Cientistas produzem ovários artificiais férteis com impressora 3D

Chhor Sokunthea / World Bank

-

Ovários artificiais férteis são a última inovação conseguida através de uma impressora 3D por cientistas nos Estados Unidos, uma técnica que um dia poderá ser usada para devolver a fertilidade a mulheres afetadas por câncer.

Os cientistas desenvolveram ovários chamados bioprostéticos para ajudar a devolver a fertilidade e a produção de hormônios a mulheres que fizeram tratamentos para o câncer em adultas ou que sobreviveram a cânceres infantis e têm mais riscos de serem inférteis ou ter problemas hormonais.

“O que acontece com algumas das nossas doentes de câncer é que os ovários não funcionam a um nível suficiente e precisam de terapias hormonais de substituição“, afirmou Monica Laronda, co-autora do estudo publicado na Nature Communications.

A inovação de impressão em três dimensões, experimentada em ratos de laboratório inférteis, é o material usado, um hidrogel biológico gelatinoso feito a partir de colágeno, uma proteína presente nos tecidos humanos.

O material tem a consistência certa para ser moldado durante a cirurgia e é poroso o suficiente para interagir com os outros tecidos com que entra em contato.

Monica Laronda frisou que o objetivo desta tecnologia é reproduzir “como funcionaria um ovário em cada fase da vida de uma mulher, desde a puberdade à idade adulta, chegando a uma menopausa natural”.

A diretora do Instituto de Pesquisa de Saúde Feminina de Feinberg, Teresa Woodruff, afirmou que “usar bioengenharia, em vez de transplantes, para criar órgãos funcionais e devolver a saúde aos tecidos da pessoa” é o mais recente objetivo da bioengenharia ao serviço da medicina regenerativa.

Para desenvolver os ovários artificiais, os cientistas partiram da premissa de que todos os órgãos têm um “esqueleto”, uma estrutura básica, e usaram a dos ovários para construir através de impressão 3D o que chamaram de “andaimes”, por ser uma estrutura que se assemelha aos andaimes usados para fazer obras em edifícios.

Ao ser implantado no corpo, o ovário artificial é capaz de alojar os óvulos na sua estrutura porosa e permite que amadureçam, ao mesmo tempo que vasos sanguíneos rodeiam o “andaime” permitindo a circulação de hormonas que desencadeiam a produção de leite após o parto.

“Esta pesquisa demonstra que estes ovários bioprostéticos conseguem funcionar a longo prazo”, afirmou Teresa Woodruff.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …