Cientistas desmentem mistério de bactéria agarrada à Estação Espacial Internacional

NASA

Afinal, a bactéria viva encontrada na superfície da Estação Espacial Internacional é de origem terrestre e não contem nada de novo para os especialistas da NASA.

Depois de se ter noticiado que tinha sido encontrada agarrada à superfície da Estação Espacial Internacional (EEI) uma bactéria viva que poderia ter origem extraterrestre, Craig Kundrot, chefe do departamento da NASA, já veio desmentir a origem desta, confirmando que se tratava de uma bactéria de origem terrestre.

A bactéria tinha sido encontrada por astronautas russos que recolhiam lixo do revestimento exterior da Estação Espacial Internacional (EEI).

O russo Aleksandr Misurkin se apressou a apontar que este poderia ser um indício da existência de vida extraterrestre, mas a informação já se revelou falsa.

“Já há muito tempo que sabemos que as bactérias terrestres podem frequentemente viver na superfície da EEI. Podem ter ido parar lá a partir de gases emitidos pela estação, bem como a partir da atmosfera terrestre“, explicou Kundrot.

Segundo acrescentou o cientistas, os micróbios têm origem terrestre e não são “provenientes do espaço”. Com Kundrot concorda Vladimir Sychev, chefe de projetos dos satélites russos Bion-M e Bion-M2.

“Há vários anos que a TSNIIMASH e os astronautas recolhem amostras do exterior da EEI nas partes onde não chegam os raios do Sol, e é natural que sejam frequentemente descobertos micróbios lá. Por regra, eles surgem na EEI vindos da atmosfera exterior – uma parte deles se instala e sobrevive aí, o que não é surpreendente, porque o espaço sem ar é menos agressivo para alguns organismos do que a atmosfera com oxigênio”, explica o cientista.

Na presença de oxigênio, segundo Sychev, até os produtos congelados se decompõem e oxidam gradualmente. No vácuo do espaço, os espórios – células capazes de reproduzir – das bactérias podem existir durante um longo período de tempo se não forem expostos a radiação ultravioleta ou de partículas de alta energia e não forem aquecidos a temperaturas extremamente altas.

Por isso, o fato de os micróbios conseguirem sobreviver nas partes exteriores da EEI não tem nada de extraordinário.

Ciberia // Sputnik News / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …

OMS alerta para situação "muito preocupante" da Covid-19 no Brasil

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta segunda-feira que a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil é "muito, muito preocupante". A declaração foi dada durante uma entrevista …