Código neuronal da ansiedade pode ter sido finalmente descoberto

Os cientistas podem ter descoberto a assinatura neuronal da ansiedade e da tristeza. De acordo com um novo estudo, esses sentimentos podem estar associados à “conversa” entre duas áreas do cérebro. 

Para a descoberta, os cientistas rastrearam as conversas elétricas que ocorrem no cérebro, isto é, ouviram e analisaram os sinais que essas regiões cerebrais compartilham mutuamente.

Quando uma pessoa se sentia mais em baixa, descobriram os cientistas, a comunicação entre as células neuronais de duas áreas específicas aumentava. Segundo a publicação, divulgada na revista Cell, essas áreas cerebrais estão diretamente envolvidas na memória e na emoção.

Apesar de se verificar um aumento na comunicação celular dessas duas áreas, não é ainda certo se esse acréscimo é a causa ou o efeito dos sentimentos em si, como o mau humor, notaram os cientistas. No entanto, a pesquisa permitiu definir qual é a área do cérebro onde se desenrola o fenômeno.

De forma bem mais clara, a pesquisa evidenciou que a ansiedade, a depressão e o humor tem manifestações físicas no cérebro – e isso é bom para os pacientes. “Para muitos pacientes é muito importante saberem se, quando estão deprimidos, isso se deve a algo mensurável e concreto no cérebro”, disse o coautor do estudo Vikaas Sohal, psiquiatra da Universidade da Califórnia, em São Francisco.

“Para alguns pacientes, [a descoberta] pode fornecer uma validação importante e remover o estigma, impulsionando-os a procurar um tratamento adequado”, sustentou.

Procedimento experimental

Para obter os resultados, a equipe recorreu a uma técnica apelidada de  eletroencefalografia intracraniana (EEG) que, como o nome indica, implica implantar eletrodos ou fios elétricos dentro do crânio e do próprio cérebro. Depois da implantação, os cientistas conseguem registrar a atividade elétrica das células cerebrais.

Estudos realizados anteriormente sobre a atividade cerebral e as emoções recorreram, na maioria, a ressonâncias magnéticas funcionais (fMRI) – imagens que medem as mudanças no fluxo sanguíneo no cérebro. Contudo, esse era um método de medição de “forma indireta”, que não é capaz de “medir as mudanças na atividade cerebral que ocorrem muito rapidamente”, exemplificou Sohal.

Em contrapartida, implantar eletrodos no cérebro de um paciente é um procedimento mais invasivo. Tendo isto em conta, os médicos selecionaram para o estudo pacientes que estavam à espera de cirurgia tendo, por isso, eletrodos já implantados – neste caso, foram acompanhados 21 pacientes com epilepsia cujos eletrodos foram utilizados para mapear as zonas do cérebro que causavam convulsões.

Os cientistas acompanharam a atividade cerebral dos pacientes entre sete e dez dias, registrando o humor através de “diários de humor”.

A pesquisa descobriu que em 13 dos 21 pacientes o mau humor estava associado a um aumento entre a comunicação da amígdala(região cerebral associada ao processamento de emoções) com o hipocampo (região envolvida na memória).

“A ideia de que as memórias de experiências e emoções negativas estão intimamente relacionadas é uma pressuposto antigo da psiquiatria e está no cerne da terapia cognitivo-comportamental”. Agora, as novas descobertas “podem representar uma base biológica para essa relação”, concluiu o cientista.

Como nota a Medical News Today, esta é a primeira vez que um estudo científico analisa padrões cerebrais profundos ao longo de vários dias. Mais do que isso, a pesquisa registra as medições neuronais em situações diárias, podendo se revelar importante para combater a condição médica e o estigma que está associado a ela.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico. O …

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. …

Governo italiano deve decretar estado de catástrofe natural em Veneza

Metade da cidade está debaixo d’água, atingida pela pior cheia em 53 anos. O nível subiu 187 cm na terça-feira (12), o segundo mais alto desde 1966. A situação levou o governo a decidir decretar …

Oxigênio descoberto em Marte intriga cientistas da NASA

Padrão de comportamento do oxigênio recém-descoberto pelo rover Curiosity, da NASA, é tão diferente que os cientistas não conseguem desvendá-lo através dos processos químicos conhecidos pela ciência. A agência espacial norte-americana divulgou os resultados da análise …

O misterioso "Monstro Tully" acaba de ficar ainda mais esquisito

Um fóssil de 300 mil anos descoberto na década de 1950 no estado de Illinois (EUA) tem gerado muitas discussões entre cientistas. Batizado de Tullimonstrum, ou Monstro Tully, ele se parece com uma lesma. Mas …

Com asilo a Evo Morales, diplomacia mexicana dá passo à esquerda

México assume liderança esquerdista na América Latina ao receber o ex-presidente boliviano. Para analistas, medida desvia atenção de problemas internos, mas é jogo perigoso diante da dependência econômica dos EUA. A viagem de Evo Morales ao …

Incêndios florestais matam quatro pessoas e centenas de cangurus na Austrália

O número de vítimas pelos incêndios no leste da Austrália, onde 140 focos ainda continuam ativos, subiu para quatro nesta quinta-feira (14), com a descoberta de um cadáver perto da cidade de Kempsey, em Nova …

Holanda reduzirá limite de velocidade para combater poluição

O governo da Holanda reduzirá o limite máximo de velocidade nas rodovias do país como parte de uma série de medidas para combater as emissões de óxido de nitrogênio, geradas em grande parte por veículos …

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …