicas que normalmente acompanham a aptidão aeróbia: mitocôndrias adicionais, mais vasos sanguíneos e uma mudança para o tipo de fibras musculares que queimam gordura em vez de açúcar.

Salk Institute / Waitt Center

Cientistas do Instituto Salk desenvolveram uma "pílula do exercício". Na foto, vista parcial de diferentes fibras musculares de camundongos sob efeito da pílula

Cientistas do Instituto Salk desenvolveram uma “pílula do exercício”. Na foto, vista parcial de diferentes fibras musculares de camundongos sob efeito da pílula

“O exercício ativa a via genética que dá resistência muscular, mas estamos mostrando que você pode fazer a mesma coisa sem treinamento mecânico, que é o exercício físico”, diz o pesquisador Weiwei Fan, principal autor do estudo.

“Isso significa que você pode melhorar a resistência no nível equivalente ao de alguém em treinamento aeróbico, só que sem se mover”, diz o pesquisador.

São notícias fantásticas para todos aqueles que odeiam ir a academia, mas querem ficar em boa forma. Falta apenas os cientistas inventarem agora a “pílula do convívio”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

“Não existe gene gay”, afirma estudo genético feito com meio milhão de DNAs

Como ser baixo ou alto, mais ou menos inteligente, o fato de amar homens ou mulheres não é definido por um único gene, mas por várias regiões do genoma e, como qualquer aspecto humano complexo, …

Este projeto social está buscando 7 pessoas para viajar o mundo com tudo pago

A empresa portuguesa YourBestLife está recrutando sete pessoas para viajar o mundo realizando trabalhos de impacto social com tudo pago. As inscrições vão até o dia 31 de outubro e podem se candidatar pessoas que …

Pela primeira vez na história cientistas conseguem reverter envelhecimento

Nenhuma pessoa está livre do tempo: seja um jovem, uma criança, um recém-nascido ou um adulto em idade madura, todo mundo irá envelhecer e sentir os efeitos desse processo. Essa é uma verdade incontestável em qualquer …

Greta Thunberg protesta em frente à Casa Branca ao lado de estudantes pelo clima

A militante do meio ambiente, Greta Thunberg, participou nesta sexta-feira (13) de uma pequena manifestação sobre o clima em frente à Casa Branca. “Nunca desistam”, disse a ativista aos jovens que foram até o local …

Snowden alerta para propagação de mentiras na internet

Há seis anos, ex-analista da NSA causou terremoto político ao revelar atividades ilícitas do serviço secreto dos EUA. Em entrevistas a jornais alemães, Snowden conta que ainda almeja asilo político na Alemanha. Seis anos após divulgar …

Visita de objeto interestelar intriga comunidade científica

  O objeto interestelar foi detectado por um astrônomo amador, e desde então o visitante passou a intrigar a comunidade científica. Gennady Borisov, astrônomo amador, utilizou um telescópio que ele mesmo construiu para avistar o objeto. Sua …

Homem morto há 22 anos é encontrado com ajuda do Google Earth

Os restos mortais de um homem desaparecido há duas décadas, nos EUA, foram encontrados dentro de um carro submerso em um lago graças ao Google Earth. William Moldt foi dado como desaparecido em Lantana, na Flórida, …

O plano japonês de jogar ao mar água radioativa de Fukushima

Nesta semana, o ministro do Meio Ambiente do Japão, Yoshiaki Harada, declarou que despejar no Oceano Pacífico mais de 1 milhão de toneladas de água contaminada pelo desastre nuclear de Fukushima seria a "única opção" …

Incêndio no Hospital Badim deixou 11 mortos no Rio de Janeiro

Um incêndio atingiu o Hospital Badim, no Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro, na noite de quinta-feira, deixando pelo menos onze mortos, conforme noticiado pela imprensa brasileira. Os pacientes foram retirados às pressas da unidade …

Origem dos cometas é revelada em novo estudo

Pesquisadores da Universidade de Leiden (Holanda) aplicaram modelos químicos em 14 cometas e encontraram um padrão em sua composição. Os cometas são bolas de gelo, poeira e pequenas partículas parecidas com pedras. Seus núcleos podem alcançar …