Cientistas descobrem a cor mais antiga do mundo: rosa choque

(dr) Lannon Harley / Australian National University

Uma equipe de cientistas descobriu aquela que dizem ser a cor mais antiga do mundo. Para a surpresa de todos, é o rosa choque.

Segundo o The Guardian, os pigmentos foram descobertos depois de os pesquisadores terem destruído rochas com 1,1 bilhão de anos encontradas em um antigo depósito marinho no deserto do Saara, na bacia de Taoudeni, na Mauritânia, oeste da África.

“É claro que podem dizer que tudo tem alguma cor”, disse o líder da pesquisa e professor da Universidade Nacional da Austrália, Jochen Brocks. “O que encontramos é a cor biológica mais antiga”.

Brocks comparou a descoberta com um osso de Tiranossauro. “Também teria uma cor, seria cinza ou marrom, mas não diria nada sobre o tipo de cor da pele que o T-Rex tinha”.

“Se encontrássemos agora a pele fossilizada preservada de um T-Rex, de modo a que ainda tivesse a cor original do dinossauro, ou seja, azul ou verde, seria incrível. Em princípio, foi o que descobrimos agora, só que ainda dez vezes mais antigo do que o típico T-Rex”.

“E as moléculas que encontramos não pertenciam a uma criatura grande, mas sim a organismos microscópicos, porque os animais não existiam naquela época. Essa é a coisa incrível no meio disso tudo”, explica o pesquisador.

As cores foram descobertas por uma estudante de doutorado, Nur Gueneli, que esmagou as pedras até virarem pó, extraindo e analisando depois as moléculas de organismos antigos da substância.

A pesquisadora afirma que os pigmentos encontrados são mais de 1,5 bilhão de anos mais antigos do que as descobertas anteriores.

“Os pigmentos rosa choque são os fósseis moleculares da clorofila que foram produzidos por antigos organismos fotossintéticos que habitavam um oceano antigo, que desapareceu há muito tempo”, explica a pesquisadora em comunicado.

Os pesquisadores Amber Jarrett e Jochen Brocks

De acordo com o jornal britânico, a pesquisa foi apoiada pela Geoscience Australia, conduzida pela Universidade Nacional da Austrália (ANU) e realizada por cientistas dos EUA e do Japão.

As rochas foram enviadas para a universidade por uma empresa petrolífera que procurava petróleo debaixo das rochas e da areia do deserto do Saara há cerca de dez anos, conta Brocks.

“Eles perfuraram um buraco com centenas de metros de profundidade e atingiram um xisto [tipo de rocha] profundo, preto e oleoso”, disse. “Acabou por ter 1,1 bilhão de anos, o que é absolutamente incrível“.

Brocks acrescenta que a descoberta “não é apenas “incrível por haver coisas tão antigas cor-de-rosa”, mas também porque ajuda a resolver um “grande enigma da vida” – como por que criaturas grandes e complexas apareceram tão tarde na história da Terra.

Enquanto a Terra tem cerca de 4,6 bilhões de anos, as criaturas parecidas com animais e outras coisas maiores, como as algas marinhas, surgiram há apenas 600 milhões de anos. Quando os pesquisadores analisaram a estrutura da molécula rosa, foram capazes de descobrir o que os tinha produzido – cianobactérias minúsculas.

“Estavam no fundo da cadeia alimentar”, explica. “No oceano moderno, temos algas no fundo da cadeia alimentar. As algas microscópicas ainda são muito pequenas, mas também são mil vezes maiores do que as cianobactérias”.

“Precisamos dessas partículas maiores como fonte de alimento para as criaturas maiores evoluírem. Olhando para as nossas moléculas, fica claro… não havia fonte de alimento para criaturas maiores. Isso resolve uma questão muito antiga”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Metade da matéria do universo havia sumido, mas foi encontrada

Uma equipe internacional de pesquisadores parece ter finalmente resolvido o “problema dos bárions desaparecidos”. Bárion é uma classificação genérica para um tipo partículas que engloba prótons e nêutrons. Estas partículas, por sua vez, são os blocos …

Máscara elétrica autolimpante que carrega celular deverá custar apenas 1 dólar

Devido à pandemia do coronavírus, diversos especialistas alertam para a, cada vez mais real, possibilidade de usarmos máscaras para sair de casa até, no mínimo, o final do ano. Por isto, diversas empresas estão estendendo …

Bolsonaro bate recorde de rejeição, mostra Datafolha

Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. O índice de rejeição ao presidente …

Renault detalha plano econômico e anuncia 4.600 cortes na França

A empresa automobilística revelou nesta sexta-feira seu plano de cortes no país que integra um plano de economias de cerca de € 2 bilhões (cerca de R$ 12 bilhões) em três anos. A Renault …

Asteroide que dizimou os dinossauros teria atingido a Terra em "ângulo letal"

A teoria mais aceita é a de que os dinossauros foram extintos após um asteroide atingir a Terra de maneira catastrófica há 66 milhões de anos, causando danos sem precedentes em todo o planeta. Agora, segundo …

Repórter da CNN é preso ao vivo em protesto por morte de homem negro. Trump pede tiros em manifestantes

Minneapolis vive uma escalada de violência provocada por um policial branco que matou, de forma brutal, um homem negro. George Floyd foi asfixiado pelo joelho do oficial enquanto era filmado em plena luz do dia. Nem …

Diário de oficial nazista revela suposta localização de toneladas de ouro em castelo

Pesquisadores que buscam bilhões de dólares em tesouros nazistas roubados da Europa acreditam ter encontrado a localização de toneladas de ouro debaixo de antigo castelo alemão. Os pesquisadores acreditam ter encontrado 28 toneladas de ouro roubadas …

Coreia do Sul registra aumento de casos de coronavírus e teme nova onda da epidemia

A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira (28) o maior aumento de novas contaminações por coronavírus em quase dois meses, devido a um surto de casos em um armazém de uma empresa de comércio …

Desigualdade eleva letalidade da covid na favela, diz estudo

Quase todos os dias, com ou sem pandemia, a diarista Joceliane Gomes Santos de Freitas, 29 anos, sai de casa às 7h em Barra do Ceará, comunidade de Fortaleza onde mora com o marido e …

Descoberta galáxia raríssima em forma de "anel de fogo" a 10 bilhões de anos-luz

Astrônomos capturaram uma imagem de uma galáxia localizada a cerca de 10,8 bilhões de anos-luz de distância. Mas o que realmente impressionou os pesquisadores é que se trata de um tipo muito raro: uma galáxia …