Comitê de especialistas dos EUA recomenda vacina da Pfizer-Biontech

USACE Europe District / Flickr

Um comitê de especialistas independentes convocado pela autoridade sanitária dos EUA – a Food and Drug Administration (FDA) – endossou na quinta-feira (10/12) o uso emergencial da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a empresa alemã de biotecnologia Biontech.

Com 17 votos a favor, quatro contra e uma abstenção, o comitê ouvido pela FDA se mostrou favorável à administração da vacina em todas as pessoas acima de 16 anos – idade considerada pela farmacêutica Pfizer como segura para receber o imunizante.

A aprovação de uso emergencial é o primeiro passo em direção a uma campanha de vacinação em massa nos EUA. O voto do painel de especialistas não é vinculativo, mas uma recomendação. A FDA costuma seguir as recomendações de comitês de assessoramento do tipo.

Se a vacina for aprovada pela FDA, a aplicação do imunizante poderia começar já na próxima semana, segundo o secretário da Saúde dos EUA, Alex Azar. As primeiras doses devem ser ministradas em profissionais da saúde e residentes de asilos – as diretrizes oficiais ainda não foram divulgadas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país.

“Esta é uma luz no final do longo túnel desta pandemia”, disse Sally Goza, presidente da Academia Americana de Pediatria.

Em julho, os EUA acertaram a compra de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer. Por se tratar de um imunizante que necessita a aplicação de duas doses, a quantidade adquirida cobre inicialmente a imunização de 50 milhões de pessoas. “Teremos 20 milhões de pessoas vacinadas até o final deste mês”, garantiu Azar em entrevista à emissora estatal americana PBS.

Além disso, no dia 17 de dezembro, o painel de especialistas da FDA volta a se reunir para avaliar o uso emergencial da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Moderna.

Recorde de mortes

O anúncio do comitê de especialistas da Pizer ocorreu após, na quarta-feira, os Estados Unidos registrarem um número recorde de mortes diárias relacionadas à covid-19. Foram 3.124 óbitos, segundo levantamento da universidade americana Johns Hopkins.

O número de mortos superou as cifras de mortes americanas no chamado “Dia D” – a invasão da Normandia durante a Segunda Guerra – e superou também o número de vítimas no ataque terrorista de 11 de Setembro.

Nas últimas 48 horas, os EUA registraram quase 6 mil mortes. Desde o início da pandemia, o país contabilizou quase 300 mil mortes relacionadas à doença.

Novos casos de infecção também estão em alta nos Estados Unidos: a média dos últimos sete dias está em 209 mil contágios diários. E o número de pessoas em hospitais com covid-19 bate recordes quase todos os dias. Os EUA superou a marca de 15,6 milhões de infecções.

Dúvidas e aprovação em outros países

O endosso dos especialistas ouvidos pela FDA foi dado num momento em que são levantadas questões sobre a segurança da vacina da Pfizer, após reações alérgicas em duas pessoas que receberam o imunizante no início desta semana no Reino Unido, que foi o primeiro país a aprovar e iniciar a administração do imunizante da Pfizer e Biontech.

A vacina foi aprovada também em outros três países: Arábia Saudita, Bahrein e Canadá. O governo canadenses divulgou que a vacinação será iniciada na próxima semana. Profissionais da saúde que atuam em asilos em Ottawa e Toronto serão os primeiros a receber o imunizante. A província de Ontario, a maior e mais populosa do país, iniciará a vacinação em asilos no dia seguinte.

As autoridades sanitárias canadenses autorizaram o uso da vacina da Pfizer na quarta-feira. Um primeiro lote de 30 mil doses deixou a Bélgica – onde são produzidas – nesta sexta-feira. O governo canadenses espera receber 249 mil doses até o fim do ano, além e 6 milhões de doses adicionais ao longo do primeiro trimestre de 2021.

O Canadá também firmou acordos com outros cinco laboratórios – AstraZeneca, Sanofi e GSK, Johnson & Johnson, Novavax e Moderna – para a aquisição de um total de 358 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …

Líder separatista catalão Carles Puigdemont é detido na Itália

Carles Puigdemont, que foi presidente do governo regional catalão durante a declaração de independência frustrada de 2017, foi detido na ilha italiana da Sardenha (oeste) nesta quinta-feira (23) após quatro anos foragido da justiça …

Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional

O aumento da permissão de uso de psicodélicos como terapia promete transformar a forma como vemos o extraordinário. Foi em 1971 que Rick Doblin usou LSD pela primeira vez. Era uma tarde de sábado na Flórida, em …

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …