Cientistas desligam autofagia dos neurônios e aumentam longevidade em 50%

Niharb / Flickr

A inibição neuronal do complexo de nucleação da autofagia prolongou o tempo de vida dos vermes C.elegans

Imagine viver mais… aumentar a vida em 50%, além da expectativa atual. Sim, aparentemente isso é possível.

Pesquisadores do Instituto de Biologia Molecular de Mainz, na Alemanha, fizeram uma grande descoberta na compreensão da origem do processo de envelhecimento.

Em experimentos que foram feitos em animais de laboratório, os cientistas descobriram que os mesmos genes que promovem a saúde e melhoram a aptidão física nos jovens, também coordenam o processo de envelhecimento tardio.

Os genes em questão pertencem a um processo chamado autofagia – um dos processos de sobrevivência mais críticos das células. A equipe “desativou” esses genes nos animais mais velhos e desligou o processo de autofagia.

Isso aumentou a longevidade, com uma forte melhora na saúde neuronal e, subsequentemente, do corpo inteiro. “A inibição neuronal do complexo de nucleação da autofagia prolongou o tempo de vida dos vermes C. elegans na fase pós-reprodutiva,” resumiu Holger Richly, autor principal da pesquisa.

A equipe acredita que estes resultados poderão ajudar no tratamento de distúrbios neurodegenerativos tipicamente associados à idade, como doença de Alzheimer, Parkinson e Huntington, uma vez que a autofagia está envolvida nesses processos.

Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Genes & Development.

Retardar o envelhecimento

A equipe de Holger Richly conseguiu rastrear a origem dos sinais pró-longevidade até um tecido específico, chegando aos neurônios. Ao inativar a autofagia nos neurônios dos vermes mais velhos, eles não só conseguiram prolongar a vida dos animais, como também melhorar dramaticamente sua saúde geral.

“Imagine alcançar o ponto intermediário da sua vida e tomar um medicamento que o deixe em forma e com a mobilidade de alguém com a metade da sua idade, então você vive mais. Foi assim com os vermes,” relatou o pesquisador Thomas Wilhelm.

“Nós desligamos a autofagia em apenas um tecido e todo o animal recebeu um impulso fortalecedor. Os neurônios ficaram muito mais saudáveis nos vermes tratados e acreditamos que é isso o que mantém os músculos e o resto do corpo em boa forma. O resultado líquido é uma extensão de vida em 50%.”

Os cientistas ainda não sabem qual é o mecanismo exato que faz com que os neurônios se mantenham saudáveis por mais tempo, mas eles estão esperançosos de que os resultados tenham implicações no mundo real.

Ainda será necessário chegar até os humanos, mas os resultados trazem uma esperança de que seja possível aumentar significativamente a longevidade do homem.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …

O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?

Pesquisas recentes reforçam a teoria de que o colapso de muitas das grandes cidades maias mesoamericanas estava relacionado a períodos prolongados de seca, alguns de até 200 anos. Nayelli Jiménez Cano, pesquisadora do Laboratório de Zooarqueologia …

Com 39% da população abaixo da linha da pobreza, Ruanda patrocina PSG e causa polêmica

O time de futebolParis Saint-Germain (PSG) divulgou nesta quarta-feira (4), uma parceria de três anos com o governo de Ruanda, sem especificar o valor. Em maio de 2018, o país africano já havia assinado um acordo …

Os pássaros estão encolhendo, e você nunca vai adivinhar por quê

De acordo com um novo estudo americano, devido a mudança climática, os pássaros estão encolhendo em tamanho, embora a envergadura de suas asas esteja ficando maior. “Descobrimos que quase todas as espécies estavam ficando menores. As …

Navio de combate alemão da 1ª Guerra Mundial é encontrado nas Malvinas

Um cruzador alemão, afundado pelos britânicos durante a Primeira Guerra Mundial em 8 de dezembro de 1914, foi achado perto da costa das ilhas Malvinas. Trata-se do SMS Scharnhorst, principal navio da esquadra do almirante Maximilian …

Impeachment de Trump avança nos EUA: entenda o caso em poucas palavras

Você já deve ter ouvido falar que a reação a um polêmico telefonema com um líder estrangeiro ameaça o futuro da Presidência de Donald Trump. O presidente americano enfrenta um inquérito de impeachment sob a acusação …

Twitter vai ser mais rígido com conteúdo adulto na internet e preocupa criadores

Desde o ano passado tem sido mais difícil para os criadores de páginas com o perfil NSFW (Not Safe for Work ou não seguro para ver no trabalho — impróprio, em tradução livre) ter seus …

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …

Radar aéreo descobre um navio viking em uma fazenda

Um estudo do Instituto Norueguês de Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) descobriu um navio viking em uma fazenda usando radar aéreo. O achado foi uma surpresa e um golpe de sorte, uma vez que este local …

Casamentos entre pessoas do mesmo sexo saltam 61,7% no Brasil

O número de casamentos realizados entre pessoas do mesmo sexo em 2018 aumentou 61,7% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (04/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com …